Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cinta Pós-Parto: Porquê comprar e Quando usar

A cinta pós-parto é recomendada pois ajuda a reorganizar os órgãos da mulher em seu devido lugar, a diminuir o inchaço, dando mais segurança para a mulher se mexer, tossir ou dirigir, principalmente depois de uma cesárea, conferindo uma melhor silhueta do corpo.

É muito importante a mulher conversar com o médico antes de usar qualquer cinta ou faixa pós-parto e, decidir a sua necessidade, porque não usar a cinta pode levar a formação de um seroma, que é o acumulo de líquido no local da cesária. Saiba mais em: Seroma.

No entanto, não é recomendado o uso constante, nem prolongado da cinta porque ela pode dificultar os movimentos dos músculos abdominais e perturbar o fluxo sanguíneo, como acontece durante a prática de exercício físico. Assim, a cinta só deve ser usada durante o dia e durante a noite, mas nunca na academia, e por um período máximo de 3 meses.

Modelos de cinta pós-parto

Antes de escolher qual cinta comprar é aconselhado vestir modelos diferentes para saber qual a mais confortável para cada caso. Geralmente as mais confortáveis são aquelas que permitem ir soltando a cinta por partes, para não precisar tirar tudo sempre, o que facilita muito nas idas ao banheiro.

Cinta sem pernas de cintura alta
Cinta sem pernas de cintura alta
Cinta com busto para amamentação
Cinta com busto para amamentação
Cinta com pernas e colchetes
Cinta com pernas e colchetes
Cinta com velcro
Cinta com velcro

Quando usar a cinta pós-parto

É aconselhado usar a cinta pós-parto logo depois do nascimento do bebê, ainda no hospital. Normalmente quando a mulher se sente estabilizada e tem condições de ficar de pé sozinha, já pode tomar banho e logo depois vestir a cinta. 

A cinta deve ser usada durante todo o dia e durante toda a noite, sendo retirada somente para tomar banho e para praticar exercício físico, por exemplo. 

Benefícios de usar cinta pós-parto

Não é obrigatório o uso da cinta, mas ela pode ajudar a segurar a barriga e ainda:

  • Contribui para o retorno do útero para sua posição fisiológica, já que ele ainda encontra-se muito grande mesmo depois do parto;
  • Ajuda a evitar a dor na coluna que geralmente acontece porque os músculos abdominais estão muito enfraquecidos;
  • Deixa a silhueta da mulher mais bonita, contribuindo para sua auto-estima e bem-estar;
  • Evita a formação do seroma, que pode acontecer nas mulheres que fizeram cesariana, mas em todo caso ela também é recomendada para quem teve um parto normal.

A cinta pós-parto pode ser usada por até 3 meses, porque à partir dessa fase a mulher já pode praticar exercícios para fortalecer especificamente os abdominais, e o uso da cinta poderá prejudicar o fortalecimento dessa musculatura. 

Confira os melhores exercícios para perder barriga no pós-parto.

Preço da cinta pós-parto

O preço da cinta pós-parto varia entre 40 a 350 reais, dependendo da marca e do local onde é comprada. A cinta pós-parto existe em várias marcas como yoga, my lady, esbelt, liz ou demillus, por exemplo.

Que tamanho usar 

O tamanho a usar a cinta varia de acordo com a estrutura física da mulher. No entanto, é importante que ela seja confortável e que não aperte muito a barriga.

Para comprar o tamanho adequado, o ideal é ir à loja para experimentar e escolher uma que seja confortável e não prejudique a respiração, nem faça a mulher se sentir incomodada depois de comer. Uma boa dica é colocar a cinta, sentar e comer uma fruta ou algum biscoito para ver como se sente.

Além disso, não deve usar cintas muito apertadas com a intenção de afinar a cintura, pois estas na verdade impedem a contração natural dos músculos do abdômen e acabam provocando fraqueza e flacidez abdominal. Veja mais em Cinta modeladora afina a cintura?

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...