6 remédios caseiros para disfunção erétil (comprovados!)

Evidência científica

Os remédios caseiros para disfunção erétil, como o chá de ginseng coreano e maca peruana, o chá de ashwagandha ou as cápsulas de TongKai Ali, ajudam a diminuir os sintomas da disfunção erétil, pois conseguem aumentar a circulação sanguínea para o órgão sexual ou melhorar o funcionamento cerebral, dando mais disposição e libido.

Embora estas plantas medicinais apresentem um efeito mais rápido quando utilizadas sob a forma de comprimido ou cápsulas, por terem uma maior concentração, também podem ser usadas sob a forma de chá, desde que ingeridos diariamente.

A disfunção erétil, afeta geralmente homens entre os 50 e os 80 anos, que deixam de ser capazes de conseguir uma ereção suficientemente rígida para permitir a penetração e uma relação sexual satisfatória. Conheça mais sobre a disfunção erétil.

Imagem ilustrativa número 1

6 remédios caseiros para disfunção erétil

Alguns remédios caseiros comprovados para disfunção erétil são:

1. Chá de ginseng coreano e maca peruana

O ginseng coreano, também conhecido como Panax ginseng é uma planta que, além de melhorar a disposição e permitir uma interpretação mais fácil dos estímulos sexuais, também parece ter efeito sobre os corpos cavernosos do pênis, facilitando a circulação de sangue e possibilitando uma ereção mais satisfatória.

Além disso, ao associal a maca é possível aumentar ligeiramente os níveis de testosterona, o que acaba aumentando a libido e melhorando o desempenho sexual.

Ingredientes:

  • 2 gramas de raiz seca de ginseng coreano;
  • 1 colher (de chá) de pó de Maca peruana.

Modo de preparo:

Colocar a raiz seca do ginseng para ferver com 500 ml de água por 10 minutos. Depois de retirar do fogo, coar e misturar com o pó de maca. Deixar amornar e beber 2 a 3 vezes por dia.

2. Chá de ginkgo biloba com Tribulus terrestris

Este é um excelente remédio caseiro para ajudar a melhorar a função sexual em homens que estão fazendo uso de remédios antidepressivos, pois o ginkgo parece melhorar a disposição, enquanto o Tribulus pode melhora a ação da testosterona, facilitando a ereção.

Ingredientes

Modo de preparo

Colocar as duas plantas em 500 ml de água fervente e deixe repousar tampado entre 5 a 10 minutos. Depois, coar a mistura e deixe amornar. Beber esta mistura 2 a 3 vezes por dia.

Estas plantas também podem ser usadas sob a forma de suplementos alimentares, apresentando resultados mais rápidos. Algumas fórmulas em lojas de produtos naturais já contêm uma mistura destas plantas na sua composição.

3. Chá de Schisandra chinensis

O chá de Schisandra chinensis, também conhecida como equissandra, é rico em lignanas, como esquisandrol A e B, que aumentam a dilatação dos vasos sanguíneos, o que facilita a ter e manter a ereção, especialmente em homens que estão passando por fazes de muita tensão, sendo uma boa opção de remédio caseiro para disfunção erétil.

Além disso, esse chá melhora da libido e reduz o cansaço, o estresse e a ansiedade, que muitas vezes estão associados a uma diminuição do desejo sexual.

Ingredientes

  • 3 colheres (de sopa) de bagas de Schisandra secas.

Modo de preparo

Colocar 3 xícaras de água para ferver e depois adicionar as bagas de Schisandra por 15 minutos. Coar a mistura e deixar amornar. Beber de 2 a 3 vezes por dia.

Para melhorar o sabor deste chá, pode-se adicionar um pouco de mel ou algumas gotas de limão, por exemplo.

4. Chá de ashwagandha

A ashwagandha (Withania somnifera) possui substâncias na sua composição, como sitoindosideos e acilsterilglicosideos com ação adaptogênica, que ajuda a diminuir o estresse e a ansiedade, aumentar a o relaxamento do corpo e diminuir o cansaço mental, podendo ajudar a facilitar a ereção.

Além disso, a ashwagandha parece aumentar a fertilidade, por aumentar a produção de testosterona, o que leva a um aumento da quantidade e da motilidade dos espermatozoides.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de raiz seca de ashwagandha;
  • 120 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar a raiz seca de ashwagandha na água fervente e deixar repousar por 15 minutos. Em seguida, coar e tomar morno. Recomenda-se beber 1 xícara por dia durante o período máximo de 6 meses.

A ashwagandha não deve ser usada por homens com doenças autoimunes como artrite reumatoide ou lúpus, ou que tenham úlcera no estômago. Além disso não deve ser usada por pessoas que tomam remédios para depressão ou ansiedade.

5. Cápsulas de TongKat Ali

As cápsulas de TongKat Ali ou LongKack feito com a raiz da planta medicinal asiática Eurycoma longifolia, é rico em euricomanol, euricomanona e euricomalactona, com propriedades afrodisíacas e energizantes, que ajudam a melhorar a saúde sexual, a energia, a circulação sanguínea, o que pode ajudar a combater a disfunção erétil.

Além disso, TongKat Ali, também conhecido popularmente como "viagra da Ásia", ajuda a estimular a produção de testosterona no corpo, e a melhorar a qualidade e quantidade de esperma.

As doses normalmente recomendadas do TongKat Ali são de 1 cápsula de 200 mg, 1 vez por dia, tomada durante ou após uma refeição, ou de acordo com a recomendação do médico ou fitoterapeuta.

O TongKat Ali não deve ser usado por homens com histórico de câncer de próstata, câncer de mama ou trombose, ou que tenham diabetes, problemas cardíacos, no fígado ou rins, apneia do sono. Essas cápsulas também não devem ser usadas por homens que tomam remédios imunossupressores. 

6. Chá de yohimbe

O chá de yohimbe, preparado com as cascas secas da planta medicinal Pausinystalia yohimbe, ajuda a melhorar o desempenho, a disposição e a potência, e a auxiliar no tratamento da disfunção erétil causada por estresse e ansiedade.

Além disso, a yohimbe, também conhecida como pau-de-cabinda, ajuda a dilatar os vasos sanguíneos, fortificando e prolongando a ereção do pênis.

Ingredientes

  • 2 a 3 colheres de cascas secas de yohimbe;
  • 150 mL de água.

Modo de preparo

Colocar as cascas secas da yohimbe em uma panela com a água e levar ao fogo, deixando ferver durante 10 minutos em fogo baixo. Em seguida, desligar o fogo, tampar e deixar repousar durante 10 a 15 minutos. Coar, esperar amornar e beber 3 a 4 vezes por dia, sob orientação médica, durante 2 semanas de tratamento. 

O chá de yohimbe não deve ser usado por pessoas com diabetes, problemas nos rins, fígado ou estômago, ou que tomam remédios pressão alta, antidepressivos ou medicamentos para o tratamento de transtornos psicológicos, como esquizofrenia, por exemplo. 

Além disso, a yohimbe também não deve ser consumida enquanto a pessoa ingerir alimentos ricos em tiramina. Veja os principais alimentos ricos em tiramina que devem ser evitados.

Além das plantas, existem também alguns alimentos que aumentam a libido e melhoram os sintomas de disfunção erétil.

Veja como preparar uma refeição afrodisíaca:

Vídeos relacionados