Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feita e quem deve fazer a Cirurgia Bariátrica

A cirurgia bariátrica, também chamada de gastroplastia, é uma cirurgia de redução do estômago que é indicada para redução do peso em caso de obesidade mórbida associada a complicações, como diabetes e hipertensão, por exemplo.

Existem diferentes métodos para fazer esta cirurgia, e ela pode ser realizada em indivíduos com mais de 18 anos de idade e que não conseguiram emagrecer com outros tratamentos. Após a cirurgia, é necessário seguir uma dieta rigorosa e praticar atividade física regularmente para favorecer a perda de peso e o bom funcionamento do organismo.

Doenças que indicam a necessidade de cirurgia bariátrica para casos de IMC maior que 35.Doenças que indicam a necessidade de cirurgia bariátrica para casos de IMC maior que 35.

Preço da cirurgia bariátrica

O preço da cirurgia bariátrica pode estar entre os 10.000 a 30.000 reais, sendo que o valor varia de acordo com o tipo de cirurgia, o local selecionado e o cirurgião. 

Esta cirurgia também pode ser feita pelo SUS, mas é um processo demorado e complicado, pois apenas casos mais graves de obesidade mórbida associada a complicações de saúde costumam ser aprovados. Além disso, também é necessário provar que outros tratamentos para emagrecer, com acompanhamento médico e do nutricionista, não funcionaram.

Quando fazer cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica pode ser feita em casos de obesidade mórbida ou quando o IMC é maior que 35 kg/m2 e esteja presente alguma das seguintes doenças, segundo o Conselho Federal de Medicina:

No entanto, apenas pacientes que não obtiveram resultados com tratamento clínico e nutricional por pelo menos dois anos podem fazer a cirurgia.

Coloque seus dados na Calculadora do IMC e veja se está apto para fazer a cirurgia:

Erro
anos
Erro
m
Erro
kg
Erro
Erro
Imagem que indica que o site está carregando

Tipos de cirurgia bariátrica

Os principais tipos de cirurgia bariátrica são:

1. Banda gástrica

Esta é a cirurgia indicada como primeira opção, pois não é invasiva, consistindo de uma cinta que é colocada em volta do estômago para reduzir o espaço e causar sensação de saciedade mais rapidamente. Normalmente, a cirurgia é mais rápida, possui menos riscos e uma recuperação mais rápida.

Uma vez que não existe alteração do estômago, a banda gástrica pode ser retirada depois que a pessoa conseguiu emagrecer, sem causar qualquer alteração permanente. Dessa forma, pessoas que usam este tipo de cirurgia, também devem fazer acompanhamento em um nutricionista para manter a dieta depois de retirar a banda, evitando voltar a engordar.

2. Gastrectomia vertical

É um tipo de cirurgia invasivo normalmente feito em pessoas com obesidade mórbida no qual se remove um parte do estômago, reduzindo o espaço disponível para a comida. Nesta técnica a absorção dos nutrientes não é afetada, mas a pessoa deve seguir uma dieta com o nutricionista, uma vez que o estômago pode voltar a dilatar.

Visto ser uma cirurgia na qual se remove uma parte do estômago, existem maiores riscos assim como uma recuperação mais lenta, que pode demorar até 6 meses. No entanto, este tipo de cirurgia possui um resultado mais duradouro, especialmente em quem tem dificuldade em seguir uma dieta.

Como é feita e quem deve fazer a Cirurgia Bariátrica

3. Gastroplastia endoscópica

É semelhante à gastrectomia, mas nesta cirurgia o médico faz pequenos pontos no interior do estômago para diminuir seu tamanho, em vez de o cortar. Dessa forma, existe menos espaço para a comida, permitindo ingerir menos comida e emagrecer. Depois do emagrecimento, os pontos podem ser retirados e a pessoa volta a ter todo o espaço do estômago.

Esta cirurgia é indicada principalmente para quem não conseguir emagrecer com exercício e dieta, mas que é capaz de manter uma alimentação equilibrada.

4. Bypass gástrico

Normalmente é usado em pessoas com graus elevados de obesidade que usaram outras técnicas menos invasivas sem resultado. Esta técnica ajuda a perder peso rápido porque diminui muito o tamanho do estômago, mas é irreversível.

5. Derivação biliopancreática

Na maioria dos casos está indicada para pessoas que não conseguem seguir uma dieta e apresentam obesidade mórbida, mesmo depois de tentar outras cirurgias bariátricas. Neste tipo, o médico retira uma parte do estômago e do intestino, reduzindo a absorção dos nutrientes, mesmo que a pessoa coma normalmente.

Pessoas que fizeram derivação biliopancreática geralmente precisam utilizar um suplemento nutricional para garantir que não faltam vitaminas e minerais importantes para o funcionamento do organismo.

Como é feita e quem deve fazer a Cirurgia Bariátrica

Como é o pós-operatório

O pós operatório da cirurgia bariátrica exige cuidados alimentares, fazendo primeiro uma dieta líquida e depois uma dieta pastosa, passando para a alimentação sólida normal apenas 30 dias após a operação. Além disso, é necessário tomar os suplementos alimentares prescritos pelo médico para evitar problemas por deficiências de nutrientes, como anemia e queda de cabelo, por exemplo. 

Saiba mais sobre a recuperação após uma cirurgia bariátrica.

As mulheres que desejam engravidar após a operação deverão esperar cerca de 18 meses para iniciar as tentativas para engravidar, pois o emagrecimento acelerado pode prejudicar o crescimento do bebê.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...