Arritmia sinusal: o que é, sintomas e tratamento

setembro 2022

A arritmia sinusal é um tipo de variação da frequência cardíaca que acontece quase sempre relacionada com a respiração, sendo que, quando se inspira, acontece uma aumento do número de batimentos cardíacos e, quando se expira, a frequência tende a diminuir.

Este tipo de alteração é muito comum em bebês, crianças e adolescentes, e não indica qualquer problema, sendo até um sinal de boa saúde cardíaca. No entanto, quando surge em adultos, principalmente em idosos, pode estar relacionada com alguma doença, especialmente hipertensão intracraniana ou cardiopatia aterosclerótica.

Assim, sempre que se identificar algum tipo de alteração do batimento cardíaco, especialmente no adulto, é muito importante consultar um cardiologista, para fazer os exames necessários, que geralmente incluem eletrocardiograma e exames de sangue, de forma a confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado, se necessário.

Principais sintomas

Normalmente pessoas com arritmia sinusal não apresentam qualquer tipo de sintoma, sendo que o diagnóstico geralmente é desconfiado quando se faz uma avaliação da frequência cardíaca e se identifica uma alteração no padrão dos batimentos.

Porém, na maioria dos casos, as alterações da frequência são tão ligeiras que a arritmia pode apenas ser identificada quando se faz um eletrocardiograma de rotina.

Quando a pessoa sente palpitações, isso não significa que se tem algum tipo de problema no coração, podendo até ser uma situação normal e passageira. Ainda assim, se as palpitações acontecerem muito frequentemente, é aconselhado consultar um cardiologista para despistar a presença de alguma doença que precise de tratamento.

Entenda melhor o que são as palpitações e porque podem acontecer.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de arritmia sinusal normalmente é feito pelo cardiologista, através de um eletrocardiograma, que permite avaliar a condução elétrica do coração, identificando todas as irregularidades do batimento cardíaco.

No caso dos bebês e crianças, o pediatra pode até pedir um eletrocardiograma para confirmar que a criança tem a arritmia sinusal, já que isso é um sinal que indica boa saúde cardiovascular e que está presente na maior parte dos jovens saudáveis, desaparecendo na idade adulta.

Como é feito o tratamento

Na maior parte dos casos, a arritmia sinusal não precisa de qualquer tipo de tratamento. Porém, se o médico suspeitar de que pode estar sendo causada por algum outro problema cardíaco, principalmente no caso de idosos, poderá pedir novos exames para identificar a causa específica e, aí, iniciar um tratamento direcionado para a causa.

Confira 12 sinais que podem indicar um problema no coração.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em setembro de 2022. Revisão médica por Drª. Ana Luiza Lima - Cardiologista, em julho de 2022.

Bibliografia

  • MEDICAL NEWS TODAY. What is a sinus arrhythmia?. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/319987.php>. Acesso em 08 out 2019
  • SOOS, Michael P.; MCCOMB, David. Sinus Arrhythmia. StatPearls Publishing, 2019.
Mostrar bibliografia completa
  • HEALTHLINE. Sinus Arrhythmia. Disponível em: <https://www.healthline.com/health/sinus-arrhythmia>. Acesso em 08 out 2019
  • PORTO, Celmo Celeno. Doenças do Coração: Prevenção e Tratamento. 2.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. 323-324.
Revisão médica:
Drª. Ana Luiza Lima
Cardiologista
Médica Cardiologista, formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional nº CRM/PE – 16886.