Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Vírus Mayaro: o que é, principais sintomas e tratamento

O vírus Mayaro é um arbovírus da família do vírus da Chikungunya, que leva ao aparecimento de uma doença infecciosa, conhecida como febre do Mayaro, que causa sintomas como dor de cabeça, febre alta e dor e inchaço nas articulações. Apesar desta doença ser pouco conhecida, a febre do Mayaro é antiga e é mais frequente na região Amazônica, sendo transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti.

A identificação da infecção pelo vírus Mayaro é difícil pelo fato dos sintomas da doença serem semelhantes aos da dengue e da Chikungunya, sendo importante que sejam indicados pelo clínico geral ou pelo infectologista a realização de exames laboratoriais para confirmar d diagnostico, de forma a iniciar o tratamento mais adequado.

Vírus Mayaro: o que é, principais sintomas e tratamento

Principais sinais e sintomas

Os primeiros sintomas da febre do Mayaro surgem 1 a 3 dias após a picada do mosquito Aedes aegypti e variam de acordo com a imunidade da pessoa, incluindo:

  • Febre repentina; 
  • Cansaço geral;
  • Manchas vermelhas na pele; 
  • Dor de cabeça;
  • Dor e inchaço nas articulações, que pode levar meses para desaparecer.
  • Sensibilidade ou intolerância à luz. 

Estes sinais e sintomas normalmente desaparecem em cerca de 1 a 2 semanas sem que tenha sido realizado qualquer tipo de tratamento, no entanto a dor e o inchaço nas articulações podem permanecer durante alguns meses.

Como diferenciar febre Mayaro da dengue ou Chikungunya

Como os sintomas destas três doenças são muito semelhantes, elas podem ser difíceis de diferenciar. Por isso, a melhor forma de diferenciar essas doenças é através da realização de exames laboratoriais específicos, que permitem a identificação do vírus causador da doença, como exames de sangue, isolamento viral ou técnicas de biologia molecular.

Além disso, o médico deve avaliar os sintomas apresentados pela pessoa, assim como o histórico de onde esteve nos últimos dias para saber quais as chances de ter havido exposição ao vírus.

Como é feito o tratamento

Assim como acontece com a dengue e com a Chikungunya, o tratamento para a febre do Mayaro tem como objetivo aliviar os sintomas, podendo ser recomendado pelo médico o uso de remédios analgésicos, antitérmicos e anti-inflamatórios.

Além disso, durante toda a recuperação, também é indicado evitar fazer esforços físicos, tentar relaxar, dormir bastante, beber no mínimo 2 litros de água por dia, além de beber chás calmantes como o de camomila ou lavanda. 

Como prevenir a febre Mayaro

A única forma de prevenir a Febre Mayaro é evitando a picada do mosquito Aedes aegypti, por isso, é recomendado adotar algumas medidas como: 

  • Eliminar toda a água parada que possa servir para reprodução do mosquito;
  • Colocar telas de proteção nas janelas e mosquiteiros na cama para dormir;
  • Usar diariamente repelentes no corpo ou no ambiente para afastar o mosquito;
  • Manter as garrafas vazias ou baldes virados para baixo; 
  • Colocar terra ou areia nos pratos dos vasos das planta;
  • Usar calça comprida e sapato fechado, para evitar ser picado nas pernas e nos pés. 

Além disso, para se proteger também é importante saber identificar o mosquito que transmite estas doenças. Veja como identificar e combater o mosquito Aedes aegypti

Bibliografia >

  • INSTITUTO EVANDRO CHAGAS. Febre de Mayaro pode ser transmitida por mosquitos urbanos . 2016. Disponível em: <http://www.iec.gov.br/portal/wp-content/uploads/2017/03/13novembro2016_gazeta-do_povo_online.pdf>. Acesso em 17 Mai 2019
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Febre do Mayaro: causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/febre-do-mayaro>. Acesso em 17 Mai 2019
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. Mayaro: doença pouco conhecida pode estar próxima de virar epidemia?. Disponível em: <http://www.sbmt.org.br/portal/mayaro-doenca-pouco-conhecida-pode-estar-proxima-de-virar-epidemia/>. Acesso em 17 Mai 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem