Teste da Urease: o que é e como é feito

O teste da urease é um exame laboratorial utilizado pra identificar bactérias através da detecção da atividade de uma enzima que as bactérias podem ou não possuir. A urease é uma enzima responsável pela degradação da ureia em amônia e bicarbonato, o que aumenta o pH do local em que está presente, favorecendo a sua proliferação.

Esse teste é utilizado principalmente no diagnóstico da infecção por Helicobacter pylori, ou H. pylori, que é responsável por vários problemas, como gastrite, esofagite, duodenite, úlcera e câncer no estômago, por isso. Assim, caso haja suspeita de infecção por H. pylori, o gastroenterologista pode realizar o teste da urease durante a endoscopia. Em caso positivo, o tratamento é iniciado rapidamente com o objetivo de evitar a evolução da doença e aliviar os sintomas da pessoa.

Teste da Urease: o que é e como é feito

Como é feito o teste

Quando o teste da urease é feito como rotina laboratorial, não é necessário qualquer preparo para o exame. No entanto, caso seja realizado durante a endoscopia, é importante que a pessoa siga todas as regras do exame, como evitar usar remédios anti-ácidos e ficar de jejum por pelo menos 8 horas.

O teste da urease é feito em laboratório através da análise do material coletado, sendo realizado o isolamento do microrganismo e provas bioquímicas de identificação, dentre elas a prova da urease. Para realizar o teste, o microrganismo isolado é inoculado no meio de cultura contendo ureia e o indicador de pH vermelho de fenol. Em seguida, é verificado se há alteração ou não da cor do meio, o que é indicativo de presença e ausência de bactéria.

No caso do teste da urease para detectar a infecção por H. pylori, o teste é realizado durante o exame de endoscopia alta, que é um exame que avalia a saúde do esôfago e do estômago, sem causar dor ou desconforto no paciente e o resultado pode ver avaliado em poucos minutos. Durante o exame, um pequeno pedaço da parede do estômago é retirado e colocado em um frasco contendo ureia e um indicador de pH. Se após alguns minutos o meio mudar de cor, é dito que o teste é urease positiva, confirmando a infecção pela H. pylori. Veja quais os sintomas que podem indicar uma infecção por H. pylori.

Como entender o resultado

O resultado do teste da urease é dado a partir da mudança de cor do meio em que o teste está sendo realizado. Assim, os resultados podem ser:

  • Positivo, quando a bactéria que possui a enzima urease consegue degradar a ureia, dando origem à amônia e bicarbonato, sendo essa reação percebida por meio da alteração da cor do meio, que passa de amarela para rosa/ vermelho.
  • Negativo quando não há mudança na cor do meio, indicando que a bactéria não possui a enzima.

É importante que os resultados sejam interpretados em até 24 horas para que não haja chance de resultados falsos-positivos, que são aqueles que devido ao envelhecimento do meio, a ureia passa a ser degradada, o que pode alterar a cor.

Além de identificar a infecção por Helicobacter pylori, o teste da urease é feito pra identificar diversas bactérias, sendo o teste positivo também para Staphylococcus saprophyticus, Staphylococcus epidermidis, Proteus spp. e Klebsiella pneumoniae, por exemplo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • LOURENÇO, Catarina Isabel F. Diagnóstico laboratorial em microbiologia clínica: Um estudo no centro hospitalar. Tese de mestrado, 2012. Universidade Nova de Lisboa.
  • ANVISA. Microbiologia Clínica para o Controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde. 2013. Disponível em: <http://www.saude.mt.gov.br/upload/controle-infeccoes/pasta13/modulo5.pdf>. Acesso em 25 Jul 2019
  • ANVISA. Detecção e Identificação de Bactérias de Importância Médica. 2004. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/microbiologia/mod_5_2004.pdf>. Acesso em 25 Jul 2019
Mais sobre este assunto: