Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cirurgia de miopia: Quando fazer, Tipos, Recuperação e Riscos

A cirurgia de miopia normalmente é feita em pessoas com grau de miopia estabilizado e que não tenham outros problemas mais graves no olho, como catarata, glaucoma ou olho seco, por exemplo. Dessa forma, os melhores candidatos para este tipo de cirurgia geralmente são jovens adultos com mais de 18 anos.

Embora existam diferentes técnicas de cirurgia, a mais utilizada é a cirurgia com laser, também conhecida por Lasik, na qual é usado um raio de luz para corrigir a córnea, podendo ser usada para curar definitivamente miopia até 10 graus. Além de corrigir a miopia, esta cirurgia também pode corrigir até 4 graus de astigmatismo. Entenda mais sobre a cirurgia lasik e os cuidados de recuperação necessários.

Esta cirurgia pode ser feita gratuitamente pelo SUS, mas normalmente está guardada apenas para casos de graus muito elevados que dificultam as atividades diárias, não sendo coberto no caso de alteração puramente estética. No entanto, a cirurgia pode ser feita em clínicas privadas com preços que variam entre 1.200 a 4.000 reais.

Cirurgia de miopia: Quando fazer, Tipos, Recuperação e Riscos

Como é feita a cirurgia

Existem várias técnicas diferentes para fazer a cirurgia de miopia:

  • Lasik: é o tipo mais utilizado, pois corrige vários tipos de problema na visão. Nesta cirurgia, o médico faz um pequeno corte na membrana do olho e depois utiliza um laser para corrigir definitivamente a córnea, permitindo que a imagem se forme no local correto do olho;
  • PRK: utiliza laser é semelhante ao Lasik, no entanto, nesta técnica o médico não precisa fazer corte no olho, sendo mais indicada para quem tem uma córnea muito fina e não pode fazer Lasik, por exemplo;
  • Implantação de lentes de contato: é usada especialmente nos casos de miopia com um grau muito elevado. Nesta técnica, o oftalmologista coloca uma lente permanente no olho, ficando normalmente entre a córnea a íris para corrigir a imagem;

Durante a cirurgia é colocado um colírio anestésico sobre o olho, para que o oftalmologista possa mexer no olho sem causar desconforto. A maior parte das cirurgias dura cerca de 10 a 20 minutos por olho, mas no caso da implantação da lente no olho pode ser mais demorada.

Uma vez que a visão fica afetada devido à inflamação do olho e do colírios anestésico, é aconselhado levar outra pessoa para que depois possa voltar a casa de forma segura.

Como é a recuperação

A recuperação da cirurgia de miopia dura em média cerca de 2 semanas, mas pode depender do grau de miopia que se tinha, do tipo de cirurgia utilizado e da capacidade de cicatrização do organismo.

Durante a recuperação normalmente é aconselhado ter alguns cuidados como:

  • Evitar os coçar os olhos;
  • Colocar os colírios antibióticos e anti-inflamatórios indicados pelo oftalmologista;
  • Evitar desportos de impacto, como futebol, tênis ou basquete, durante 30 dias.

Após a cirurgia, é normal que a visão ainda esteja embaçada, devido à inflamação do olho, no entanto, com o passar do tempo, a visão vai se tornando mais clara. Além disso, é comum que nos primeiros dias após a cirurgia surja queimação e coceira constante nos olhos.

Possíveis riscos da cirurgia

Os riscos da cirurgia para miopia podem incluir:

  • Olho seco;
  • Sensibilidade à luz;
  • Infecção do olho;
  • Aumento do grau de miopia.

Os riscos da cirurgia para miopia são raros e acontecem cada vez menos, devido ao avanço das técnicas utilizadas.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...