Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Anorexia infantil: o que é, sintomas e como tratar

A anorexia infantil é um transtorno alimentar no qual a criança se recusa a comer, podendo os sinais e sintomas desse tipo de transtorno surgirem desde o primeiro de vida. Além da recusa alimentar constante, a criança pode apresentar muita ansiedade, vômitos ou fazer jejuns muitos prolongados, por exemplo.

Muitas vezes a recusa alimentar constante é uma forma de ganhar atenção dos pais e, por isso, o fato de haver insistência para comer pode agravar ainda mais os sintomas e levar à anorexia infantil.

É importante que os sinais e sintomas de anorexia na criança sejam identificados logo cedo, pois assim é possível que o pediatra juntamente com o psicólogo consigam estabelecer o melhor tratamento para a criança.

Anorexia infantil: o que é, sintomas e como tratar

Sinais que podem indicar anorexia na criança

Os principais sinais e sintomas que podem indicar anorexia infantil são:

  • Recusa alimentar constante ou em determinadas horas do dia;
  • Fazer jejuns prolongados;
  • Apresentar muita ansiedade;
  • Apresentar tristeza e desinteresse, podendo indicar depressão;
  • Ter fraqueza;
  • Vomitar após comer, em alguns casos;
  • Achar-se gordo, mesmo sendo magro.

Na presença destes sintomas, é recomendado que os pais procurem a orientação do pediatra, para que os sinais e sintomas apresentados pela criança possam ser investigados e possa ser estabelecido o tratamento adequado de forma a promover o desenvolvimento adequado da criança.

Causas da anorexia infantil

A anorexia infantil propriamente dita, em que a criança já esta preocupada com não ganhar peso já desde muito cedo, está muito relacionada ao comportamento e exemplo dos pais, amigos e televisão em relação à comida, principalmente quando já há pessoas com anorexia na família, já que é com eles que a criança pode aprender ou ouvir comentários negativos como que a comida engorda ou que a comida faz mal. 

Além disso, a anorexia infantil também pode estar relacionada a maus tratos verbais e agressividade com a com a criança, ou outras situações em que ela passa a ter uma preocupação precoce com o corpo.

Entretanto, existem outras causas de perda do apetite que são mais comuns, e podem estar associadas a problemas, como:

  • Crescimento dos dentes;
  • Doenças;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Ingestão de medicamentos;
  • Má digestão;
  • Medo de provar algo novo.

Uma outra importante causa de perda do apetite é a presença de maus hábitos alimentares da família, em que não há hora certa para comer, ou quando a criança acostumou a comer apenas guloseimas. Nesta caso, não se trata de uma anorexia propriamente dita, e sim de uma síndrome da alimentação seletiva, situação em que a criança so come alguns alimentos, tendo aversão a outros. Saiba mais sobre o distúrbio da alimentação seletiva.

Além disto, entre os 12 e os 24 meses, é normal que a criança passe a comer bem menos do que comia antes, sendo este um quadro normal chamado de anorexia fisiológica do segundo ano de vida. E para evitar que este quadro se prolongue por mais tempo, é necessário que os pais deixem a criança comer a quantidade de comida que ela quiser, na hora que ela quiser.

Anorexia infantil: o que é, sintomas e como tratar

Como é feito o tratamento

Para tratar a anorexia infantil é importante que a criança seja acompanhada por um psicoterapeuta, pediatra e nutricionista, pois é necessário identificar a causa da anorexia além de promover mudança nos hábitos alimentares da criança. Além disso, como é um processo lento e que pode ser bastante desgastante para a criança, é fundamental que tenha apoio e suporte da família.

O uso de remédios, como antidepressivos, pode ser necessário quando a criança tem uma depressão ou ansiedade graves, e são orientados pelo psiquiatra infantil. A internação pode ser necessária quando a falta de comida causa comprometimento da saúde física da criança, como anemia ou dificuldade para andar, por exemplo.

O tratamento deve ser feito o mais rápido possível, assim que a doença for identificada, pois, apesar de ser passageira na maioria das vezes, a anorexia pode piorar e causar outros transtornos psicológicos mais graves, como transtorno obsessivo compulsivo e depressão grave. 

Como fazer a criança se alimentar melhor

É orientado oferecer à criança uma alimentação saudável e equilibrada, no entanto é importante deixar a criança comer a quantidade de comida que quiser, sendo uma forma de deixá-la mais confortável com a comida. Dessa forma, é possível que a criança tenha em mente que comer é um prazer e não uma obrigação, melhorando o quadro da anorexia.

Não se deve forçar a criança a comer, e nem oferecer alimentos saborosos, mas pouco nutritivos, como sorvetes, batata frita, bolachas ou chocolate após a criança recusar um prato de comida.

Veja algumas estratégias para aumentar o apetite e fazer o seu filho comer: 

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem