Andiroba: o que é, para que serve e como usar

Atualizado em julho 2023
Evidência científica

A andiroba é uma árvore, da espécie Carapa guaianensis, muito utilizada para auxiliar no tratamento de reumatismo ou dor muscular, devido suas propriedades medicinais anti-inflamatórias e antirreumáticas.

As partes normalmente utilizadas desta planta são os frutos e as sementes, de onde são extraídos o óleo de andiroba, com propriedades hidratantes, sendo por isso muito utilizado em em produtos cosméticos ou para o tratamento de problemas de pele, como eczema ou feridas.

A andiroba também conhecida por andiroba-saruba, andiroba-branca, aruba, sanuba ou canapé, pode ser encontrada em lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação, e deve ser usada com orientação médica ou do fitoterapeuta.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

A andiroba possui muitos benefícios para a saúde, sendo os principais:

1. Hidratar a pele

O óleo de andiroba é rico em ácidos linoleico, oleico, palmítico e esteárico, com propriedades emolientes e hidratantes, que amaciam e hidratam a pele, além de estimular sua regeneração.

2. Auxiliar no tratamento de doenças de pele

A andiroba, especialmente seu óleo, possui propriedades anti-inflamatórias e regeneradoras da pele, podendo ser usada para auxiliar no tratamento de doenças de pele, como eczema, micose ou feridas.

Além disso, esse óleo ajuda a reduzir o inchaço da pele, coceira ou vermelhidão, causados por problemas de pele.

3. Reduzir o volume dos cabelos

O óleo de andiroba quando aplicado nos cabelos, ajuda a reduzir o volume dos cabelos por promover sua hidratação, além de regenerar os fios e deixando o cabelo mais brilhante.

4. Diminuir a dor muscular

Devido às suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, o óleo de andiroba também pode ajudar a reduzir dores musculares, quando aplicado diretamente sobre o músculo afetado.

5. Cicatrizar feridas

O óleo de andiroba é rico em limonoides, como a gedunina, e carapanodideos C e R, com propriedades cicatrizantes que ajudam na cicatrização de feridas na pele.

Além disso, esse óleo estimula a produção de colágeno na pele, promovendo a formação de uma cicatriz saudável.

6. Repelir insetos

O óleo de andiroba pode ser utilizado em produtos repelentes e até mesmo aplicado na pele para tratar as picadas de insetos devido suas propriedades anti-inflamatórias. Conheça outras opções de repelentes naturais.

7. Auxiliar no tratamento da malária

Um estudo [1] feito in vitro e em ratos em laboratório, mostrou que os limonoides da andiroba possuem ação antimalárica contra o P. falciparum, o que pode auxiliar no tratamento da malária. No entanto, ainda são necessários estudos em humanos que comprovem esse benefício. Entenda como é feito o tratamento da malária.

8. Combater doenças parasitárias

O óleo de andiroba também pode ajudar a combater doenças parasitárias, como bicho de pé, por exemplo, devido suas propriedades antiparasitárias.

9. Auxiliar no tratamento do reumatismo

Devido suas propriedades anti-inflamatórias e antirreumáticas, a andiroba pode ser usada para auxiliar no tratamento de doenças reumáticas, como artrite reumatoide, ou osteoartrite, por exemplo.

10. Combater a dor de garganta

A andiroba pode ser utilizada para auxiliar o tratamento de dor de garganta e amigdalite, por exemplo, já que possui propriedade anti-inflamatória

Como usar

A andiroba pode ser usada na forma de óleo extraído das sementes dos frutos ou chá preparado com suas folhas.

1. Óleo de andiroba

O óleo de andiroba pode ser facilmente encontrado em loja de produtos naturais e é muito utilizado como óleo de massagem, já que é capaz de hidratar a pele e estimular a sua regeneração. 

Assim, o óleo de andiroba pode ser aplicado na pele pelo menos 3 vezes ao dia para que tenha benefícios.

Esse óleo também pode ser acrescentado em cremes hidratantes, shampoos e sabonetes, ajudando a melhorar o aspecto da pele e dos cabelos, reduzindo o volume, promovendo a regeneração dos fios e deixando-o mais brilhante.

O óleo de andiroba deve ser usado somente sobre a pele, não devendo ser consumido por via oral. 

2. Chá de andiroba

O chá de andiroba deve ser preparado utilizando suas folhas para auxiliar no tratamento de inflamações, vermes, febre ou problemas de pele.

Ingredientes

  • 1 colher de folhas de andiroba;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar as folhas de andiroba na xícara com água fervente e deixar repousar por cerca de 15 minutos. Em seguida, coar, esperar amornar e beber até 2 vezes por dia.

Possíveis efeitos colaterais

De forma geral, a andiroba é bem tolerada, não tendo sido descritos efeitos colaterais relacionados ao seu uso.

No entanto, é importante que a andiroba seja utilizada com precaução e sob orientação médica ou do fitoterapeuta.

Quem não deve usar

A andiroba não deve ser usada na gravidez ou amamentação, uma vez que não existem estudos suficientes sobre sua segurança nessas fases.

Vídeos relacionados