Artrose no joelho: o que é, sintomas, causas e tratamento

A artrose no joelho é uma situação caracterizada pelo desgaste da articulação do joelho, o que leva a uma inflamação do local, resultando em sintomas como dor, vermelhidão e inchaço do joelho e dificuldade para andar, abaixar e movimentar o joelho. Com o passar do tempo, é natural que a artrose vá piorando e, por isso, podem começar a surgir sintomas mais sérios como deformidades da articulação e muitas dores, fazendo com que o paciente tenha dificuldade para andar e maior tendência a mancar.

Essa situação é mais comum de acontecer em pessoas mais velhas, devido ao desgaste natural das articulações, no entanto pode ser também consequência de pancadas fortes no joelho ou doenças inflamatórias, por exemplo.

É importante que após a identificação dos sintomas da artrose, o ortopedista seja consultado para que possam ser realizados exames para confirmar a alteração e iniciado o tratamento mais adequado, que pode envolver o uso de remédios, a realização de fisioterapia e, nos casos mais graves, cirurgia.

Artrose no joelho: o que é, sintomas, causas e tratamento

Sintomas de artrose no joelho

Os sintomas de artrose no joelho surgem devido ao desgaste da articulação do joelho, sendo os principais:

  • Dor no joelho após esforços, podendo melhorar com o repouso;
  • Rigidez ao se levantar da cama de manhã ou após longos períodos de repouso que melhora após 30 minutos;
  • Presença de estalos ao movimento ou “crepitações"
  • Inchaço e calor, geralmente na fase inflamatória
  • Sensação de aumento de tamanho do joelho, devido ao crescimento dos ossos ao redor do joelho
  • Movimentos mais limitados, especialmente esticar o joelho totalmente
  • Dificuldade em apoiar a perna no chão
  • Músculos da coxa mais fracos e mais atrofiados.

É comum que os dois joelhos sejam afetados, no entanto os sintomas podem ser diferentes entre eles, uma vez que o grau de comprometimento de cada articulação pode variar.

Na presença de sintomas possivelmente indicativos de artrose no joelho, é importante que o ortopedista seja consultado para que seja feito o diagnóstico, identificada a possível causa e iniciado o tratamento mais adequado.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da artrose no joelho deve ser feito pelo ortopedista a partir da avaliação dos sintomas apresentados pela pessoa, além da realização de exame físico, em que são realizados movimentos com o joelho com o objetivo de verificar a mobilidade, presença de estalos e de dor, assim como a sua intensidade.

Além disso, pode ser indicada a realização de exames de imagem, como o raio-X, tomografia computadorizada, ressonância magnética e/ ou ultrassom do joelho para avaliar o grau de desgaste da articulação, as características e descartar outras doenças.

Principais causas

As principais causas da artrose no joelho podem ser:

  • Desgaste natural da articulação, que ocorre devido à idade;
  • Estar muito acima do peso;
  • Traumatismo direto, como cair de joelhos, por exemplo;
  • Doença inflamatória associada ao uso indevido da articulação.

Este problema afeta principalmente pessoas com mais de 45 anos, mas, se a pessoa estiver muito acima do peso ou tiver alguns destes fatores de risco, por exemplo, pode desenvolver uma artrose ainda jovem, por volta dos 30 anos de idade.

Como é feito o tratamento

O tratamento para artrose no joelho deve ser orientado pelo ortopedista e pode envolver o uso de medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios e suplementos alimentares que ajudam na restauração da articulação. Além disso, é importante realizar fisioterapia e, nos casos mais graves, pode-se recorrer à infiltração com corticoides ou até mesmo a uma cirurgia, que pode ser uma artroscopia, por exemplo.

1. Fisioterapia para artrose

A fisioterapia para artrose no joelho deve ser realizada todos os dias, nos momentos de maior dor. O fisioterapeuta deverá avaliar a articulação e traçar o melhor tratamento, respeitando as limitações do indivíduo. Nas sessões pode-se utilizar aparelhos anti-inflamatórios, exercícios de alongamento muscular e de fortalecimento.

Alguns exemplos de exercícios para artrose no joelho são o alongamento dos músculos das pernas, que pode ser feito sozinho pelo próprio paciente ou com a ajuda do fisioterapeuta, e andar de bicicleta. Mas, é importante que seja o fisioterapeuta a indicar estes exercícios, pois, quando realizados de forma errada ou quando a articulação ainda encontra-se muito dolorida, eles podem agravar a doença. Veja mais sobre os exercícios para artrose no joelho.

2. Cirurgia

A cirurgia é indicada nos casos em que o uso de remédios e a fisioterapia não são suficientes, não sendo notada melhora dos sintomas e piora para realizar atividades simples, como andar, abaixar ou subir escadas, por exemplo.

A operação pode ser feita retirando o joelho e colocando uma prótese em seu lugar. Depois disso a pessoa geralmente se recupera completamente, mas é preciso fazer sessões de fisioterapia se acelerar a recuperação. Saiba como é feita e quanto tempo demora a recuperação.

3. Tratamento natural

Um bom tratamento natural para artrose no joelho é utilizar o cataplasma de linhaça morno sobre a articulação, ao final do dia. Basta fazer uma trouxinha com um tecido limpo e fino com 3 colheres de sementes de linhaça e aquecer no micro-ondas por 1 ou 2 minutos, até que ela fique morna. Depois aplique nos joelhos de 10 a 15 minutos. Confira algumas opções de remédios caseiros para artrose.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: