Ultrassom abdominal total: o que é, para que serve e como se preparar

julho 2022

O ultrassom abdominal total, também conhecido por ultrassonografia (USG) abdominal total, é um exame indicado para a avaliação morfológica de órgãos abdominais, como fígado, pâncreas, vesícula biliar, vias biliares, baço, rins, retroperitônio e bexiga, e também a avaliação dos órgãos localizados na região pélvica.

Os ultrassons usam ondas sonoras de alta frequência para capturar imagens e vídeos do interior do corpo, sendo considerados seguros e indolores, e sendo normalmente indicado como rotina ou para investigar alterações nos órgãos localizados nessa região.

É importante seguir as orientações do médico sobre o preparo do exame, evitando refeições pesadas no dia anterior e ficando em jejum de 6 a 8 horas, pois assim é possível garantir uma boa visualização dos órgãos abdominais.

Para que serve

O ultrassom abdominal total serve para avaliar a morfologia dos órgãos abdominais, como o fígado, pâncreas, vesícula biliar, vias biliares, baço, rins, retroperitônio e bexiga. Dessa forma, esse exame pode ser indicado nas seguintes situações:

  • Identificar tumores ou massas no abdômen;
  • Detectar a presença de líquido na cavidade abdominal;
  • Identificar uma apendicite;
  • Detectar cálculos na vesícula ou nas vias urinárias;
  • Detectar alterações na anatomia dos órgãos abdominais;
  • Identificar inchaço ou alterações nos órgãos, como acúmulo de líquido, sangue ou pus;
  • Observar lesões nos tecidos e músculos da parede abdominal, como abscessos ou hérnias, por exemplo.

Mesmo que a pessoa não tenha nenhum sinal ou sintoma de alterações abdominais, o médico pode recomendar o ultrassom abdominal como exame de rotina, principalmente em pessoas com mais de 65 anos de idade.

Como se preparar

O preparo para o ultrassom de abdominal total é simples e deve ser feito conforme a orientação médica, pois assim é possível garantir a boa visualização dos órgãos da cavidade abdominal. Assim, é recomendado beber muita água e ficar de jejum de 6 a 8 horas para realizar o exame.

Além disso, no dia anterior ao exame é indicado ter uma alimentação leve, dando preferência a alimentos como sopa de legumes, verduras, frutas e chá, e evitando refrigerante, água com gás, sucos, leite e derivados, pão, macarrão, ovo, doces e alimentos gordurosos.

Além disso, o médico pode ainda recomendar o uso de 1 comprimido de dimeticona, com o objetivo de reduzir os gases intestinais e, assim, melhorar a visualização dos órgãos abdominais.

Como é feito o exame

Antes de realizar a ultrassonografia, é indicado que a pessoa vista uma bata e que retire acessórios que possam interferir com o exame. Depois, a pessoa deve-se deitar de barriga para cima, com o abdome exposto, para que o técnico possa passar um gel lubrificante.

Em seguida, o médico faz deslizar um aparelho chamado transdutor, no abdome, que captura imagens em tempo real, que podem ser visualizadas durante o exame na tela de um computador.

Durante o exame, o médico pode ainda pedir à pessoa que mude de posição ou que sustenha a respiração, de forma a visualizar melhor algum órgão. Caso a pessoa sinta dor durante o exame, deve informar o médico de imediato. Conheça outros tipos de ultrassonografia.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em julho de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em abril de 2020.

Bibliografia

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE . MANUAL DE ORIENTAÇÕES DE PREPARO PARA O EXAME DE ULTRASSONOGRAFIA. 2018. Disponível em: <http://www.saude.campinas.sp.gov.br/especialidades/Manual_Ultrassonografia.pdf>. Acesso em 03 abr 2020
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.