Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

7 Sinais de problemas no útero

Alguns sinais, como dor no útero, corrimento amarelado, coceira ou dor durante a relação podem indicar a presença de alterações no útero, como cervicite, pólipos ou miomas.

Embora, na maioria dos casos, estes sinais apenas indiquem problemas leves, como inflamação do útero ou dos ovários, também podem ser sinal de doenças mais graves como câncer, por exemplo. Dessa forma, sempre que se identifica alguma alteração é importante ir ao ginecologista para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado, que pode incluir o uso de pomadas, remédios e, até, cirurgia.

7 Sinais de problemas no útero

Sinais de que o útero pode estar doente

Os principais sinais e sintomas de alterações no útero incluem:

  1. Corrimento constante, que pode ter coloração branca, amarela, verde ou castanho e que pode ter cheiro forte.
  2. Cólica e sangramento fora do período menstrual ou ausência de menstruação;
  3. Dor e sensação de pressão na barriga, principalmente na região que vai do umbigo até à zona pubiana;
  4. Dor durante o contato íntimo ou logo após a relação;
  5. Coceira, vermelhidão e inchaço na vagina;
  6. Aumento de volume do abdomem e, por vezes dor nas costas associado;
  7. Vontade constante em urinar;

Estes sinais e sintomas, caso não sejam tratados adequadamente podem provocar infertilidade ou gravidez ectópica e, por isso, é importante ir ao ginecologista, caso os sintomas não desapareçam em 1 semana. Veja quais as principais causas e tratamentos para Infertilidade na mulher.

O que pode causar dor no útero

A dor no útero normalmente é causada por uma inflamação na região e, por isso, é mais frequente durante a menstruação, quando as paredes do útero estão se alterando e é possível sentir também uma sensação de útero inchado, por exemplo.

No entanto, a dor no útero também pode ser causada por alterações que precisam ser tratadas, como infecções por bactérias ou endometriose, por exemplo. Assim, se a dor surgir fora do período menstrual e se demorar mais de 3 dias para melhorar é aconselhado ir ao ginecologista.

Já os casos de câncer no colo do útero normalmente não apresentam dor, desenvolvendo-se sem qualquer tipo de sintoma. O melhor, é sempre fazer os exames de papanicolau frequentes, de forma a identificar os primeiros sinais de câncer e iniciar o tratamento. Veja quando deve ser feito o papanicolau.

Doenças comuns do útero

Os sete sinais indicados acima podem ser uma alerta importante para prevenir a evolução de doenças, como:

  • Cervicite: é uma inflamação do colo do útero provocada por microorganismos;
  • Adenomiose: é uma doença caracterizada pela presença de glândulas e tecido endometrial que aumenta o tamanho do útero; Veja como fazer o tratamento em: Como tratar a adenomiose.
  • Mioma: são alterações celulares benignas no útero, que faz o útero crescer;
  • Polipo uterino: é o crescimento excessivo de células na parede interna do útero, formando "bolinhas" semelhantes a cistos;
  • Câncer do colo do útero: também conhecido por câncer cervical, é causado pela infeção causada pelo vírus HPV. Conheça os sintomas em: Sintomas de câncer de colo de útero.

Os sintomas das diferentes doenças do útero são semelhantes e, só o genecologista irá conseguir tratar corretamente a doença e, por isso deve-se ir no médico para que este possa diagnosticar o problema.

7 Sinais de problemas no útero

Exames que ajudam a identificar o problema

Geralmente, para fazer o diagnóstico preciso da doença do útero da mulher, o médico tem de fazer exames para observar o útero, vagina e vulva e, os principais exames incluem;

  • Toque vaginal: o médico introduz dois dedos com luvas na vagina da mulher e, ao mesmo tempo, coloca a outra mão sobre o abdome para avaliar os órgãos do sistema reprodutor, para o diagnóstico de endometriose e da doença inflamatória pélvica.
  • Exame especular: faz-se a introdução de um espéculo na vagina para avaliar a presença de corrimento ou hemorragias;
  • Teste Papanicolau: também conhecido por citologia oncótica, é um exame utilizado para detectar a presença de câncer do útero e, para isso é preciso inserir um espéculo na vagina e raspar suavemente a superfície do colo do útero para obter células para serem analisadas. Veja como é feito o exame em: Como é feito o exame papanicolau.

Além destes exames, o médico pode indicar fazer uma ecografia ou uma ressonância magnética, segundo a descrição dos sintomas da mulher e, na maioria dos casos, os exames invasivos só devem ser feitos a partir do início da atividade sexual.

Alterações do útero na gravidez

Durante a gravidez podem surgir problemas no útero ou apenas na vagina e os sintomas são comuns à mulher que não está grávida.

No entanto, o tratamento pode ser diferente, pois a grávida não pode tomar todos os remédios. Desta forma, é importante ir no médico, assim que surgem os primeiros sintomas, como corrimento amarelo ou dor ao urinar.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...