Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Útero septado: o que é, como identificar e tratamento

Setembro 2020

O útero septado é uma malformação uterina congênita em que o útero encontra-se divido em dois devido a presença de uma membrana, também chamado de septo. A presença desse septo não leva ao aparecimento de sinais ou sintomas, no entanto pode ser identificado durante a realização de exames de rotina.

Apesar de não causar sintomas, o útero septado pode dificultar a gravidez e, por isso, é importante que seja identificado e tratado de acordo com a orientação do ginecologista, podendo ser indicada a realização de um procedimento cirúrgico para retirar a parede que separa o útero.

Útero septado: o que é, como identificar e tratamento

Como identificar

O útero septado na maioria dos casos não leva ao aparecimento de sinais ou sintomas, sendo apenas identificado por meio de exames ginecológicos de rotina. Além disso, quando a mulher apresenta dificuldade para engravidar ou tem vários abortos espontâneos é possível que seja indicativo de alterações uterinas.

Assim, para identificar o útero septado, o ginecologista pode indicar a realização de exames de imagem como ultrassonografia, curetagem endocervical e a histerossalpingografia.

Muitas vezes o útero septado é confundido com o útero bicorno, que é quando o útero não está totalmente ligado ao colo do útero, e a diferenciação entre essas duas alterações pode ser feita através de ultrassonografia 3D ou por um exame chamado histeroscopia. Veja mais sobre o útero bicorno.

É possível engravidar com útero septado?

A gravidez com útero septado é, na maioria dos casos, difícil, isso porque como o útero encontra-se dividido não existem vasos sanguíneos suficientes que permitam a implantação do embrião no útero, não havendo gravidez.

No caso de ter havido implantação, a presença do septo pode interferir no suprimento de nutriente e oxigênios para o feto, o que pode interferir diretamente no seu desenvolvimento e favorecer a ocorrência de abortos espontâneos. Além disso, como o espaço é menor devido à presença do septo, o crescimento do bebê pode também ser prejudicado.

Como é feito o tratamento

O tratamento para útero septado deve ser orientado pelo ginecologista e normalmente é feito por meio de cirurgia que retira a parede que divide o útero em duas partes. Essa retirada é feita por meio de uma cirurgia chamada histeroscopia cirúrgica, onde um aparelho é introduzido através da vagina até o útero para a retirada do septo.

Esse procedimento é feito com anestesia geral ou raquidiana, dura cerca de 30 minutos a 1 hora, e a mulher pode ir para casa no próprio dia da cirurgia. No entanto, é normal que ocorram sangramentos vaginais por até 6 semanas depois da cirurgia, e normalmente é necessário tomar medicamentos para aliviar a dor e diminuir a inflamação no útero, além de antibióticos para prevenir infecções.

Os cuidados que devem ser tomados nas 2 semanas seguintes à cirurgia são evitar fazer esforços físicos, como pegar objetos pesados ou malhar, não ter contato íntimo e evitar tomar banho de piscina e de mar. Em caso de aparecimento de febre, dor, sangramento vaginal intenso ou corrimento com mal cheiro, deve-se procurar o médico.

Em geral, cerca de 8 semanas depois da cirurgia a mulher é reavaliada para verificar o resultado da cirurgia e ser liberada para engravidar. Confira mais detalhes sobre a histeroscopia cirúrgica.

Bibliografia >

  • FERREIRA, Adilson C.; FILHO, Francisco M.; NICOLAU, Luis G.; GALLARRETA, Francismo M. P. Ultrassonografia tridimentsional em ginecologia: malformações uterinas. Radiol Bras. Vol 40. 2 ed; 131-136, 2007
  • FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. Infertilidade por Fator Uterino. 2013. Disponível em: <https://diretrizes.amb.org.br/_DIRETRIZES/infertilidade-por-fator-uterino/files/assets/common/downloads/publication.pdf>. Acesso em 02 Set 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem