Unha encravada: o que é, sintomas, causas e tratamento

Atualizado em fevereiro 2024

Unha encravada é o crescimento do canto da unha ou da sua lateral para dentro da pele, causando inflamação e/ou infecção e sintomas como inchaço, vermelhidão ou dor, podendo também em alguns casos ter pus.

A unha encravada, conhecida cientificamente como onicocriptose, normalmente é causada por cortar a unha de forma incorreta, sendo mais comum de surgir no dedão do pé, mas também pode afetar qualquer outro dedo do pé ou até as unhas das mãos.

O tratamento da unha encravada é feito pelo dermatologista ou clínico geral, e varia com a gravidade dos sintomas, podendo ser indicado o uso de um pedaço de algodão para ajudar a levantar a unha ou até cirurgia.

Conteúdo sensível
Esta imagem pode apresentar conteúdo desconfortável para algumas pessoas.
Foto de unha encravada
Foto de unha encravada

Sintomas de unha encravada

Os principais sintomas de unha encravada são:

  • Dor no dedo afetado;
  • Inchaço;
  • Vermelhidão ao redor da unha;
  • Dificuldade para caminhar ou calçar sapatos;
  • Pus no local, quando ocorre infecção.

Além disso, quando a infecção da unha encravada se torna crônica, também pode surgir a formação de uma carne esponjosa no local, chamada de granuloma piogênico. Saiba identificar os sintomas do granuloma.  

Na presença de sintomas de unha encravada, principalmente nos casos de pessoas diabéticas ou que têm má circulação sanguínea, ou ainda apresentam pus no local, deve-se consultar o dermatologista ou clínico geral para iniciar o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da unha encravada é feito pelo dermatologista ou clínico geral através da avaliação dos sintomas, histórico de saúde e exame físico, observando as características da unha e dedo.

Marque uma consulta com um dermatologista na região mais próxima:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Dermatologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Caso o médico tenha observado a presença de um nódulo por baixo da unha, pode ser solicitado um raio X, para descartar a presença de uma proliferação óssea sob a unha, chamada exostose subungueal.

Possíveis causas

As principais causas da unha encravada são:

  • Cortar o canto da unha ou cortar a unha muito reta;
  • Unhas muito encurvadas ou largas;
  • Mau alinhamento das unhas;
  • Uso de sapatos muito apertados;
  • Má higiene dos pés;
  • Suor excessivo nos pés, chamado hiperidrose;
  • Trauma nas unhas, como roer as unhas das mãos.

Além disso, algumas condições de saúde aumentam o risco de desenvolvimento de unha encravada, como diabetes ou má circulação sanguínea. 

Outro fator que aumenta o risco de unha encravada é o uso de alguns medicamentos como cetuximabe ou gefitinibe, por exemplo. Entenda melhor o que causa a unha encravada.  

Como é feito o tratamento

O tratamento da unha encravada deve ser feito com orientação do dermatologista ou clínico geral, e varia de acordo com a gravidade dos sintomas.

Assim, nos casos mais leves, o médico pode indicar o uso de um pequeno pedaço de algodão no canto da unha afetada ou o uso de próteses para evitar que a unha continue crescendo para dentro da pele, desencravando naturalmente. 

Além disso, o médico pode indicar o uso de remédios analgésicos ou anti-inflamatórios, como paracetamol ou ibuprofeno, para aliviar os sintomas, ou até antibióticos para tratar a infecção da unha encravada com pus.

Já nos casos mais graves, o médico pode fazer uma cirurgia com anestesia local para remover a unha encravada e tecidos em volta, ou ainda tratar com eletrocauterização, ablação por radiofrequência ou laser de dióxido de carbono, por exemplo.

Remédio caseiro para unha encravada

Uma boa opção de remédio caseiro para unha encravada é colocar o pé afetado em uma bacia com água morna e sal, pois ajuda a aliviar a dor e a inflamação no local.

Além disso, é importante manter o pé sempre seco e usar sapatos mais largos, chinelos ou sandálias, de forma a evitar a piora dos sintomas. Veja outras formas naturais de tratar a unha encravada em casa.  

Como evitar a unha encravada

Algumas formas de evitar a unha encravada são fazer o corte da unha de forma correta, evitando arredondar os cantos, além de evitar o uso de sapatos apertados.

Além disso, deve-se manter a boa higiene dos pés, evitar o uso de meias sintéticas e, no caso de pessoas diabéticas, seguir as orientações do endocrinologista para manter os níveis de glicose no sangue normalizados. Veja outras formas de evitar as unhas encravadas.