Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Abcesso Pulmonar

Abcesso pulmonar é a morte do tecido pulmonar causada por infecção microbiana, caracterizada pela formação de cavidades que variam desde poucos milímetros a 5-6cm de diâmetro, normalmente preenchidas com pus. O diagnóstico é feito através do quadro clínico, radiografia pulmonar e exames de sangue.

Os abcessos pulmonares podem ser classificados como sendo único ou múltiplos, unilateral ou bilateral, agudo ou crônico, primário por aspiração, secundário por obstrução dos brônquios, congênitos ou adquiridos.

Sintomas do abcesso pulmonar

Os sintomas do abcesso pulmonar são:

  • tosse, febre, escarros com pus ou sangue com mau cheiro,
  • febre, dor no tórax, perda de peso e
  • aumento do tamanho das pontas dos dedos das mãos e pés.

Abcesso pulmonar infantil

O Abcesso pulmonar infantil é relativamente raro, porém muito perigoso, exigindo um grande período de hospitalização, com uma alta taxa de mortalidade quando comparada a outras infecções respiratórias.
Na criança com abcesso pulmonar, é muito importante definir a doença principal da criança, avaliar precocemente a origem da infecção, o estado imunitário, assim como a localização e a extensão do processo infeccioso. O tratamento inicial deve ser preferencialmente conservador, com antibióticos.

Diagnóstico do abscesso pulmonar

O diagnóstico do abscesso pulmonar é feito através da análise:

  • dos sintomas;
  • radiografia pulmonar e
  • exames de sangue.

Causas do abcesso pulmonar

As causas do abcesso pulmonar são a penetração de micróbios no organismo, o que ocorre através dos seguintes mecanismos:

  • Aspiração de material infeccioso (causa mais frequente): em casos de alcoolismo agudo, coma, anestesia, sinusite, infecções na gengiva e quando a pessoa não consegue ter uma tosse eficaz; Infecção pulmonar;
  • Câncer;
  • Penetrações traumáticos diretas nos pulmões;
  • Disseminação de infecções de um órgão vizinho.

Tratamento para abcesso pulmonar

O tratamento para o abcesso pulmonar é feito através de antibióticos por 2 a 3 semanas, que na maior parte dos casos resolve o problema, deixando para trás uma cicatriz no pulmão. Na fase aguda também são indicados, suporte nutricional e fisioterapia respiratória. Se essas medidas não forem eficazes, deve-se realizar uma cirurgia para drenar o abcesso, e em último caso, retirar a parte do pulmão infeccionado.

Fisioterapia para abcesso pulmonar

A fisioterapia para abcesso pulmonar é feita através de:

  • Drenagem Postural: após localização do abcesso pulmonar, posiciona-se o indivíduo na direção do brônquio-fonte para posterior eliminação das secreções através da tosse;
  • Cinesioterapia respiratória: são orientados exercícios respiratórios visando aumentar a expansibilidade do tórax e normalizar os volumes pulmonares;
  • Espirometria de incentivo: a pessoa é orientada a inspirar profundamente (puxar o ar para dentro dos pulmões) e mantê-lo por alguns segundos. Pode ser feita através de aparelhos como o Respiron;
  • Aspiração de secreções se a pessoa não conseguir tossir.

A fisioterapia para abcesso pulmonar é mais eficaz em pessoas colaborativas que respondam às solicitações de tosse e exercícios respiratórios.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...