Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Carboxiterapia: o que é, para que serve e quais os riscos

A carboxiterapia é um tratamento estético que consiste na aplicação de injeções de gás carbônico sob a pele para eliminar a celulite, estrias, gordura localizada e também para eliminar flacidez da pele, isso porque o gás carbônico injetado estimula a circulação celular e a oxigenação dos tecidos.

Essa técnica possui diversas aplicações, quando aplicado no rosto, aumenta a produção de colágeno, já nas nádegas reduz a celulite e mas também combate a gordura localizada, destruindo as células de gordura, podendo ser usado na barriga, flancos, braços e coxas. Para que se possa ter todos os benefícios promovidos pela carboxiterapia e resultados duradouros, o procedimento deve ser realizado pelo dermatologista, fisioterapeuta dermatofuncional ou biomédico com habilitação em estética.

Carboxiterapia: o que é, para que serve e quais os riscos

Para que serve

A carboxiterapia é um procedimento estético que pode ser utilizado com diversos objetivos, sendo principalmente realizada para:

  • Celulite: porque elimina a gordura localizada por lesionar os adipócitos, favorecendo a sua queima, além de aumentar a circulação sanguínea e drenagem linfática no local. Entenda como é feita a carboxiterapia para celulite;
  • Estrias: porque alonga os tecidos do local e preenche a região com gás, estimulando a produção de colágeno. Veja como funciona a carboxiterapia para estrias;
  • Gordura localizada: porque lesiona a célula de gordura, promovendo a sua retirada, e melhora a circulação sanguínea no local da injeção. Saiba mais sobre a carboxiterapia para gordura localizada;
  • Flacidez: porque favorecer a produção de fibras de colágeno, que sustentam a pele;
  • Olheiras: porque reduz o inchaço, fortalece os vasos sanguíneos e clareia a pele;
  • Perda de cabelo: porque é capaz de favorecer o crescimento de novos fios de cabelo e o aumento do fluxo sanguíneo no couro cabeludo.

O número de sessões depende do objetivo da pessoa, da região e do corpo da pessoa. Normalmente as clínicas oferecem pacotes de 10 sessões que devem ser realizadas a cada 15 ou 30 dias, mas o número de sessões deve ser indicado após a avaliação corporal. 

Carboxiterapia dói?

A dor da carboxiterapia está relacionada com a entrada do gás que provoca um pequeno descolamento da pele, o que gera um pequeno desconforto. No entanto, a dor é passageira, e dura até 30 minutos, melhorando pouco a pouco, assim como o inchaço local. Além disso, a tolerância à dor é muito individual e para algumas pessoas, o tratamento é perfeitamente tolerável. 

Riscos, efeitos colaterais e contraindicações

A carboxiterapia é um tratamento estético com pouquíssimos riscos, sendo muito bem tolerado, entretanto podem surgir alguns efeitos colaterais, como dor e inchaço no local da injeção, sensação de ardência na pele e o surgimento de pequenos hematomas na região da aplicação. A carboxiterapia está contraindicada em caso de flebite, gangrena, epilepsia, insuficiência cardiorrespiratória, insuficiência renal ou hepática, hipertensão arterial severa não controlada, durante a gravidez e alterações de comportamentos psiquiátricos. 

Bibliografia >

  • Tuane Fernandes Pacheco. Efeitos da carboxiterapia sobre o fibroedema-geloide na região posterior de coxa . Trabalho de Conclusão de Curso, 2011. Universidade do Extremo Sul Catarinense.
  • PIANEZ, Luana R. et al. Effectiveness of carboxytherapy in the treatment of cellulite in healthy women: a pilot study. Clin Cosmet Investig Dermatol. Vol.9. 183-190, 2016
  • LEE, Georgia S. K. Quality survey on efficacy of carboxytherapy for localized lipolysis. J Cosmet Dermatol. Vol.15(4). 484-492, 2016
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOMEDICINA ESTÉTICA. Carboxiterapia. 2019. Disponível em: <https://sbbme.org.br/carboxiterapia/>. Acesso em 15 Nov 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem