Como se pega virose e como prevenir

Revisão médica: Drª Sylvia Hinrichsen
Infectologista
junho 2022

Virose é nome que se dá a qualquer doença que seja causada por um vírus, podendo ser transmitido facilmente de pessoa para pessoa por meio do consumo de alimentos contaminados, inalação de gotículas suspensas no ar contendo o vírus ou contato com superfícies contaminadas, por exemplo.

As viroses mais comuns são aquelas que causam sintomas gastrointestinais, também conhecida como gastroenterite, e sintomas respiratórios, que está principalmente relacionada com a infecção pelo Adenovírus.

Para prevenir a virose, é importante lavar bem as mãos com água e sabão, evitar o contato com pessoas com sintomas de virose e ter as vacinas sempre em dia.

Como acontece a transmissão

A virose é uma doença de fácil transmissão, sendo mais comum de acontecer quando a pessoa permanece em um ambiente com muitas pessoas e com pouca circulação de ar, o que favorece a circulação dos vírus, que podem ser liberados no ambiente através do espirro, tosse e fala de uma pessoa contaminada.

Os vírus no ambiente podem ser inalados ou ficar presente em superfícies, podendo outras pessoas serem infectadas quando entram em contato com a superfície e depois colocam a mão na boca, por exemplo. Além disso, alguns vírus podem permanecer nos alimentos, podendo ser consumidos e levaram ao aparecimento de sintomas gastrointestinais.

Prevenção da virose

As principais dicas para prevenir a transmissão da virose são:

1. Lavar as mãos

É recomendado lavar as mãos sempre antes de comer, antes e depois de ir ao banheiro, e sempre que espirrar ou tossir, porque assim o risco de ter vírus nas mãos é menor. As mãos são a principal forma de se ter contato e facilitar a entrada no corpo do vírus que estiver espalhado pelo ar e/ou em superfícies como mesa, cadeira, caneta, ou telefone. 

Assista o vídeo seguinte e veja como lavar as mãos corretamente e qual a sua importância na prevenção de doenças:

2. Ficar distante do doente

Uma pessoa com virose pode contaminar todos ao seu redor, principalmente quando tem episódios de tosse, vômito ou diarreia, porque o vírus normalmente está nesses fluidos corporais, que apesar de serem invisíveis à olho nu, podem contaminar diversas superfícies e, até mesmo, se espalhar pelo ar, no caso de doenças respiratórias. 

A melhor forma de se proteger é ficar à distância de aproximadamente 1 metro de distância do doente, mas caso esteja tomando conta de um bebê com virose, a melhor forma de se proteger é sempre lavar as mãos antes e depois de mudar a fralda suja, e não colocar a mesma colher e copo que o bebê está usando na sua boca.

3. Não partilhar toalhas, talheres e copos

Outra forma muito útil de não se contaminar é usar sempre a mesma toalha, que não pode ser usada pelo doente. Talheres, copos e pratos também devem ser de uso pessoal, e preferencialmente devem ser lavados com água quente e sabão para eliminar qualquer vírus que possam estar nestes objetos.

4. Tomar as vacinas necessárias

A vacinação é uma boa forma de evitar a contaminação com o vírus da caxumba, rubéola e tríplice viral, por exemplo. A maior parte delas é obrigatória, sendo fornecida pelo SUS (Sistema Único de Saúde), no entanto existem outras vacinas contra certos tipos de vírus que só são dadas pelo médico no particular, como é o caso da catapora e do rotavírus, por exemplo. 

A vacina Rotarix, contra o rotavírus não protege a pessoa vacinada 100% contra a crise de vômito e diarreia causada pelo rotavírus, no entanto, ela atenua os sintomas, caso a pessoa seja contaminada, de forma a apresentar sintomas mais leves e suportáveis, enquanto durar a gastroenterite.

Como saber se estou com virose

Os sintomas da virose podem ser manifestar algumas horas ou dias depois da pessoa entrar em contato com o vírus, sendo os primeiros sintomas dor de cabeça, mal-estar e náusea, que podem evoluir para tosse, febre, diarreia e vômito, dependendo do vírus e do sistema imunológico da pessoa.

Os sintomas de virose costumam ser mais graves em crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas, já que possuem o sistema imune menos desenvolvido ou menos eficiente. No entanto, no caso de uma pessoa saudável, o próprio sistema imune combate a virose, podendo haver desaparecimento dos sintomas em 2 a 4 dias, no entanto é importante que a pessoa fique em repouso, tenha alimentação correta e beba bastante líquidos. Veja como identificar os sintomas de virose.

Como curar a virose mais rápido 

O tratamento para virose é feito com repouso, boa hidratação, podendo ser útil tomar o soro caseiro, alimentação leve, e pode ser preciso tomar algum remédio analgésico e antitérmico como o Paracetamol.

Os medicamentos para parar a diarreia só devem ser feitos após 3 dias do início da diarreia, para que o corpo consiga eliminar a maior quantidade de vírus pelas fezes. Antes disso, pode-se tomar pré ou probióticos para regular o intestino e ficar curado mais rápido da diarreia. Saiba mais sobre como combater a virose.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em junho de 2022. Revisão médica por Drª Sylvia Hinrichsen - Infectologista, em outubro de 2019.
Revisão médica:
Drª Sylvia Hinrichsen
Infectologista
Médica infectologista, doutorada em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1995. Cremepe: 6522

Tuasaude no Youtube

  • Como lavar as mãos do jeito certo | com Drauzio Varella

    05:00 | 49731 visualizações