Trigo Sarraceno: o que é, benefícios e como usar

dezembro 2021

O trigo sarraceno na verdade é uma semente, e não um cereal como o trigo comum. Ele também pode ser conhecido como trigo mourisco, possui casca bastante dura e cor rosa escura ou castanha, estando presente principalmente no sul do Brasil.

A grande diferença e vantagem do trigo sarraceno é que ele não possui glúten, podendo ser usado para substituir a farinha comum em preparações de bolos, pães, tortas e salgados. Além disso, devido ao seu alto teor nutritivo, ele também pode ser consumido no lugar do arroz ou usado para incrementar saladas e sopas, por exemplo.

Seus principais benefícios para a saúde são:

  1. Melhorar a circulação sanguínea, por ser rico em rutina, nutriente que fortalece os vasos sanguíneos;
  2. Reduzir o risco de hemorragias, por fortalecer os vasos sanguíneos;
  3. Fortalecer os músculos e o sistema imunológico, devido ao seu alto teor de proteínas;
  4. Prevenir doenças e o envelhecimento precoce, devido à presença de antioxidantes como os flavonoides;
  5. Melhorar o trânsito intestinal, devido ao seu teor de fibras;
  6. Prevenir doenças cardiovasculares, por possuir gorduras boas;
  7. Reduzir a produção de gases e a má digestão especialmente em pessoas intolerantes, por não conter glúten.

Esses benefícios são obtidos principalmente através do consumo do trigo sarraceno integral, que é mais rico em fibras, vitaminas e minerais. Ele pode ser encontrado na forma mais inteiro, como um farelo, ou na forma de farinha fina. 

Além disso, devido ao seu alto teor nutritivo, ele também pode ser consumido no lugar do arroz ou usado para incrementar saladas e sopas.

Informação Nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de trigo sarraceno inteiro e em forma de farinha.

NutrienteGrão inteiroFarinha
Energia:343 kcal335 kcal
Carboidrato:71,5 g70,59 g
Proteína:13,25 g12,62 g
Gordura:3,4 g3,1 g
Fibras:10 g10 g
Magnésio:231 mg251 mg
Potássio:460 mg577 mg
Ferro:2,2 mg4,06 mg
Cálcio:18 mg41 mg
Selênio:8,3 mg5,7 mg
Zinco:2,4 mg3,12 mg

O trigo sarraceno pode ser usado para substituir a farinha de trigo ou grãos como arroz e aveia, podendo ser consumido na forma de mingau ou adicionado em preparações como caldos, sopas, pães, bolos, massas e saladas.

Como usar

Para usar o trigo sarraceno no lugar do arroz, na salada ou em sopas, não precisa deixá-lo de molho antes do seu cozimento. Em receitas de pães, bolos e massas, em que o trigo sarraceno será usado no lugar da farinha tradicional, deve-se usar 2 medidas de água para 1 medida de trigo.

Veja a seguir duas receitas com o trigo sarraceno.

Panqueca de Trigo Sarraceno

Ingredientes:

  • 250 ml de leite
  • 1 xícara de farinha de trigo sarraceno
  • 2 pitadas de sal
  • 1 colher de sopa de linhaça hidratada em ¼ de xícara de água
  • 3 colheres de sopa de azeite

Modo de preparo:

Bater todos os ingredientes no liquidificador e prepare as panquecas na frigideira. Rechear a gosto.

Pão de Trigo Sarraceno

Ingredientes:

  • 1 + 1/4 xícaras de água
  • 3 ovos
  • 1/4 xícara de azeite de oliva
  • 1/4 xícara de castanhas ou amêndoas
  • 1 xícara de farinha de trigo sarraceno
  • 1 xícara de farinha de arroz, de preferencialmente integral
  • 1 colher de sobremesa de goma xantana
  • 1 colher de café de sal
  • 1 colher de sopa de açúcar demerara, mascavo ou de coco
  • 1 colher de sopa de sementes de chia ou linhaça
  • 1 colher de sopa de sementes de girassol ou gergelim
  • 1 colher de sopa de fermento químico

Modo de preparo:

Bater no liquidificador a água, os ovos e o azeite. Adicionar o sal, o açúcar, as castanhas, a goma xantana e as farinhas de trigo sarraceno e de arroz. Continuar batendo até homogeneizar. Colocar a massa em uma tigela e adicionar as sementes. Adicionar o fermento e misture com uma colher ou espátula. Aguardar alguns minutos para massa crescer antes de colocá-la em uma forma untada. Levar ao forno pré aquecido a 180°C por aproximadamente 35 minutos ou até o pão estar assado.

Para saber se precisa fazer uma dieta sem glúten, veja 7 sinais que você pode ter intolerância ao glúten.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Tatiana Zanin - Nutricionista, em dezembro de 2021.

Bibliografia

  • NUTRITION VALUE. Buckwheat. Disponível em: <https://www.nutritionvalue.org/Buckwheat_nutritional_value.html?size=100+g>. Acesso em 30 dez 2021
  • NUTRITION VALUE. Buckwheat flour, whole-groat. Disponível em: <https://www.nutritionvalue.org/Buckwheat_flour%2C_whole-groat_nutritional_value.html>. Acesso em 30 dez 2021
Mostrar bibliografia completa
  • CHRISTA, Karolina; SORAL-ŚMIETANA, Maria. Buckwheat Grains and Buckwheat Products – Nutritional and Prophylactic Value of their Components – a Review. Czech J. Food Sci.. Vol.26. 3.ed; 153-162, 2008
  • Fundació Alícia. Recetario a base de cereales y otros granos. Sant Fruitós de Bages: Idibaps, 2009. 32-33.
  • NURCAN, Yabansi et al. Buckwheat: A Useful Food and Its Effects on Human Health. Current Nutrition & Food Science. Vol.16. 1.ed; 29-34, 2020
  • MAHATA, Debasis. Importance of buckwheat (Fagopyrum esculentum Moench). International Journal of Chemical Studies. Vol.6. 5.ed; 2121-2125, 2018
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.