Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Tuberculose Pleural, Como se transmite e Como curar

A tuberculose pleural é uma infecção da pleura, que é a fina película que reveste os pulmões, pelo bacilo de Koch, causando sintomas como dor no tórax, tosse, falta de ar e febre.

Este é um dos tipos mais comuns de tuberculose extra-pulmonar, ou seja, que se manifesta fora dos pulmões, como osso, garganta, gânglios ou rins, sendo uma situação mais comum em pessoas com imunidade enfraquecida, como pessoas com AIDS, câncer ou em uso de corticoides, por exemplo. Saiba mais sobre o que é e como identificar a tuberculose extra-pulmonar

Para tratar a tuberculose pleural, o médico pneumologista, ou o infectologista, geralmente indica um esquema de tratamento, de no mínimo 6 meses, com 4 medicamentos antibióticos, que são a Rifampicina, Isoniazida, Pirazinamida e Etambutol.

O que é Tuberculose Pleural, Como se transmite e Como curar

Principais sintomas

Os sintomas da tuberculose pleural são:

  • Tosse seca;
  • Dor no tórax, que surge durante a respiração;
  • Febre;
  • Aumento do suor noturno;
  • Dificuldade para respirar;
  • Emagrecimento sem causa aparente;
  • Mal estar;
  • Perda do apetite.

Normalmente, o primeiro sintoma apresentado é a tosse, que é acompanhada por uma ligeira dor no peito. Após algumas horas, os outros sintomas vão se instalando e se agravando, até que  a pessoa apresente dificuldade para respirar e sensação de falta de ar.

Sempre que existir suspeita de um problema pulmonar é muito importante ir ao hospital ou consultar um pneumologista para iniciar o tratamento o mais cedo possível e evitar possíveis complicações.

Como acontece o contágio

A tuberculose pleural não é contagiosa, pois o bacilo de Koch não fica presente nas secreções dos pulmão, não sendo facilmente transmissível através de espirros ou tosse. Desta forma, quem adquire este tipo de tuberculose precisa ser contaminado por pessoas com tuberculose pulmonar, que ao tossirem, espalham grandes quantidades de bactérias no ambiente.

Em seguida, os micro-organismos atingem a pleura após se espalharem pela corrente sanguínea ou diretamente a partir de lesões formadas no pulmão. Algumas pessoas também podem desenvolver tuberculose pleural como complicação de uma tuberculose pulmonar, por exemplo.

O que é Tuberculose Pleural, Como se transmite e Como curar

Como confirmar o diagnóstico

Para fazer o diagnóstico da tuberculose pleural, além de avaliar os sintomas e o histórico da pessoa, o médico também poderá solicitar exames, como:

  • Análise do líquido da pleura, para a detecção de enzimas presentes na infecção, como lisozima e ADA;
  • Raio X de tórax;
  • Exame de escarro para pequisa do bacilo da tuberculose (BAAR);
  • Teste de Mantoux, também conhecido como teste tuberculínico ou PPD. Entenda como é feito e quando está indicado;
  • ​Broncoscopia.

O raio X de tórax poderá evidenciar lesões na pleura, como espessamento ou calcificação, ou também um derrame pleural, também conhecido como água no pulmão, que geralmente afeta somente 1 dos pulmões. Entenda melhor o que é e as outras possíveis causas do derrame pleural.

Como é feito o tratamento

A tuberculose pleural pode ter cura espontânea em alguns casos, mesmo sem tratamento, entretanto, o tratamento costuma ser feito com a combinação de 4 antibióticos chamados Rifampicina, Isoniazida, Pirazinamida e Etambutol.

A febre pode desaparecer em duas semanas, mas pode persistir por seis ou oito semanas, e o derrame pleural desaparece em torno de seis semanas, mas pode persistir por três a quatro meses.

Em geral o paciente apresenta melhora significativa nos primeiros 15 dias de tratamento mas é importante tomar os medicamentos receitados pelo médico mesmo na ausência de sintomas, pois o bacilo demora muito tempo para ser completamente retirado do organismo. Saiba mais detalhes sobre as formas de tratamento da tuberculose.

Tuberculose pleural tem cura?

A tuberculose pleural tem 100% de chance de cura. Entretanto se o tratamento não for realizado adequadamente poderá haver complicações como o desenvolvimento de tuberculose em outras regiões do corpo.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem