Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Gastrectomia vertical para emagrecer

A gastrectomia vertical, também chamada de Sleeve ou gastrectomia em manga, é um tipo de cirurgia bariátrica que é feita no tratamento da obesidade mórbida e consiste na remoção da parte esquerda do estômago, podendo levar à perda de até 40% do peso inicial.

Esta cirurgia é indicada para pessoas com IMC superior a 40 kg/m², pacientes com IMC de 35 kg/m² e que apresentem doenças do coração, respiratórias ou diabetes descompensada e, em pacientes muito jovens ou com idade superior a 65 anos, por exemplo.

A gastrectomia total, que consiste em remover o estômago todo e, a gastrectomia parcial, que é a a remoção da metade inferior do estômago, não são cirurgias indicadas para perder peso, sendo normalmente realizadas no tratamento de câncer do estômago ou presença de úlceras, por exemplo.

Preço da gastrectomia vertical para emagrecer

O valor da gastrectomia vertical custa, em média 25.000 reais e pode ser feita em clínicas privadas ou, em alguns casos, no SUS de forma gratuita, quando o paciente corre risco de desenvolver graves problemas de saúde devido ao excesso de peso.

Como é feita a gastrectomia vertical para emagrecer

A gastrectomia vertical para emagrecer é uma cirurgia feita com anestesia geral e que, dura em média 2 horas e, a pessoa pode ficar internada no hospital durante 3 dias.

Geralmente, esta cirurgia, é realizada por videolaparoscopia, já que são feitos alguns buraquinhos no abdômen, por onde são inseridos tubos e instrumentos para fazer pequenos cortes no estômago.

Estômago normal Estômago normal
Estômago após gastrectomia vertical Estômago após gastrectomia vertical

A gastrectomia vertical para perda de peso consiste:

  • Remoção de parte do estômago: o cirurgião faz um corte na vertical, cortando a parte esquerda do estômago em forma de tubo ou manda, semelhante a uma banana. É removido até 85% do órgão, tornando-o mais pequeno e levando a pessoa a comer menos. A parte que é removida fica dentro do organismo da pessoa mas não tem função;
  • Remoção da grelina: é um hormônio responsável pela sensação de fome e, que por isso, leva à diminuição do apetite e à diminuição da ingestão de alimentos.

Esta técnica tem duplo efeito, pois para além de restringir a quantidade de alimentos ingerida de cada vez, leva à redução da fome nos intervalos das refeições.

Riscos da gastrectomia vertical para emagrecer

A gastrectomia vertical para emagrecer, pode provocar náuseas, vômitos e azia. No entanto, as complicações mais graves desta cirurgia é ocorrer uma fistula, que é uma ligação anormal entre o estômago e a cavidade abdominal e, que pode aumentar as chances de infeções, ou ocorrer uma hemorragia na área da cicatriz do estômago, sendo que nesses casos, pode ser necessária uma nova cirurgia.

Além disso, esta cirurgia bariátrica tem como principal desvantagem não poder ser revertida já que o estômago foi cortado.

Vantagens da gastrectomia vertical para emagrecer

As principais vantagens desta cirurgia bariátrica incluem:

  • Ingerir entre 50 a 150 ml de alimento, em vez de 1 L, que era o habitual, antes da cirurgia;
  • Maior perda de peso do que a obtida com a banda gástrica ajustável, sem necessitar de ajustes da banda;
  • Transformar a gastrectomia em bypass gástrico, caso seja necessário;
  • O intestino não sofre alterações, ocorrendo a absorção normal de nutrientes;

Além disso, é uma cirurgia tecnicamente mais simples que o bypass gástrico, permitindo a perda de peso ao longo de vários anos.

Recuperação após gastrectomia vertical para emagrecer

Após a gastrectomia vertical, a recuperação da cirurgia pode demorar entre 6 meses a 1 ano, sendo a perda de peso gradual e, havendo necessidade de fazer alterações no estilo de vida do paciente.

Assim, o paciente que fez gastrectomia para perder peso deve:

  • Seguir a dieta indicada pela nutricionista. Saiba mais em: Alimentação após cirurgia bariátrica.
  • Tomar antiemético como Omeprazol antes das refeições para proteger o estômago segundo indicação médica;
  • Ingerir analgésicos via oral, como Paracetamol ou Tramadol, por orientação do médico, caso tenha dor;
  • Iniciar a prática de atividade física ao final de 15 dias após a cirurgia;
  • Fazer o curativo no posto de saúde uma semana após a cirurgia.

Todos estes cuidados devem ser cumpridos de forma a que a recuperação seja menos dolorosa e mais rápida.

Saiba mais sobre a recuperação em: Como é a recuperação da cirurgia bariátrica.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...