10 principais benefícios da drenagem linfática

Revisão clínica: Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
maio 2021

A drenagem linfática consiste em uma massagem com movimentos suaves, mantidas num ritmo lento, para evitar o rompimento dos vasos linfáticos e que tem como objetivo estimular e facilitar a passagem da linfa pelo sistema circulatório. Veja como é feita a drenagem linfática.

A linfa é um líquido que circula no corpo, limpando o sangue de impurezas e desempenhando o seu papel imunitário, juntamente com os anticorpos do sangue, porém, pode ficar acumulada em excesso nos tecidos, podendo, em alguns casos, causar inchaço e dor.

Assim, ao estimular e melhorar a circulação, a drenagem linfática garante diversos benefícios para a saúde, como diminuição do inchaço e das celulites e melhora do processo de cicatrização, por exemplo. Os principais benefícios da drenagem linfática são:

1. Combater o inchaço

A drenagem linfática ajuda a reduzir o inchaço e a retenção de líquidos, porque, através das massagens, ajuda drenar líquidos e toxinas até aos gânglios linfáticos, facilitando a sua eliminação.

2. Combater a celulite

Uma vez que a retenção de líquidos contribui para a formação de celulite, ao promover a eliminação dos líquidos, é possível combater também a celulite. Porém, é recomendado associar outros métodos, para que a sua eliminação seja mais eficaz.

3. Ajudar na recuperação de lesões

A drenagem linfática contribui para a recuperação de lesões musculares e articulares, já que favorece a tonificação dos músculos e promove a oxigenação dos tecidos.

4. Favorecer a cicatrização

A drenagem linfática ajuda a reduzir o edema e melhora a irrigação sanguínea, o que contribui para uma mais rápida cicatrização dos tecidos.

5. Reduzir hematomas

Além de acelerar a cicatrização, a redução do edema e o aumento da circulação sanguínea promovidas pela drenagem linfática, também contribui para a redução de hematomas.

6. Melhorar a circulação sanguínea

A drenagem linfática estimula a microcirculação e reduz o inchaço, o que contribui para melhorar a circulação sanguínea, reduzindo a sensação de pernas pesadas e evitando o aparecimento de vasinhos.

7. Oxigenar os tecidos

A ativação da microcirculação e a eliminação de líquidos promovida pela drenagem linfática, contribui para uma oxigenação dos tecidos mais eficiente, já que o oxigênio chega mais facilmente às células.

8. Eliminar toxinas

O sistema linfático auxilia o organismo a eliminar toxinas, por isso, a drenagem linfática, ao promover o transporte dos líquidos para os gânglios linfáticos, torna este processo mais eficaz.

9. Melhorar a auto-estima

Ao reduzir a retenção de líquidos, a drenagem linfática ajuda a modelar o corpo, deixando a pessoa mais confiante com o seu corpo, melhorando a auto-estima e a qualidade de vida.

10. Prevenir aderências cicatriciais após a cirurgia plástica

A drenagem linfática favorece a regeneração organizada das fibras, evitando que a cicatriz fique colada.

A drenagem linfática deve ser aplicada por um profissional competente que saiba utilizar as técnicas corretamente. As manobras que podem ser usadas incluem movimentos circulatórios com os dedos, círculos com o polegar, pressão e deslizamento em forma de bracelete, ou movimento de bombeamento. A drenagem pode ser feita em todo corpo, ou somente numa área de tratamento, dependendo da necessidade que a pessoa apresenta.

Quando é indicada

A drenagem linfática manual pode ser útil para eliminar qualquer tipo de inchaço no rosto ou no corpo que possa surgir nas mais variadas situações. Quando a técnica é realizada com precisão, permite eliminar o excesso de líquido que evidencia o inchaço, devolvendo-o para a corrente sanguínea, que após ser filtrado através dos rins, pode ser eliminado na urina. Assim, a drenagem linfática é indicada nos seguinte casos:

  • Durante a gravidez;
  • Após cirurgia plástica;
  • Após o tratamento do câncer para combater o linfedema;
  • Lesões e traumatismos nos músculos, tendões ou articulações;
  • Durante o período menstrual;
  • Após qualquer cirurgia;
  • Em caso de celulite;
  • Devido ao consumo excessivo de sal e pouca ingestão de água.

A drenagem linfática pode ser realizada com as mãos ou com o uso de aparelhos específicos para drenagem, presente em alguns consultórios. Apesar de ter vários benefícios, a drenagem linfática não é indicada na presença de acne severa, graus 3 ou 4, porque pode piorar as lesões, ou quando existem feridas abertas, porque podem infeccionar. Além disso, após a cirurgia plástica, a técnica só deve ser realizada após a liberação do cirurgião plástico, normalmente após 24 ou 48 horas da cirurgia.

Veja no vídeo a seguir mais indicações da drenagem linfática e como fazer a drenagem no rosto:

É possível fazer drenagem em caso de câncer?

É possível realizar a drenagem linfática manual com um fisioterapeuta, mesmo em caso de câncer, e mesmo após a retirada de gânglios linfáticos, como acontece em caso de câncer de mama, por exemplo.

A drenagem linfática não espalha as células cancerígenas, mas deve ser feita com técnica específica, porque o sistema linfático passa a funcionar de forma diferente após a retirada de linfonodos, e a técnica mal aplicada pode ser danosa para o paciente, causando ainda mais desconforto. Assim, apesar de ser possível realizar a drenagem linfática em caso de câncer, deve-se ter cautela na escolha do profissional, não sendo aconselhada a utilização de aparelhos, ou pressoterapia porque seu modo de atuação não pode ser modificado, como acontece com as mãos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em maio de 2021. Revisão clínica por Marcelle Pinheiro - Fisioterapeuta, em maio de 2021.

Bibliografia

  • CORTEZ, Lohaina Benson C. A. de Melo. Efeitos sistêmicos da drenagem linfática. Pós-graduação em Fisioterapia Dermato-Funcional , Faculdade Ávila.
  • LEDUC, Albert; LEDUC, Olivier.. Drenagem Linfática: Teoria e prática. 3ª edição. São Paulo: Manole, 2007.
Revisão clínica:
Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
Formada em Fisioterapia pela UNESA em 2006 com registro profissional no CREFITO- 2 nº. 170751 - F e especialista em dermatofuncional.

Tuasaude no Youtube

  • Como fazer drenagem linfática no rosto

    03:40 | 323592 visualizações