Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Bronzeamento a jato: como é feito, como funciona e cuidados

Revisão médica: Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
dezembro 2022
  1. Como é feito
  2. Como funciona
  3. Preparo
  4. Cuidados após

O bronzeamento a jato, também conhecido como bronzeamento com spray, é uma ótima opção para ter a pele bronzeada de forma natural, sem ficar exposto ao sol, podendo ser realizado quantas vezes a pessoa achar necessário, pois não possui contraindicações e nem risco para a saúde.

Anteriormente, o bronzeamento artificial era feito em câmaras de bronzeamento, no entanto, o seu uso foi proibido pela ANVISA em 2009 devido aos riscos para a saúde, como por exemplo queimaduras, envelhecimento da pele, problemas de visão e, até mesmo, aumentar o risco de câncer de pele. Veja mais quais são os riscos do bronzeamento artificial.

O bronzeamento a jato pode ser feito em clínicas de estética ou dermatológicas, isso porque é possível ter o controle melhor do nível de bronze que se deseja obter, e dura na pele até 10 dias, sendo importante alguns cuidados antes de realizar o procedimento, como fazer uma esfoliação da pele, além de hidratar a pele e evitar banhos muito quentes após o bronzeamento.

Imagem ilustrativa número 2

Como é feito o bronzeamento a jato

O bronzeamento a jato é feito aplicando um produto bronzeador contendo dihidroxiacetona (DHA), que é colocado em um recipiente que está acoplado a um compressor, havendo a pulverização do produto de forma homogênea na pele.

O tempo de bronzeamento a jato é cerca de 20 minutos para a plicação do produtos e 10 minutos para secagem da pele.

O início do efeito do produto de bronzeamento a jato, é de cerca de 3 horas após sua aplicação, se intensificando ao longo de 7 horas, garantindo um bronze dourado na pele.

Como funciona

O produto do bronzeamento a jato possui em sua composição uma substância chamada dihidroxiacetona, ou DHA, que reage com proteínas e aminoácidos presentes na superfície das células da pele, levando à produção de um pigmento responsável pelo bronzeamento, a melanoidina.

Esse pigmento não confere danos à pele, mas apenas altera sua cor, deixando mais bronzeada, com um aspecto natural.

Como se preparar

É importante que antes da realização do procedimento a pessoa tenha alguns cuidados, como:

  • Remover todos os acessórios, como brincos, anéis, pulseiras, relógio, piercing ou colar, por exemplo.
  • Não aplicar sobre a pele maquiagem, óleos, cremes hidratantes, desodorante ou perfume;
  • Fazer uma esfoliação da pele pelo menos 6 horas antes, para remover as células mortas presentes na pele e, assim, garantir resultados mais duradouros;
  • Tomar banho com sabonete líquido de pH neutro, antes do bronzeamento;
  • Usar roupas leves e largas, e sandálias no dia do procedimento.

Além disso, no caso da pessoa querer fazer depilação ou clareamento dos pêlos, a recomendação é que isso seja feito pelo menos 48 horas antes do bronzeamento a jato. 

Cuidados após a aplicação

Após a aplicação do produto de bronzeamento a jato, é importante:

  • Não colocar a roupa nos próximos 20 minutos, para evitar manchas;
  • Não tomar banho nas próximas 7 horas, pois o produto continua agindo na pele por cerca de 7 horas e, caso seja removido antes, o efeito pode não ser o esperado;
  • Evitar praticar exercícios físicos ou atividades que aumentam a produção de suor, por pelo menos 7 horas após a aplicação do produto;
  • Evitar friccionar a pele com a toalha após o banho ou usar esfoliantes ou descolorantes de pêlos, pois aumenta a descamação da pele, podendo causar manchas;
  • Evitar sauna, piscina ou banho de mar, pois podem causar manchas na pele ou diminuir a duração do bronze;
  • Manter a pele sempre hidratada, aplicando uma loção hidratante indicada pelo dermatologista ou esteticista, após o bronzeamento a jato;
  • Evitar tomar banhos quentes e usar óleos corporais, pois assim é possível manter o bronzeado por mais tempo.

É importante também que a pessoa use protetor solar, pois o pigmento produzido não confere proteção contra os raios do sol, o que pode levar ao aparecimento de manchas na pele, por exemplo.

Desvantagens do bronzeamento a jato

Apesar de ser uma forma prática e rápida de ter a pele bronzeada, os resultados do bronzeamento a jato não são muito duradouros, podendo durar até 10 dias após a aplicação.

Além disso, o produto pode manchar toalhas e roupas, mesmo que o produto já tenha secado e a pessoa tenha seguido as recomendações dadas pela clínica de estética, como hidratação da pele, por exemplo.

Isso faz com que sejam necessárias mais sessões de bronzeamento a jato, o que torna o procedimento mais caro.

Como bronzear a pele naturalmente e por mais tempo

Para garantir o bronzeado da pele por mais tempo uma opção é fazer uso de autobronzeador em casa, pois assim é possível ter o controle do nível de bronze ao longo do dia e, caso a cor esteja saindo, pode-se aplicar mais creme sem encarecer o procedimento. Saiba como usar o autobronzeador corretamente.

Além disso, para manter a pele bronzeada é recomendado pegar sol utilizando protetor solar, hidratar bem a pele, fazer esfoliações regularmente e comer alimentos ricos em betacarotenos, como cenoura e beterraba, por exemplo. Veja o que fazer para se bronzear mais rápido.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em dezembro de 2022. Revisão médica por Drª. Aleksana Viana - Dermatologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • AMANO, K.; et al. A colorimetric comparison of sunless with natural skin tan. PLoS One. 15. 12; e0233816, 2020
  • MEHTA, R.; et al. Exogenous exposure to dihydroxyacetone mimics high fructose induced oxidative stress and mitochondrial dysfunction. Environ Mol Mutagen. 62. 3; 185-202, 2021
Mostrar bibliografia completa
  • BRAUNBERGER, T. L.; et al. Dihydroxyacetone: A Review. J Drugs Dermatol. 17. 4; 387-391, 2018
Revisão médica:
Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
Especialista em Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em 2007 com registro profissional no CRM/PE – 16907.