O que você precisa saber?

7 dicas para diminuir os sintomas da gripe

A gripe é uma doença causada por vírus que gera sintomas como dor de garganta, tosse, febre, nariz escorrendo e é altamente contagiosa.

O seu tratamento pode ser feito com a toma dos remédios receitados pelo médico, mas exitem maneiras de curá-la mais rapidamente, por isso indicamos 7 dicas para diminuir os sintomas da gripe:

  1. Ficar de repouso. Essa dica é essencial, uma vez que permite ao corpo usar toda a sua energia para combater a virose. Fazer qualquer atividade quando se está doente debilita as defesas do corpo e o deixa exposto a possíveis complicações.
  2. Beber muitos líquidos. Os líquidos, especialmente a água, são ainda mais importantes se a gripe causar febre, uma vez que poderá ocorrer desidratação. Além do mais, os líquidos podem proporcionar os nutrientes necessários quando o indivíduo está muito doente para comer. Invista nos sucos de fruta, chás, vitaminas e sopas.

Veja como preparar alguns chás que ajudam no tratamento da gripe vendo o vídeo: 

  1. Utilizar Aspirina e Ibuprofeno para o alívio das dores e acelerar a recuperação.
  2. Fazer gargarejos com água e sal. Esse método promove o alívio da dor de garganta e remove o excesso de secreções na mesma.
  3. Aumentar a umidade dos locais que frequenta, por exemplo, como do seu quarto ou sala de estudo. Esse procedimento ajuda a diminuir o desconforto da tosse e do ressecamento do nariz. Basta deixar um balde com água por cômodo.
  4. Utilizar uma bolsa de água quente sobre os músculos para diminuir o desconforto muscular. Essa dica ajuda a relaxar os músculos tensos e rígidos pois promove uma vasodilatação.
  5. Aquecer os pés. Mergulhar os pés em água morna ajuda a diminuir as dores de cabeça e o nariz entupido.
Fazer gargarejos com água e salFazer gargarejos com água e sal

Ao seguir estas dicas é possível diminuir de forma significante os sintomas da gripe. Apesar da gripe ser uma doença simples, não se deve demorar a tomar as providencias necessárias para combatê-la, pois pode haver complicações. Além de seguir as dicas, um médico deve ser consultado para a intervenção mais adequada ao paciente.

Veja também:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...