Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Ortorexia: o que é, sintomas e tratamento

A ortorexia, também chamada de ortorexia nervosa, é um transtorno caracterizado pela preocupação excessiva com a alimentação saudável, em que a pessoa consome apenas alimentos puros, sem agrotóxicos, contaminantes ou produtos de origem animal, além de também apenas consumir alimentos com baixo índice glicêmico, baixo teor de gordura e açúcar. 

Outra característica desta síndrome é a preocupação exagera com o modo de preparo dos alimentos, tendo cuidados excessivos para não adicionar muito sal, açúcar ou gordura.

Essa preocupação excessiva com a alimentação saudável faz com que a dieta seja muito restrita e pouco variada, levando à perda de peso e deficiências nutricionais. Além de também interferir na vida pessoal da pessoa, uma vez que passa a não conseguir comer fora de casa, para ter mais controle de como o alimento é preparado.

Ortorexia: o que é, sintomas e tratamento

Principais sinais e sintomas

O principal sinal indicativo de ortorexia é a preocupação excessiva com a qualidade dos alimentos que serão consumidos e com o seu modo de preparo. Outros sinais e sintomas indicativos são:

  • Sentimento de culpa e ansiedade quando se come algo que é considerado pouco saudável;
  • Restrições alimentares que aumentam ao longo do tempo;
  • Exclusão absoluta de alimentos considerados impuros, como os que contém corantes, conservantes, gorduras trans, açúcar e sal;
  • Consumo apenas de produtos orgânicos, excluindo da dieta alimentos transgênicos e com agrotóxicos;
  • Exclusão de vários grupos de alimentos da dieta, principalmente carnes, leite e derivados, gorduras e carboidratos.

É normal que pessoas com ortorexia acabem nunca indo comer fora de casa, declinando frequentemente convites de amigos e familiares. Pode ainda acontecer de a pessoa aceitar os convites, mas levar a própria comida.

Como consequência desses hábitos surgem outros sinais e sintomas fisiológicos e psicológicos, como por exemplo desnutrição, anemia, osteopenia, sensação de bem-estar dependente do tipo de alimentação e consequências a nível social e/ou profissional.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da ortorexia deve ser feito por um médico ou nutricionista através de uma avaliação detalhada dos hábitos alimentares, para perceber se existem restrições alimentares importantes e excesso de preocupação com a comida.

É importante também a avaliação de um psicólogo com o objetivo de avaliar o comportamento e se há algum fator desencadeante.

Quando é preciso tratamento 

O tratamento da ortorexia nervosa deve ser feito com acompanhamento médico, também sendo necessário em alguns casos o acompanhamento psicológico. É comum ser necessário tomar suplementos nutricionais nos casos em que há deficiências em nutrientes, como vitaminas e minerais, ou presença de doenças como anemia.

Além do acompanhamento médico, também é essencial o apoio da família para que a ortorexia seja identificada e superada, e para que uma alimentação saudável seja feita sem colocar em risco a saúde do paciente.

Também é importante lembrar que a ortorexia é diferente da vigorexia, que é quando há uma busca excessiva através da atividade física para se ter o corpo cheio de músculos. Entenda o que é a vigorexia e como identificar.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • PENAFORTE, Fernanda R. O. et al. Ortorexia nervosa em estudantes de nutrição: associações com o estado nutricional, satisfação corporal e período cursado. J Bras Psiquiatr. Vol 67. 1 ed; 18-24, 2018
  • JUNIOR, Luiz Alberto S. S. et al. ORTOREXIA NERVOSA E TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO: QUAL A RELAÇÃO?. Psicologia Hospitalar. Vol 13. 2 ed; 47-63, 2015
  • TURNER, Pixie G.; LEFEVRE, Carmen E. Instagram use is linked to increased symptoms of orthorexia nervosa. Eat Weight Disord. Vol 22. 277-284, 2017
Mais sobre este assunto:

Carregando
...