Caqui: 10 benefícios e como comer (com receitas)

setembro 2022
  1. Benefícios
  2. Engorda?
  3. Informação nutricional
  4. Como consumir
  5. Receitas

O caqui é uma fruta rica em carotenos, taninos e vitamina C, nutrientes com ação antioxidante que protegem a pele contra os danos causados pelos raios ultravioletas do sol, ajudando a prevenir o surgimento de câncer de pele e o envelhecimento precoce.

Além disso, o caqui também contém boas quantidades de fibras que prolongam a saciedade ao longo do dia e ajudam, assim, na perda de peso. Veja outros alimentos com fibras que ajudam na perda de peso.

Os principais tipos de caqui são o rama forte, o fuyu, o café e o chocolate, que se diferenciam quanto a textura, sendo macios ou firmes; a cor, que varia entre vermelho e amarelo; e a quantidade de taninos, podendo ser mais adocicada ou adstringente. O caqui pode ser consumido ao natural ou usado em receitas como sucos, saladas e geleias.

Benefícios do caqui para a saúde

Por ser rico em vitamina C, fibras e carotenoides, os principais benefícios do caqui para a saúde são:

1. Combater a prisão de ventre

Por ser rico em fibras solúveis, um tipo de fibra que absorve água para o intestino, o caqui deixa as fezes mais macias, facilitando a evacuação e combatendo, assim, a prisão de ventre. Veja outras frutas ricas em fibras que combatem a prisão de ventre.

2. Prevenir o envelhecimento precoce

O caqui previne o envelhecimento precoce por ser rico em vitamina C, um nutriente essencial para a produção de colágeno, que é a proteína responsável por promover a firmeza e a elasticidade da pele.

Além disso, o caqui também contém taninos e carotenoides, compostos bioativos com propriedades antioxidantes que protegem a pele contra os danos causados pelos raios ultravioletas do sol e pelos radicais livres, ajudando e evitar o surgimento do câncer de pele.

3. Promover perda de peso

As fibras presentes no caqui se dissolvem em água e formam um tipo de gel no estômago, aumentando o tempo de digestão dos alimentos e prolongado a fome ao longo do dia. Por isso, o caqui ajuda a controlar a fome e diminuir a ingestão de alimentos, promovendo a perda de peso. Veja como usar as frutas para ajudar na perda de peso.

4. Fortalecer o sistema imunológico

O caqui é rico em vitamina C, carotenoides e taninos, antioxidantes que protegem e fortalecem as células do sistema imunológico, ajudando a combater vírus, bactérias e fungos e diminuindo, assim, o tempo de duração de gripes, resfriados e alergias, por exemplo.

5. Evitar a diabetes

O caqui tem ótimas quantidades de fibras que diminuem a velocidade de absorção do açúcar dos alimentos, equilibrando os níveis de glicose no sangue e evitando, assim, a resistência à insulina e a diabetes.

6. Manter a saúde dos olhos

Por ser rico em cartotenoides, como a luteína e o betacaroteno, o caqui protege os olhos contra os raios UV emitidos pelo sol, assim como da luz azul emitida por computadores e telemóveis, mantendo a saúde dos olhos e prevenindo o surgimento de cataratas.

7. Diminuir o colesterol "ruim"

O caqui é rico em fibras que reduzem a absorção de gorduras provenientes dos alimentos, ajudando a diminuir os níveis de colesterol “ruim”, o LDL, e triglicerídeos no sangue, evitando, por isso, o risco de doenças, como infarto, AVC e aterosclerose.

8. Equilibrar a flora intestinal

Por ser rico em fibras que servem de alimento para as bactérias benéficas do intestino, o caqui equilibra a saúde da flora intestinal, prevenindo o surgimento de situações como diarreia e câncer no intestino. Conheça outros alimentos que ajudam a equilibrar a flora intestinal.

9. Ajudar no tratamento da anemia

O caqui é rico em vitamina C, uma vitamina que melhora a absorção do ferro presente nos alimentos, ajudando a tratar a anemia, já que o ferro é fundamental para a formação da hemoglobina, o componente do sangue que é responsável por transportar o oxigênio e que se encontra diminuído na anemia.

10. Evitar a pressão alta

Por ser rico em carotenoides, vitamina C e taninos, o caqui possui ação antioxidante, mantendo a saúde das artérias, melhorando a circulação de sangue e ajudando a evitar a pressão alta.

O caqui engorda?

Por ser uma fruta com ótimas quantidades de fibras que ajudam a aumentar o tempo de digestão dos alimentos, prolongando a saciedade e diminuindo a fome ao longo do dia, o caqui é uma fruta para ajudar na perda de peso.

No entanto, se for consumido em grandes quantidades, o caqui pode engordar. Além disso, consumir o caqui em preparações com muito açúcar e gordura, como mousses, pudins, geleias e sorvetes, aumentam o valor calórico da dieta, promovendo o ganho de peso.

Tabela de informação nutricional

A tabela a seguir contém a informação nutricional de 100g, o equivalente a 1 unidade média, de caqui:

Componentes

1 caqui médio (100g)

Energia

71 calorias

Proteínas

0,4g

Carboidratos

19,3g

Fibras

6,5g

Vitamina C

29,6g

Carotenoides

1060 mcg

Potássio

230 mg

Para se obter todos os benefícios do caqui, é importante manter uma alimentação balanceada e variada e praticar exercícios físicos regularmente.

Como consumir

Apesar de não existir uma quantidade específica indicada de kiwi por dia, a ingestão mínima diária recomendada de frutas é entre 2 a 3 porções, o que equivale entre 160 e 240 g de caqui.

O caqui pode ser consumido ao natural ou usado em receitas, como saladas, sucos, sorbet, bolos e geleias.

Receitas saudáveis com caqui

Algumas receitas saudáveis e saborosas com caqui são sucos e saladas:

1. Suco de caqui com capim limão

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de caqui (com casca), lavado e picado;
  • 2 colheres de sopa de capim limão lavado e picado;
  • 500 ml de água filtrada ou fervida;
  • Pedras de gelo a gosto.

Modo de preparo:

Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater por 2 minutos. Transferir a bebida para o copo e servir.

2. Salada de rúcula com alface e caqui

Ingredientes:

  • ½ maço de rúcula;
  • ½ maço de alface lisa;
  • 1 caqui maduro;
  • 2 colheres de nozes picadas;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:

Lavar bem as folhas de alface e de rúcula, e o caqui. Cortar as folhas de rúcula e de alface e distribuir bem em uma travessa. Cortar o caqui em lâminas e colocar sobre as verduras. Adicionar as nozes, o azeite, o sal e a pimenta, misturando bem com uma colher. Levar a salada à geladeira por uns minutos e servir gelada.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS – UNICAMP . Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. 2011. Disponível em: <http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=taco_4_versao_ampliada_e_revisada.pdf>. Acesso em 19 set 2022
  • COMPOSIÇÃO DE ALIMENTOS. Plataforma Portuguesa de Informação Alimentar. Disponível em: <http://portfir.insa.pt/>. Acesso em 19 set 2022
Mostrar bibliografia completa
  • DIAS, L, Gierllan Weslley. Composição nutricional do fruto caqui (Diospyros Kaki) in natura comercializado em São Luís-MA. Tese de conclusão de bacharelado, 2018. Universidade Federal do Maranhão.
  • DIREITO, Rosa et al. From Diospyros kaki L. (Persimmon) Phytochemical Profile and Health Impact to New Product Perspectives and Waste Valorization. Nutrients. Vol.13. 1-40, 2021
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • 7 Melhores Frutas para Soltar o Intestino Preso

    12:40 | 64261 visualizações