Alimentos que contém glúten

O glúten é uma proteína encontrada na farinha de trigo, cevada e centeio e que pode provocar inflamação a nível abdominal em algumas pessoas, principalmente naquelas que possuem intolerância ou sensibilidade ao glúten, levando também ao aparecimento de outros sintomas como diarreia, dor e sensação de barriga estufada.

Atualmente existem vários alimentos industrializados que contém essa proteína, principalmente por serem à base de farinha de trigo. Por isso, é importante ler o rótulo antes de comprar qualquer produto, devendo dar preferência aos alimentos em que há a indicação "sem glúten" ou "gluten free".

Veja mais sobre os sinais e sintomas que podem indicar intolerância ao glúten.

Alimentos que contém glúten

Lista de alimentos que contém glúten

A seguir é indicada uma lista com exemplo de alguns alimentos com glúten, que não devem ser consumidos em caso de intolerância ou sensibilidade ao glúten:

  • Pão, torrada, bolacha, biscoito, bolos, macarrão, croissant, donuts, tortilla de trigo (industrializados);
  • Pizza, salgadinhos, hambúrguer, cachorro quente;
  • Salsicha e outros embutidos;
  • Cerveja e bebidas maltadas;
  • Gérmen de trigo, cuscuz, triguilho, bulgur, sêmola de trigo;
  • Alguns queijos;
  • Molhos como, ketchup, molho branco, maionese, shoyu e outros molhos industrializados;
  • Levedura de cerveja;
  • Temperos prontos e sopas desidratadas;
  • Cereais e barrinha de cereais;
  • Suplementos nutricionais.

A aveia é um alimento que não contém glúten, no entanto durante o seu processo de produção pode ser contaminado com trigo, cevada ou centeio, já que normalmente é processado nas mesmas indústrias. Além disso, alguns medicamentos, batons e produtos de higiene oral também podem conter glúten.

Como seguir uma dieta sem glúten

A dieta sem glúten é indicada principalmente para as pessoas que possuem intolerância ou sensibilidade ao glúten, no entanto, todos as pessoas podem ser beneficiadas por esse tipo de dieta, já que a maioria dos alimentos que contém glúten, também são ricos em gordura e açúcar, fornecendo muitas calorias ao corpo e promovendo o ganho de peso.

Para fazer uma dieta sem glúten, é importante substituir a farinha de trigo, de cevada ou de centeio por outras que não contenham glúten, principalmente para preparar bolos, biscoitos e pães. Alguns exemplos são a farinha de amêndoas, de coco, trigo sarraceno, alfarroba ou amanto. Saiba quais são os alimentos sem glúten.

No caso da compra de produtos industrializados, é muito importante ter atenção e ler o rótulo do alimento, já que todos os produtos alimentares, por lei, devem determinar se tem ou não glúten em sua composição. Além disso, alguns países determinam que os restaurantes são obrigados a dizer se a refeição contém ou não glúten, de maneira a evitar que uma pessoa com intolerância ou sensibilidade ao glúten consuma.

É importante também ter acompanhamento do nutricionista para evitar eliminar de forma desnecessária alguns alimentos da dieta e para adaptar a alimentação de acordo com as necessidades individuais de cada pessoa.

Veja também no vídeo a seguir algumas dicas para retirar, aos poucos, o glúten da alimentação do dia a dia:

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: