Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Efeitos da Adrenalina no organismo

Adrenalina, também conhecida como Epinefrina, é um hormônio liberado na corrente sanguínea que tem a função de manter o corpo alerta para situações de fortes emoções ou estresse como luta, fuga, excitação e medo, por exemplo. 

Esta substância é produzida pela glândulas suprarrenais, ou adrenais, localizadas acima dos rins, que produzem também outros hormônios com o Cortisol, Aldosterona, Androgênios, Noradrenalina e Dopamina, muito importantes para o metabolismo do organismo e composição da circulação sanguínea.

Efeitos da Adrenalina no organismo

Principais efeitos

Como forma de estimular o corpo para que consiga reagir de forma mais rápida às situações, alguns dos principais efeitos da Adrenalina são:

  1. Aumentar o batimentos cardíacos;
  2. Acelerar o fluxo de sangue para os músculos;
  3. Ativar o cérebro, deixando-o mais alerta, com reações mais rápidas e estimulando a memória;
  4. Aumentar a pressão arterial;
  5. Acelerar a frequência da respiração;
  6. Abrir os brônquios pulmonares;
  7. Dilatar das pupilas, facilitando a visão para ambientes escuros;
  8. Estimular a produção de energia extra, pela tranformação do glicogênio e gordura em açúcares;
  9. Diminuir a digestão e a produção de secreções pelo trato digestivo, para poupar energia;
  10. Aumentar da produção de suor.

Estes efeitos também são estimulados pela Noradrenalina e Dopamina, outros hormônios neurotransmissores produzidos pela glândula adrenal, também responsáveis por diversos efeitos no corpo e cérebro. 

Efeitos da Adrenalina no organismo
Efeitos da Adrenalina no organismo

Como funciona

A produção de adrenalina é estimulada sempre que há as seguintes situações:

  • Medo de algo, para que o corpo esteja preparado para lutar ou fugir;
  • Prática de esportes, principalmente os radicais, como escalada ou saltos;
  • Antes de momentos importantes, como a realização de uma prova ou entrevista;
  • Momentos de fortes emoções, como excitação, ansiedade ou raiva.

Uma pessoa constantemente estressada vive com altos níveis de andrenalina, pois seu organismo está sempre em estado de alerta. Esta ativação persistente dos mecanismos de reação do corpo fazem com que haja um maior risco do desenvolvimento de pressão alta, arritmias cardíacas, doenças cardiovasculares, além da maior chance de se adquirir doenças auto-imunes, endócrinas, neurológicas e psiquiátricas.

Entenda como as emoções, geradas por ansiedade, depressão e estresse, podem influenciar no surgimento de doenças em Doenças que podem ter causas emocionais.

Adrenalina como medicamento

Os efeitos da adrenalina podem ser utilizados pela aplicação da sua forma sintética no organismo. Desta forma, esta substância também é um remédio com potente efeito antiasmático, vasopressor e estimulante cardíaco que pode ser utilizado em situações de urgência, como reação anafilática ou para controlar os níveis de pressão em uma UTI, por exemplo. 

Este medicamento somente é transportado por pessoas que apresentam elevado risco de ter uma reação alérgica grave ou é presente em ambientes hospitalares. Saiba mais em Bula da epinefrina.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...