Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Angioma

Um angioma é um tumor benigno causado por um acúmulo anormal de vasos sanguíneos na pele, mais frequente no rosto e no pescoço, ou em órgãos como o fígado e o cérebro, por exemplo.

Apesar da causa do aparecimento do angioma ainda ser desconhecida, normalmente, o angioma tem cura quando o tratamento, que pode ser feito com laser, uso de corticoides ou cirurgia, por exemplo, é realizado. Para saber como tratar o angioma, consulte: Tratamento para angioma.

Porém, em caso de angioma no cérebro ou na medula espinhal, por exemplo, se não for possível remover o angioma através da cirurgia, ele pode causar compressão dessas estruturas e, consequentemente, originar sequelas, como problemas de visão, equilíbrio ou dormência nos braços ou pernas e em casos mais graves, até mesmo a morte.

O angioma na pele pode aparecer como um sinal avermelhado ou roxo ou como uma saliência, normalmente vermelha, e é muito comum no bebê.

Fotos de angioma na pele

Angioma PlanoAngioma Plano
Angioma Morango ou TuberosoAngioma Morango ou Tuberoso
Angioma EstelarAngioma Estelar

Tipos de angioma

Alguns tipos de angioma podem ser:

Angioma na pele

  • Angioma Plano: também conhecido por mancha vinho do Porto, pois este tipo de angioma é caracterizado por uma mancha lisa, rosa ou vermelha, mais comum no rosto. Geralmente já está presente ao nascimento, podendo também aparecer meses depois e tende a desaparecer após o primeiro ano de vida;
  • Angioma Morango ou Tuberoso: angioma caracterizado por uma saliência, geralmente vermelha, formada pelo acúmulo de vasos sanguíneos, mais frequente na cabeça, pescoço ou tronco. Normalmente, está presente no nascimento, mas pode aparecer depois, crescendo durante o primeiro ano de vida e regredindo lentamente até desaparecer;
  • Angioma Estelar: angioma caracterizado por um ponto central, arredondado, vermelho que irradia vasos capilares em várias direções, parecido com uma aranha, sendo, por isso chamado de aranha vascular. O seu aparecimento está relacionado com o hormônio estrogênio.

Angioma cerebral

  • Angioma Cavernoso: angioma no cérebro, na medula espinhal ou coluna e, raramente, em outras regiões do corpo. Geralmente é congênito, mas pode aparecer após o nascimento. Pode ser diagnosticado através de ressonância magnética e originar sintomas como crises epilépticas, dor de cabeça e sangramento. O seu tratamento é feito através de cirurgia para remover o angioma;
  • Angioma Venoso: malformação congênita de algumas veias do cérebro que ficam mais dilatadas que o normal. Normalmente, só é removido por cirurgia se estiver associado a outra lesão cerebral ou o indivíduo apresentar sintomas como convulsões, por exemplo.

O angioma também pode aparecer em outros órgãos, como o fígado, por exemplo. Nestes casos, é muito raro o angioma no fígado virar câncer.

Links úteis:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...