Pneumonia aspirativa: o que é, sintomas, causas e tratamento

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
junho 2022

A pneumonia aspirativa, é uma infecção do pulmão causada pela aspiração ou inalação de líquidos ou partículas que vieram da boca ou do estômago, atingindo as vias respiratórias, e levando ao aparecimento de alguns sinais e sintomas como tosse, sensação de falta de ar e dificuldade para respirar, por exemplo.

A pneumonia aspirativa, também chamada de pneumonia por aspiração, está normalmente associada com alterações da deglutição e, por isso, acontece com mais frequência em bebês, idosos e pessoas que respiram com ajuda de aparelhos.

É importante que o diagnóstico e o tratamento para a pneumonia aspirativa seja iniciado rapidamente para prevenir complicações, já que esse tipo de pneumonia é mais comum de acontecer em pessoas que possuem sistema imune mais fragilizado.

Sintomas da pneumonia aspirativa

Os principais sintomas de pneumonia aspirativa são:

  • Febre acima de 38ºC;
  • Tosse com catarro, que muitas vezes tem mau cheiro;
  • Sensação de falta de ar;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor no tórax;
  • Cansaço fácil.

Os sintomas de pneumonia no bebê podem ser diferentes, manifestando-se, principalmente, através de choro excessivo e diminuição do apetite. No caso de pessoas mais velhas, pode haver também confusão mental e diminuição da força muscular, além de também poder haver ou não febre em alguns casos.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da pneumonia aspirativa é feito pelo pneumologista ou clínico geral a partir da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa e histórico de saúde. Além disso, para confirmar a pneumonia e a causa, podem ser realizados exames de imagem, como raio-x do tórax e ultrassonografia abdominal, em alguns casos, de sangue, como o hemograma, e análise microbiológica do escarro.

Pode ser também indicada a realização da avaliação da saturação de oxigênio, que avalia a quantidade de oxigênio circulante no sangue. Veja mais sobre a saturação de oxigênio.

Principais causas

A pneumonia aspirativa é mais comum de acontecer em pessoas que possuem dificuldade para engolir, sendo mais comum em algumas situações:

  • Respiração com ajuda de aparelhos;
  • AVC;
  • Inconsciência devido a medicamentos ou anestesia;
  • Refluxo;
  • Engasgamento com vômito;
  • Malformações do esôfago;
  • Após procedimentos de diagnósticos ou cirúrgicos dentários, digestivos ou respiratórios.

Esse tipo de pneumonia pode acontecer com mais frequência em bebês e pessoas mais velhas, sendo importante identificar a causa da pneumonia para que seja iniciado o tratamento mais adequado.

Pneumonia aspirativa em bebê

A pneumonia aspirativa em bebê é uma das principais infecções nos pulmões em crianças com menos de 1 ano de idade, uma vez que é comum que o lactente se engasgue ou coloque objetos pequenos objetos na boca, que podem ir para os pulmões. Geralmente, essa pneumonia é causada por engasgamentos com vômito, podendo acontecer quando o bebê tem malformações do esôfago, como atresia ou quando regurgita de barriga para cima.

O tratamento para pneumonia por aspiração no bebê deve ser feito de acordo com a orientação do pediatra, podendo ser feito em casa com o uso de xaropes antibióticos, no entanto em alguns casos pode ser necessário internamento, dependendo da gravidade da doença.

Como é feito o tratamento

O tratamento da pneumonia aspirativa deve ser feito de acordo com a recomendação do pneumologista e na maioria das vezes dura cerca de 1 a 2 semanas e pode ser feito em casa com o uso de antibióticos, como Ceftriaxona, Levofloxacino, Ampicilina-sulbactam e pode se associar Clindamicina em casos mais graves. No entanto, dependendo da gravidade da doença, e do estado de saúde do paciente, pode ser necessário internação no hospital.

Durante o tratamento o paciente deve escovar sempre os dentes, mantendo a boca limpa e retirar o pigarro da garganta, porque estas são ótimas formas de impedir o transporte de bactérias da boca para o pulmão.

No idoso, além do tratamento da pneumonia aspirativa, é importante evitar que o problema que levou à pneumonia volte a acontecer. Para isso, podem ser utilizadas técnicas como ingerir alimentos sólidos, em pequenas quantidades, e tomar gelatina em vez de água.

Após o tratamento, pode ser recomendado realizar um raio-x do tórax para confirmar que não existe líquido no pulmão, assim como evitar locais com muita poluição, tomar a vacina anti-pneumocócica e avaliar medidas que previnam uma nova aspiração e evitar que a pneumonia volte.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em junho de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em março de 2020.

Bibliografia

  • KOMIYA, Kosaku et al. Prognostic implications of aspiration pneumonia in patients with community acquired pneumonia: A systematic review with meta-analysis. Nature Scientific Reports. 2016
  • DIBARDINO, David M.; WUNDERINK, Richard G. Aspiration pneumonia: A review of modern trends. Journal of Critical Care. Vol 30. 1 ed; 40-48, 2015
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.