Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é bursite no quadril e quais os exercícios recomendados

A bursite no quadril, também conhecida por bursite trocantérica, consiste num processo inflamatório doloroso das bursas sinoviais, que são pequenas bolsas de tecido conjuntivo cheias de líquido sinovial situadas em torno de algumas articulações, que funcionam como uma superfície que reduz o atrito entre o osso e os tendões e os músculos.

Este problema pode ser causado por doenças, fraqueza muscular ou exercício físico intenso que pode provocar sobrecarga nestas estruturas. O tratamento consiste na administração de anti-inflamatórios, realização de fisioterapia e em casos mais graves pode ser necessário recorrer a cirurgia. 

O que é bursite no quadril e quais os exercícios recomendados

Possíveis causas

A bursite no quadril pode ser causada pela sobrecarga dos tendões e das bursas, que pode ser provocada durante uma atividade física intensa ou exercícios em que são realizados movimentos repetitivos. Esta inflamação também pode ocorrer devido a situações de fraqueza muscular, em que mesmo atividades leves podem ser suficientes para provocar lesões.

Existem doenças que também são um fator de risco para o desenvolvimento deste problema, como doença na coluna lombar, doença na articulação sacroíliaca, artrite reumatóide, artrose de joelho, gota, diabetes, infecção por uma bactéria chamada Staphilococus aureus ou escoliose.

Além disso, lesões no quadril, cirurgias anteriores no quadril, entorse nos tornozelos, discrepância no comprimento das pernas, encurtamento da fáscia lata e ter o quadril largo são também fatores que podem em algumas vezes afetar o caminhar e sobrecarregar as bursas e os tendões e levar a uma bursite no quadril.

Quais os sinais e sintomas

Os sintomas mais comuns que podem ocorrer durante uma bursite no quadril são:

  • Dor na região lateral do quadril que pode aumentar de intensidade quando se está muito tempo de pé ou deitado de lado;
  • Dor ao toque;
  • Inchaço;
  • Dor que irradia para a coxa.

Se esta doença não for tratada, pode tornar-se crônica, sendo cada vez mais difícil de tratar e de controlar os sintomas.

Quais os exercícios recomendados

Os exercícios recomendados para a bursite no quadril têm a finalidade de fortalecer os músculos da região glútea, sobretudo os músculos afetados e também os músculos do membro inferior.

1. Fazer a ponte

O que é bursite no quadril e quais os exercícios recomendados

Fazer a ponte com o quadril, ajuda a trabalhar músculos como os flexores do quadril, glúteos, isquiotibiais e quadríceps, que são muito importantes para suportar as articulações da anca, sendo por isso um bom exercício para fortalecer o quadril.

Para fazer este exercício, a pessoa deve começar por se deitar de costas com os pés no chão e as pernas curvadas e de seguida elevar apenas o quadril, de forma a formar uma linha reta entre os ombros e os joelhos. Depois, deve retomar lentamente a posição anterior e fazer 5 séries de 20 repetições.

De forma a aumentar a dificuldade e conseguir melhores resultados, podem fazer-se 5 séries com mais repetições.

2. Elevar as pernas de lado

O que é bursite no quadril e quais os exercícios recomendados

Este exercício ajuda a fortalecer e desenvolver a banda íliotibial, que se localiza na parte exterior da coxa e ajuda também a fortalecer os glúteos.

Para fazer este exercício, a pessoa deve deitar-se para o lado direito, esticando o braço direito para ajudar no equilíbrio durante o exercício e levantar a perna direita para cima o máximo possível e voltar a descer em direção da outra perna. O ideal é realizar 4 séries de 15 repetições em cada perna.

3. Fazer círculos com as pernas

O que é bursite no quadril e quais os exercícios recomendados

Este exercício ajuda a melhorar a amplitude do movimento, flexibilidade e força em todos os músculos que tornam possível a rotação do quadril e da perna, como os flexores do quadril e os glúteos.

Para realizar este exercício corretamente, a pessoa deve começar por se deitar de costas com as pernas esticadas. De seguida, deve elevar ligeiramente a perna direita e fazer pequenos círculos, mantendo-a sempre esticada. Devem realizar-se 3 séries de 5 rotações em cada perna.

4. Elevar as pernas de pé

O que é bursite no quadril e quais os exercícios recomendados

Com uma cadeira à frente para se apoiar ou com a ajuda de alguém, a pessoa deve levantar uma das pernas dobradas enquanto a outra permanece esticada e depois repetir o movimento com a outra perna e ir alternando as duas, fazendo cerca de 3 séries de 15 repetições.

De forma a obter melhores resultados, estes exercícios devem ser realizados cerca de 4 a 5 vezes por semana.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico é feito mediante avaliação física, em que o médico avalia a sensibilidade na região, analisa os sintomas descritos pela pessoa e realiza testes de força dos músculos relacionados com essa região. A avaliação pode tornar-se dolorosa porque durante a execução ocorre tensionamento dos tendões e compressão das bursas inflamadas.

A deteção da inflamação pode ainda ser feita através de exames como ultrassom ou ressonância magnética. Também se pode realizar  um raio-X, de forma a excluir uma possível suspeita de outro tipo de lesão, como uma fratura por exemplo, ou perceber se há algum fator relacionado com a bursite no quadril.

ultrassom  e ressonância magnética

Em que consiste o tratamento

A bursite no quadril tem cura e o tratamento pode ser feito com repouso da articulação o máximo de tempo possível, aplicação de gelo no local e se necessário, uso de remédios anti-inflamatórios não esteróides como ibuprofeno ou naproxeno, para aliviar a dor e o inchaço ou os analgésicos naturais referidos no vídeo seguinte:

A fisioterapia é uma ótima opção de tratamento, porque geralmente são obtidos bons resultados, porque reduz o processo de inflamação, alivia a dor e diminui a sobrecarga sobre as bursas inflamadas.

Além disso, em casos mais graves, o médico pode também administrar uma injecção com corticosteróides ou uma infiltração, que consiste numa injeção local de medicamento anestésico. Embora seja raro, pode ser necessário recorrer a cirurgia em que a bursa inflamada é retirada e faz-se também a liberação dos tecidos da região lateral do quadril e reparação dos tendões lesionados. Veja mais sobre o tratamento da bursite.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...