Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é azotemia e principais sintomas

Azotemia é uma alteração bioquímica caracterizada pela presença de altas concentrações de produtos nitrogenados, como ureia, creatinina, ácido úrico e proteínas, no sangue, soro ou plasma, e que podem interferir na taxa de filtração glomerular e, consequentemente, levar a danos progressivos e possivelmente definitivos aos rins.

Essa alteração pode ser resultado de qualquer condição que interfira na circulação sanguínea para os rins, como por exemplo insuficiência cardíaca, desidratação, hemorragia ou tumores do trato urinário, por exemplo. É importante que o nível dessas substâncias seja identificado de forma rápida para que o médico possa iniciar o tratamento adequado para o caso. Saiba como é feito o exame para identificar a ureia e a creatinina no sangue.

O que é azotemia e principais sintomas

Principais causas

A azotemia pode ser classificada de acordo com a sua causa em:

  1. Azotemia pré-renal: O acúmulo de substâncias nitrogenadas ocorre devido a situações que diminuam o volume sanguíneo, interferindo na chegada de sangue aos rins, como por exemplo insuficiência cardíaca, desidratação aguda, hemorragia, dieta rica em proteínas e aumento da concentração de cortisol devido a alguma doença de base.  
  2. Azotemia renal: Nesse tipo de azotemia ocorre o acúmulo de substâncias nitrogenadas devido à falha no processo de excreção dessas substâncias pelos rins, levando ao aumento da concentração de ureia e creatinina no plasma. A azotemia renal normalmente acontece devido à insuficiência renal, necrose tubular e glomerulonefrite.
  3. Azotemia pós-renal: Esse tipo de azotemia é caracterizado pelo aumento desproporcional da ureia em relação à creatinina devido a alterações do fluxo urinário ou obstrução das vias excretoras, podendo ser causada por nefrolitíase ou tumor no sistema urinário, por exemplo.

A presença de ureia e creatinina no sangue são normais, no entanto quando há qualquer alteração nos rins ou que interfira na circulação sanguínea, a concentração dessas substâncias pode aumentar de modo a ser tóxico para o organismo, podendo resultar em danos definitivos aos rins.

Sintomas de azotemia

A azotemia pode apresentar alguns sintomas, sendo, nesses casos, denominada de uremia. Os principais sintomas são:

  • Diminuição do volume total de urina;
  • Pele pálida;
  • Sede e boca seca;
  • Cansaço excessivo;
  • Tremor;
  • Falta de apetite;
  • Dor abdominal.

Além desse sintomas, pode haver ainda dificuldade de concentração e atenção, confusão mental e alteração na cor da urina.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da azotemia é feito por meio de exames laboratoriais, principalmente a dosagem de ureia e creatinina no sangue. Além disso, é importante que sejam verificados os níveis de proteínas totais e ácido úrico no sangue, além da realização de exame urina de 24 horas, que permite avaliar a função dos rins.

Como tratar

O tratamento da azotemia tem como objetivo diminuir a concentração dos compostos nitrogenados no sangue e aliviar qualquer outro sintoma associado, evitando danos permanentes aos rins. Assim, de acordo com a causa e tipo da azotemia, o nefrologista pode indicar o melhor tipo de tratamento.

O médico pode recomendar a administração diretamente na veia de líquidos com o objetivo de aumentar o volume sanguíneo e, assim, diminuir a concentração dos compostos nitrogenados no sangue. Além disso, pode ser recomendado pelo médico, o uso de medicamentos diuréticos, que diminuam a concentração de potássio no sangue ou antibióticos, caso haja alguma infecção que possa causar a azotemia.

É importante manter os hábitos saudáveis, com a prática regular de exercícios e alimentação saudável, diminuindo o consumo de alimentos ricos em potássio e proteínas, além de aumentar o consumo de vegetais.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Carregando
...