Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

Como identificar o mosquito da Dengue (Aedes aegypti)

O Aedes aegypti é o mosquito responsável pela Dengue, Zika e Chikungunya e é muito parecido com o pernilongo, no entanto possui algumas características que ajudam a ser diferenciado dos outros mosquitos. Além das suas listras brancas e pretas, o mosquito tem alguns hábitos que ajudam identificá-lo.

O mosquito da dengue, além de silencioso:

  • Costuma picar durante o dia, especialmente nas primeiras horas da manhã ou fim da tarde;
  • Pica, principalmente, nas pernas, tornozelos ou pés e a sua picada, geralmente, não dói nem coça;
  • Tem voo rasteiro, com no máximo 1 metro de distância do solo.

​​Além disso, o Aedes aegypti é mais comum no verão, sendo recomendado utilizar repelentes, usar inseticida na casa ou colocar redes mosquiteiras nas portas e janelas. Uma forma natural de afastar o mosquito é acender velas de citronela dentro de casa.

O mosquito que transmite a Dengue, Zika e Chikungunya também é o principal responsável pela transmissão da febre amarela, por isso, é importante combatê-lo, evitando o acúmulo de água parada em recipientes como copos, pneus, tampinhas de garrafa ou vasos de plantas. Saiba mais sobre a transmissão da dengue.

Fotos do mosquito da dengue 

Como identificar o mosquito da Dengue (Aedes aegypti)

Características do mosquito Aedes aegypti

O mosquito possui as seguintes características:

  • Tamanho: entre 0,5 e 1 cm
  • Cor: possui cor preta e riscos brancos nas patas, cabeça e corpo;
  • Asas: possui 2 pares de asas translúcidas;
  • Patas: possui 3 pares de patas.

Esse mosquito não gosta de calor e, por isso, nos horários mais quentes do dia, ele encontra-se escondido à sombra ou dentro de casa. Apesar de geralmente picar durante o dia, este mosquito também pode picar durante à noite.

Ciclo de vida do Aedes aegypti

O Aedes aegypti leva em média 3-10 dias para se desenvolver e vive aproximadamente 1 mês. A fêmea do mosquito pode produzir em médica 3000 ovos em todo o seu ciclo reprodutivo. O ciclo de vida do Aedes aegypti começa na água parada onde passa de ovo para larva e depois pupa. A seguir, ele se transforma em mosquito e se torna terrestre, pronto para se reproduzir. As principais características de cada fase são:

  • Ovo: Pode permanecer até 8 meses inativos colado acima da linha da água, mesmo num local seco e no frio intenso, até encontrar as condições ideais para se transformar em larva, que são calor e água parada;
  • Larva: Vive na água, alimenta-se de protozoários, bactérias e fungos presentes na água e em apenas 5 dias vira pupa;
  • Pupa: Vive na água onde continua se desenvolvendo, e vira mosquito adulto em 2-3 dias;
  • Mosquito adulto: está pronto para voar e se reproduzir, mas para isso precisa se alimentar de sangue humano ou de animais, momento em que ocorre a transmissão das doenças. 

Saiba mais detalhes de cada fase do ciclo de vida do Aedes aegypti.

Larvas e pupas de Aedes Aegypti
Larvas e pupas de Aedes Aegypti

Como combater o Aedes aegypti

Para combater o mosquito da dengue é importante evitar a existência de locais ou objetos, como tampas, pneus, vasos ou garrafas, que possam acumular água parada, facilitando o desenvolvimento do mosquito. Por isso é aconselhado:

  • Manter a caixa de água fechada com a tampa;
  • Limpar as calhas, removendo as folhas, galhos e outros objetos que possam impedir a passagem da água;
  • Não deixar acumular água da chuva sobre a laje;
  • Lavar semanalmente tanques utilizados para armazenar água com escova e sabão;
  • Manter os tonéis e barris de água bem tampados;
  • Encher os pratinhos dos vasos com areia;
  • Lavar 1 vez por semana os vasos com plantas aquáticas, usando escova e sabão;
  • Guardar as garrafas vazias de cabeça para baixo;
  • Entregar os pneus velhos no serviço de limpeza urbana ou guardá-los sem água e abrigados da chuva;
  • Colocar o lixo em sacos fechados e fechar bem a lixeira.

Uma outra forma de evitar o desenvolvimento do mosquito da dengue é colocar um larvicida natural em todos os pratos de plantas, misturando 2 colheres de borra de café em 250 ml de água e adicionar ao prato da planta, repetindo este procedimento todas as semanas. Confira estas e outras dicas assistindo ao vídeo a seguir:

A Anvisa já aprovou o uso de um larvicida biológico, chamado Biovech, que é capaz de matar as lavas e os mosquitos da dengue em apenas 24 horas, sem deixar resíduos tóxicos que possam agredir o meio ambiente e por isso é seguro para o homem, animais e plantas.

Veja como evitar ser picado pelo Aedes aegypti no vídeo:

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL. Combate ao Aedes Aegypti: prevenção e controle da Dengue, Chikungunya e Zika. Disponível em: <https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/combate-ao-aedes>. Acesso em 25 Fev 2020
  • ZARA, Ana Laura de Sene Amâncio et al.. Estratégias de controle do Aedes aegypti: uma revisão. Epidemiol. Serv. Saúde. v.25, n.2. pp.391-404, 2016. Disponível em: . Acesso em: 25/02/2020.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem