Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve a Anfetamina (Adderall) e efeitos colaterais

Adderall XR é um remédio estimulante do grupo das anfetaminas, usado no tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) em outros países, porque seu uso não é aprovado pela Anvisa, e por isso não pode ser comercializado no Brasil. 

O uso desta substância é altamente controlado, pois tem um alto potencial de abuso e vício, só devendo ser usado por indicação médica e não exclui a necessidade de outras terapias. 

Este remédio atua diretamente no sistema nervoso central, aumentando os níveis de atividade cerebral e, por esse motivo, vem sendo utilizado de forma ilegal por estudantes a fim de melhorar seu desempenho nas provas. 

Para que serve a Anfetamina (Adderall) e efeitos colaterais

Para que serve

O Adderall é um estimulante do sistema nerviso central, indicado para o tratamento da narcolepsia e do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade. 

Como tomar 

A dose recomendada de Adderal em crianças entre os 6 e os 17 anos de idade é de 10 mg, uma vez ao dia de manhã, podendo ser aumentada por recomendação do médico até uma dose de 30 mg.

Em adultos a dose recomendada é de 20 mg, uma vez ao dia, pela manhã.

As dosagens devem ser adaptadas às características do paciente de acordo com indicação do médico psiquiatra. 

Possíveis efeitos colaterais

Adderall aumenta a atividade cerebral deixando a pessoa mais acordada e concentrada por mais tempo.

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns incluem diminuição do apetite e perda de peso, dificuldade de dormir ou insônia, dor abdominal, náuseas e vômitos, nervosismo, febre, boca seca, dor de cabeça, ansiedade, tonturas, aumento dos batimentos cardíacos, diarreia, cansaço e infecções do trato urinário.

Quem não deve usar

O Adderall é contraindicado em pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, com arteriosclerose avançada, doenças cardiovasculares, hipertensão moderada a severa, hipertireoidismo, glaucoma, estados de agitação e história de abuso de drogas.

Também não é recomendado em grávidas, lactantes e crianças com menos de 6 anos de idade.

Além disso, o médico deve ser informado acerca de qualquer medicamento que a pessoa esteja a tomar.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem