Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Principais sintomas de angioedema, porque acontece e tratamento

O angioedema é uma situação caracterizada pelo inchaço mais profundo da pele, afetando principalmente os lábios, mãos, pés, olhos ou região genital, e que pode durar até 3 dias e ser bastante desconfortável. Além do inchaço, pode haver também sensação de calor e ardor no local e dor na região do inchaço.

O angioedema tem cura quando é provocado por uma reação alérgica ou ingestão de medicamentos, sendo nesses casos apenas recomendado que a pessoa evite o contato com a substância responsável pela alergia ou suspenda o uso do medicamento de acordo com a orientação do médico. Em alguns casos o médico pode recomendar também o uso de anti-histamínicos ou corticoides para aliviar os sintomas associados com o angioedema.

Principais sintomas de angioedema, porque acontece e tratamento

Principais sintomas

O principal sintoma do angioedema é o inchaço da pele em vários locais do corpo que dura até 3 dias e não causa coceira. No entanto, podem surgir outros sintomas, como:

  • Sensação de calor na região afetada;
  • Dor nos locais de inchaço;
  • Dificuldade para respirar, devido ao inchaço na garganta;
  • Inchaço da língua;
  • Inchaço no intestino, podendo resultar em cólicas, diarreia, náuseas e vômitos.

Em alguns casos a pessoa pode ainda sentir coceira, suor excessivo, confusão mental, aumento dos batimentos cardíacos e sensação de desmaio, o que pode ser indicativo de choque anafilático, que deve ser tratado imediatamente para evitar complicações. Conheça mais sobre o choque anafilático e o que fazer.

Por que acontece

O angioedema acontece como consequência de uma responta inflamatória do corpo a um agente infeccioso ou irritante. Assim, de acordo com a causa relacionada, o angioedema pode ser classificado em:

  • Angioedema hereditário: surge desde a nascença e pode passar de pais para filhos devido a alterações nos genes.
  • Angioedema alérgico: causado após contato com sustâncias alérgicas, como amendoim ou poeira, por exemplo;
  • Angioedema por remédios: provocado pelos efeitos secundários de remédios para a pressão alta, como Amlodipina e Losartan.

Além desses, há também o angioedema idiopático, que não possui uma causa específica mas que costuma surgir como consequência de situações de estresse ou infecções, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento para angioedema deve ser orientado por um alergologista ou dermatologista e, normalmente, varia de acordo com o tipo de angioedema, sendo que nos casos de angioedema alérgico, idiopático ou provocado por remédios é feito com a ingestão de anti-histamínicos, como Cetirizina ou Fexofenadina, e remédios corticoides, como Prednisona, por exemplo.

Já o tratamento do angioedema hereditário deve ser feito com remédios que impedem o desenvolvimento do angioedema ao longo do tempo, como Danazol, Ácido tranexâmico ou Icatibanto. Além disso, é recomendado evitar situações que possam provocar o angioedema.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem