Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça os riscos do Bronzeamento Artificial para saúde

O bronzeamento artificial é aquele que é feito numa câmara de bronzeamento artificial e produz resultados semelhantes aos que ocorrem quando a pessoa se expõe ao sol, ficando a pele mais dourada e mais escura. No entanto, esta prática traz riscos para saúde quando é usado de forma incorreta ou quando é feito de forma regular, tendo os mesmos efeitos nocivos da exposição solar em horários inapropriados porque também contém raios UVA e UVB.

Apesar de geralmente ser utilizado em sessões curtas com menos de 20 minutos, mesmo que a pessoa não saia da sessão com a pele vermelha os efeitos nocivos ocorrem e apesar de poder levar alguns anos para se manifestar são muito graves.

Conheça os riscos do Bronzeamento Artificial para saúde

Os principais riscos para a saúde do bronzeamento em câmaras artificiais são:

1. Câncer de pele

O desenvolvimento do câncer de pele é um dos principais riscos desse tipo de bronzeamento devido a presença da luz ultravioleta que o equipamento produz. Quanto mais tempo a pessoa utiliza esse tipo de bronzeamento, maiores são as chances de desenvolver câncer.

Os primeiros sinais de câncer de pele podem demorar anos para surgir mas incluem manchas que mudam de cor, de tamanho ou de forma e por isso em caso de suspeita deve-se ir ao dermatologista para que ele veja e solicite uma biópsia em caso de suspeita.

2. Envelhecimento

Os raios UVA penetram nas camadas mais profundas da pele afetando as fibras de colágeno e elastina e a tendência é a pessoa ficar com uma aparência mais envelhecida e com tendência a desenvolver pequenas manchinhas escuras na pele. As rugas e linhas de expressão se intensificam e deixam a pessoa com uma aparência mais cansada e envelhecida.

3. Problemas de visão

Estes podem surgir especialmente se a sessão de bronzeamento artificial for realizada sem óculos de proteção. Os raios ultravioletas penetram na pupila e na retina causando alterações como catarata mesmo se a pessoa estiver somente com os olhos fechados mas sem o óculos de proteção.

4. Queimaduras

Ficar mais de 10 minutos numa câmara de bronzeamento artificial pode causar graves queimaduras em toda região exposta aos raios. Por isso a pessoa pode ficar com a pele vermelha e ardendo como se tivesse ficado muito tempo no sol. A marquinha do bikini ou da sunga são as provas de que a pele foi agredida e quanto mais vermelha a pele estiver, mais grave é a queimadura. 

Como ficar bronzeada de forma segura

O uso de cremes auto-bronzeadores, com dihidroxiacetona, é uma excelente opção para bronzear a pele durante todo o ano e sem colocar a saúde em risco. 

Estes produtos não estimulam a produção da melanina, que é o pigmento que dá cor à pele, apenas tingem a camada mais superficial da pele e, por isso, não são agressivos. Estas forma de bronzeamento deixa a pele dourada e não queimada ou avermelhada como pode acontecer com exposição prolongada ao sol ou com as câmaras de bronzeamento artificial. Veja como usar o autobronzeador sem manchar a pele.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...