Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tuberculose óssea na coluna

A tuberculose óssea na coluna, também chamada de Mal de Pott, é o tipo de tuberculose extrapulmonar mais comum e pode atingir várias vértebras ao mesmo tempo, gerando sintomas graves e incapacitantes. Seu tratamento inclui antibióticos, fisioterapia e por vezes, cirurgia.

A doença acontece quando o Bacilo de Koch, passa para o sangue e aloja-se na coluna, preferencialmente nas últimas vértebras torácicas ou lombares. Ao escolher o local, o bacilo instala-se e inicia o processo de destruição óssea, levando ao comprometimento de todas as articulações da coluna.

Tuberculose óssea na coluna

Sintomas da tuberculose óssea na coluna

Os sintomas da tuberculose óssea na coluna podem ser:

  • fraqueza nas pernas;
  • dor progressiva;
  • massa palpável no final da coluna;
  • comprometimento do movimento,
  • rigidez da coluna,
  • pode haver perda de peso;
  • pode haver febre.

Com o passar do tempo caso não haja boa resposta ao tratamento, pode evoluir para compressão medular e consequente paraplegia.

O diagnóstico da tuberculose óssea depende da realização de exames de raio-x, tomografia computadorizada e cintilografia, mas a melhor forma de diagnosticar a tuberculose óssea é através da biópsia do osso, chamada biópsia óssea e PPD.

Tratamento para tuberculose óssea na coluna

O tratamento para tuberculose óssea na coluna inclui a imobilização da coluna com uso de um colete, repouso, antibióticos por cerca de 2 anos e fisioterapia. Em alguns casos pode ser preciso realizar uma cirurgia para drenar os abcessos ou estabilizar a coluna.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...