Artroplastia de quadril: quando é indicada, cuidados e dúvidas comuns

Revisão médica: Dr. Francisco Couto Valente
Ortopedista
março 2022

A artroplastia de quadril é uma cirurgia ortopédica que consiste na remoção e substituição de partes da articulação do quadril e/ou do fêmur por uma prótese de metal, de polietileno ou de cerâmica, geralmente indicada nos casos de osteoartrite, artrite reumatóide ou osteonecrose, quando outras opções de tratamento não foram eficazes para controlar a dor.

Essa cirurgia deve ser indicada pelo ortopedista e realizada com anestesia geral, sendo que o tempo de recuperação geralmente é de 6 meses, mas pode variar de pessoa para pessoa, e também de acordo com as partes substituídas do quadril, que pode ser total ou parcial.

A artroplastia de quadril ajuda a aliviar a dor, melhorar os movimentos e a qualidade de vida, sendo importante seguir todos os cuidados para sua recuperação, com orientação médica, como tomar os remédios e realizar fisioterapia.

 

Quando é indicada 

A artroplastia do quadril é indicada pelo ortopedista para o tratamento de doenças ou condições que afetam a articulação do quadril e/ou do colo do fêmur, como:

  • Osteoartrite;
  • Artrite reumatóide;
  • Osteonecrose;
  • Fratura de quadril ou do colo do fêmur;
  • Tumor na articulação do quadril.

Essa cirurgia, geralmente, é indicada pelo médico quando a dor no quadril reduz a qualidade de vida, afetando o sono e o repouso, ou as atividades do dia a dia, como caminhar, subir e descer escadas, por exemplo, e quando outras opções de tratamento não-cirúrgicas não foram eficazes para aliviar os sintomas.

Como se preparar para a cirurgia

Alguns cuidados são importantes para se preparar para a cirurgia como esclarecer com o médico todas as dúvidas sobre a cirurgia e a recuperação, além de informar todos os medicamentos, vitaminas e suplementos nutricionais que toma com frequência, pois alguns podem afetar a recuperação, interferir na anestesia ou aumentar o risco de formação de coágulos ou de sangramento. Deve informar também se tem alguma alergia ou outro problema de saúde.

Além disso, no caso de pessoas que têm o hábito de fumar, é recomendado parar de fumar pelo menos 1 mês antes da cirurgia e 2 meses após, para não interferir na recuperação e na cicatrização dos tecidos.

Antes de realizar a cirurgia, o médico deve solicitar exames de risco cirúrgico, exames de sangue para avaliar o estado de saúde geral e exames de imagem do quadril, como raio X ou ressonância magnética.

Como é feita a cirurgia

A artroplastia de quadril é feita pelo cirurgião ortopédico para retirar as partes doentes do quadril e/ou colo do fêmur, sob anestesia no centro cirúrgico, que pode ser um bloqueio regional ou anestesia geral. 

Durante a artroplastia do quadril, o cirurgião faz um corte na parte da frente da coxa, parte posterior ou na lateral da coxa, e retira as partes desgastadas da articulação e substitui pela prótese.

O tempo de duração da cirurgia é de, aproximadamente, 2 horas e meia, mas pode ser mais longa, dependendo das condições da pessoa. Já o tempo de internamento hospitalar pode variar entre 3-5 dias e a fisioterapia deve ser iniciada logo no pós-operatório.

O cirurgião, normalmente, receita analgésicos e anti-inflamatórios, como Paracetamol ou Ibuprofeno, após a cirurgia e enquanto o paciente tiver dores, sendo necessário fazer fisioterapia.

Como é a recuperação

A recuperação após a cirurgia, nos primeiros dias, é feita no hospital, com acompanhamento do cirurgião, do anestesista e do enfermeiro, podendo o tempo de recuperação variar de pessoa para pessoa. Neste período, o médico pode indicar o uso de medicamentos analgésicos, além de ser recomendada a realização de sessões de fisioterapia.

Além disso, o curativo que protege a cicatriz contra infecções será trocado pelo enfermeiro sempre que houver necessidade.

A fisioterapia para artroplastia de quadril deve ser iniciada dentro de 24 horas após a cirurgia para aliviar a dor, diminuir o inchaço, melhorar os movimentos do quadril e fortalecer os músculos. 

1. Cuidados diários

Após a alta hospitalar, alguns cuidados diários devem ser seguidos em casa para ajudar na recuperação da artroplastia do quadril, que geralmente dura cerca de 6 a 12 meses, e durante esse período é importante:

  • Tomar os remédios nos horários certos conforme indicado pelo médico;
  • Deitar de barriga para cima com as pernas abertas. Pode ser útil colocar um travesseiro entre as pernas;
  • Não cruzar as pernas para evitar deslocar a prótese;
  • Evitar girar a perna operada para dentro ou para fora, sobre ela mesma;
  • Não sentar em locais muito baixos: colocar sempre assentos para elevar o vaso sanitário e cadeiras;
  • Evitar deitar de lado sobre a perna operada, especialmente no primeiro mês após a cirurgia;
  • Subir escadas com cuidado, colocando primeiro a perna não operada e depois a operada. Para descer, primeiro vai a perna operada e depois a não operada;
  • Praticar atividades leves, como caminhada nas primeiras semanas, mas atividades como dança, só após 2 meses de recuperação e sob orientação do médico ou fisioterapeuta.

Além disso, é importante manter uma alimentação leve, de fácil digestão e rica em proteína para agilizar a cicatrização dos tecidos, como ovo e carnes brancas, além de leite e seus derivados. Veja outros cuidados para acelerar a recuperação após prótese de quadril.  

A primeira consulta médica após a cirurgia, geralmente é feita dentro de 7-10 dias, para retirar os pontos, avaliar a recuperação, a cicatrização dos tecidos, o posicionamento da prótese e sinais de infecção. 

2. Fisioterapia

A fisioterapia para artroplastia de quadril deve começar no 1º dia após a cirurgia, devendo ser continuada até que a pessoa tenha uma boa recuperação.

O programa de fisioterapia deve incluir orientações para caminhar, sentar, levantar, como usar o andador, além de exercícios para aprender a andar com a prótese, para fortalecer os músculos e para desenvolver o equilíbrio. Saiba como é feita a fisioterapia para prótese de quadril.  

Além disso, o fisioterapeuta também pode indicar o uso de aparelhos elétricos para ativação muscular, e exercícios para o equilíbrio que podem ser realizados dentro da água, na piscina. 

O tratamento fisioterapêutico varia de acordo com o tipo de prótese e da abordagem cirúrgica, por isso, deve ser indicado de forma individualizada. 

Possíveis complicações 

As complicações da artroplastia do quadril são raras, especialmente quando se segue as orientações e os cuidados adequados no pós-operatório da cirurgia. No entanto, algumas complicações podem surgir como:

  • Trombose venosa profunda;
  • Embolia pulmonar;
  • Luxação da prótese;
  • Fratura óssea. 

É importante comunicar ao cirurgião ou procurar o pronto socorro mais próximo imediatamente caso a pessoa apresente dor intensa na perna operada ou febre acima de 38ºC, pois pode indicar uma infecção.

Dúvidas mais comuns sobre a prótese de quadril 

As dúvidas mais comuns da artroplastia de quadril são:

A prótese de quadril sai do lugar? 

Sim. É possível que a prótese se desloque caso a pessoa sente em locais muito baixos, cruze as pernas ou vire as pernas para dentro ou para fora, antes da liberação do médico ou do fisioterapeuta para realizar estas atividades. 

Quanto tempo dura a prótese de quadril? 

Normalmente, a prótese de quadril dura de 20 a 25 anos, havendo necessidade de substituição após esse período, podendo variar de acordo com a atividade do paciente. 

Quando voltar a dirigir? 

Geralmente, o médico libera a condução após 6 a 8 semanas após a cirurgia. 

Quando ter relações sexuais? 

Existe um período mínimo de 4 semanas de espera, mas algumas pessoas se sentem mais confiantes em retornar após 3 a 6 meses. 

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em março de 2022. Revisão médica por Dr. Francisco Couto Valente - Ortopedista, em março de 2022.

Bibliografia

  • FORTIER, L. M.; et al. Activity Recommendations After Total Hip and Total Knee Arthroplasty. J Bone Joint Surg Am. 103. 5; 446-455, 2021
  • PETIS, S.; et al. Surgical approach in primary total hip arthroplasty: anatomy, technique and clinical outcomes. Can J Surg. 58. 2; 128-39, 2015
Mostrar bibliografia completa
  • VARACALLO, M.; LUO, T. D.; JOHANSON, N. A. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Total Hip Arthroplasty Techniques. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK507864/>. Acesso em 07 mar 2022
  • GAFFNEY, C. J.; et al. Perioperative Pain Management in Hip and Knee Arthroplasty. Orthop Clin North Am. 48. 4; 407-419, 2017
Ortopedista
Médico ortopedista formado pela Faculdade Souza Marques em 2011, com CRM.RJ 52.92679-5 e Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia.