Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Vasculite: o que é, causas, sintomas e tratamento

A vasculite, também chamada de angeite, é a inflamação dos vasos sanguíneos que pode afetar somente um ou vários vasos, e até mesmo diferentes órgãos do corpo. Desta forma a principal consequência da vasculite é a redução ou bloqueio do fluxo sanguíneo no vaso afetado, o que pode resultar em uma isquemia, que é falta de oxigênio no tecido e podendo levar a necrose da área inflamada.  

A vasculite pode ser classificada de acordo com as causas e sintomas em:

  • Vasculite primária, em que os sintomas podem aparecem em pessoas saudáveis, sem histórico de doenças;
  • Vasculite secundária, cujos sintomas aparecem em pessoas que foram diagnosticadas com alguma doença, como lúpus eritematoso, doença de Buerger, púrpura de schönlein-henoch.

O diagnóstico dos dois tipos de vasculite é feito por meio de exames laboratoriais de sangue e de imagem, sendo importante para que o médico verifique a gravidade da doença e indique o tratamento mais específico, que pode ser com corticoides ou imunossupressores.

Vasculite: o que é, causas, sintomas e tratamento

Possíveis causas

As causas do aparecimento da vasculite não são totalmente claras, mas na maioria dos casos parece estar relacionada a uma doença autoimune, por isso acredita-se que a predisposição genética é um dos fatores importantes para sua manifestação. 

No entanto, atualmente existem fatores ambientes que mostram ter a capacidade de desenvolver a vasculite na pessoa, como uso de cocaína ou anfetaminas, presença de vírus como o da hepatite B ou C e parvovírus B19. Além disso, a vasculite pode ainda ser causada por efeitos colaterais de algum medicamento, como Penicilamina, Propiltiouracil, Hidralazina, Minociclina ou exposição à sílica.

Quais são os sintomas

Como qualquer vaso sanguíneo do corpo pode ser afetado, a vasculite pode gerar sintomas diferentes de acordo com a região ou órgão que foi afetado pela doença. Assim, os sintomas da vasculite de acordo com a região afetada, podem ser:

  • Pele: manchas arroxeadas que aparecem em grupos e pode levar ao rompimento da pele, formigamento ou perda da sensibilidade da região;
  • Nariz e ouvidos: sinusites recorrentes, hemorragias nasais, úlceras nasais ou otites recorrentes, surdez temporária, voz rouca, dor nasal;
  • Rim: presença de proteínas e/ou de sangue na urina, hipertensão arterial, membros e face inchados, urina turva;
  • Intestino: dor abdominal frequentemente depois das refeições, aparecimento de sangue nas fezes;
  • Pulmão: tosse com sangue, falta de ar, chiado ao respirar, pneumonia resistente à antibióticos;
  • Articulações: dores, inchaço, calor, vermelhidão e dificuldade em movimentar as articulações;
  • Olhos: dificuldade na visão, visão dupla ou turva, dor no olho ou olho vermelho;
  • Nervos dos membros: fraqueza muscular, formigamento, paralisia.

Outros sintomas que também podem estar presentes na vasculite são o emagrecimento sem causa aparente, dores no corpo recorrentes, cansaço extremo, perda do apetite, mal-estar ou febre.

Caso exista suspeita de estar com vasculite, é importante procurar atendimento médico o mais rápido possível, pois a vasculite pode danificar gravemente órgãos como, pulmão ou rins.

Vasculite: o que é, causas, sintomas e tratamento

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da vasculite é feito pelo angiologista ou reumatologista e será feito após a analise do histórico de doenças da pessoa, e em alguns casos pode ser solicitado exames laboratoriais como, detecção de anticorpos anti-citoplasma (ANCA) que são anticorpos que atacam o citoplasma, exame de urina, eletrólitos, creatinina, exame de sangue completo e exame FAN, que tem como objetivo detectar a presença do auto-anticorpos no sangue. Entenda o que é o exame FAN e como é feito.

Em casos de suspeita que a vasculite tenha atingido algum órgão, também pode ser necessária a realização de exames para avaliar a função dos órgãos afetados, como ressonância magnética, ultrassom e tomografia computadorizada, além de também poder ser indicada a realização de biópsia.

Como é feito o tratamento

O tratamento das diferentes formas de vasculites é realizado de acordo com a razão da inflamação e da a gravidade do quadro da pessoa. Em alguns casos o tratamento é feito com remédios corticoides, como a hidrocortisona, dexametasona, mometasona e betametasona, por exemplo, além de imunossupressores como azatioprina, ciclofosfamida ou micofenolato. Confira quais os tipos de corticoides e para que servem.

No entanto nas vasculites graves, que afetam órgãos, o indivíduo deverá permanecer internado no hospital para que receba o tratamento adequado, sendo necessário em alguns casos a cirurgia para restabelecer o fluxo de sangue no vaso lesionado pela inflamação.

Junto com o tratamento por remédios, atualmente a prática exercícios físicos leves, repouso adequado, alimentação saudável e redução dos níveis de estresse tem se mostrado importantes e com ótimos resultados para o tratamento da vasculite.

Bibliografia >

  • NHLBI. Vasculitis. Disponível em: <https://www.nhlbi.nih.gov/health-topics/vasculitis>. Acesso em 29 Jul 2020
  • NIH. Hypersensitivity vasculitis. Disponível em: <https://rarediseases.info.nih.gov/diseases/7851/hypersensitivity-vasculitis>. Acesso em 29 Jul 2020
  • NIH. Vasculitis Syndromes of the Central and Peripheral Nervous Systems Fact Sheet. Disponível em: <https://www.ninds.nih.gov/Disorders/Patient-Caregiver-Education/Fact-Sheets/Vasculitis-Syndromes-Central-and-Peripheral>. Acesso em 29 Jul 2020
  • IMBODEN, J.B. et al. CURRENT reumatologia: diagnóstico e tratamento. 3 ed. Porto Alegre: AMGH, 2014. p. 245-249.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem