Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Melhores tratamentos para parar de usar drogas

O tratamento para parar de usar drogas deve ser iniciado quando a pessoa apresenta dependência química que coloca em risco sua vida e traz danos para ela própria e seus familiares. O essencial é que a pessoa queira parar de usar a droga e se tratar, pois a força de vontade é o ingrediente mais importante para que a equipe de saúde e os familiares consigam ajudar a largar o vício.

Pode ser indicado procurar um CAPS ou um internamento numa clínica especializada, que garantem que durante esse período não existe contato com qualquer droga, à exceção dos medicamentos indicados para o tratamento. O internamento pode ser parcial, ou seja ser apenas durante o dia, ou integral, onde a pessoa apenas sai quando estiver completamente recuperada.

Este tipo de tratamento está indicado para pessoas que utilizam drogas que causam dependência física e/ou psicológica, como:

  • Cocaína;
  • Heroína;
  • Crack;
  • Maconha;
  • Ecstasy;
  • LSD.

O internamento para tratar o vício por drogas pode acontecer de forma voluntária, quando a própria pessoa quer iniciar o tratamento, ou pode ser involuntário quando são os familiares que fazem um pedido ao médico para internar a pessoa contra a sua vontade, especialmente quando existe um risco elevado contra a sua vida e das pessoas que a rodeiam, no entanto, os internamentos involuntários têm sido cada vez menos recomendados e utilizados.

Melhores tratamentos para parar de usar drogas

As clínicas especializadas no tratamento do vício por substâncias podem ainda ajudar no tratamento de abuso de álcool, mas nesse caso também existem outras instituições direcionadas para quem consome bebidas alcoólicas e até grupos de apoio na comunidade, conhecidos como Alcoólicos Anônimos, por exemplo. Veja como é feito o tratamento contra o abuso de álcool.

Como é o processo de tratamento

Durante o internamento na clínica especializada, a equipe de profissionais trabalha em conjunto para achar a melhor combinação de tratamento para cada caso e, por isso o processo pode mudar de uma pessoa para outra. No entanto, algumas das formas de tratamento mais utilizadas incluem:

1. Remédios contra drogas

Os remédios para tratar o vício por drogas devem ser usados apenas com supervisão, 24 horas por dia, 7 dias por semana, para que a pessoa realize o tratamento corretamente e reduza os sintomas de abstinência.

Inicialmente, para combater a "fissura", que é o desejo iminente de usar a droga, podem ser usados remédios ansiolíticos e antidepressivos, por exemplo.

Os remédios contra o uso de drogas variam de acordo com a droga que está causando o vício:

  • Maconha: Fluoxetina e Buspirona, que tentam reduzir os sintomas de abstinência;
  • Cocaína: Topiramato e Modafinil, por exemplo, embora existam vários medicamentos que podem ser usados;
  • Crack: Risperidona, Topiramato ou Modafinil, que tentam amenizar os sintomas de abstinência;
  • Heroína: Metadona e Naloxona, que atuam no cérebro alterando o sistema de recompensa e prazer.

Além desses, é comum que sejam indicados outros remédios antibióticos e antivirais para combater os problemas de saúde que o usuário possa ter, como tuberculose, pneumonia, HIV ou sífilis, por exemplo.

2. Terapia com psicólogo ou psiquiatra

Embora o apoio e a ajuda da família seja muito importante e parte fundamental do tratamento contra a dependência de drogas, o acompanhamento por um psicólogo ou psiquiatra é também essencial para ajudar a abandonar o uso, pois oferece ferramentas úteis para que a própria pessoa consiga evitar o contato e o consumo das drogas, além de ajudar também a família, que aprende como conviver e ajudar a pessoa a continuar o tratamento.

Além disso, o usuário quando deixa de usar drogas passa por um período de abstinência em que enfrenta fortes sentimentos de ansiedade e diversos distúrbios emocionais e, por isso, é importante garantir que existe acompanhamento psicológico, para que a pessoa consiga gerir bem suas emoções, sem precisar recorrer às drogas.

Melhores tratamentos para parar de usar drogas

3. Mudança de comportamentos

Outro fator importante no combate ao vício das drogas é a mudança de comportamento, pois muitas vezes a realidade social da pessoa a faz querer consumir a droga, como se encontrar com alguns amigos que usam drogas e de frequentar os locais onde usava drogas. Para diminuir o risco de recaída, a pessoa precisa ser orientada a mudar seu estilo de vida.

Além disso deve-se evitar o contato mesmo com drogas mais leves e com as bebidas alcoólicas, pois elas também aumentam o risco de recaída.

4. Consumo de drogas em locais controlados

Nem sempre visto com bons olhos, uma outra forma de tratamento consiste no consumo da droga dentro de um local especializado, onde são fornecidos os utensílios necessários para que o consumo não leve ao surgimento de doenças.

Geralmente esses locais estão disponíveis em outros países, mas a pessoa não deixa de usar drogas, nem passa a usar doses menores, apenas as consome num local limpo, onde pode ter assistência médica imediata caso tenha uma overdose.

Onde encontrar tratamento gratuito contra drogas

É possível aceder a tratamento gratuito em vários locais do país, mas as vagas são limitadas. Quem desejar internamento para tratar a dependência de drogas deve primeiro buscar orientação do seu médico de família, que irá indicar instituições que podem ajudar com o tratamento.

Os Centros de Atenção Psicossocial - CAPS são um exemplo de instituições do governo que auxiliam no tratamento das drogas. Estes centros estão abertos todos os dias durante todo o dia e contam com a presença de uma equipe composta por médicos clínicos gerais, psiquiatras, psicólogos, enfermeiros e assistentes sociais.

O acompanhamento dos dependentes nesses centros é diário e permite que o indivíduo volte a se sentir capaz ao trabalho e lazer, fortalecendo assim sua saúde mental.

Uma das muitas vantagens do dos centros de atenção psicossocial é substituir a necessidade de hospitalização do paciente, integrando-o no próprio tratamento ao responsabiliza-lo em dirigir-se diariamente ao CAPS do seu município.

Quanto tempo demora a recuperação

É necessário um acompanhamento do indivíduo por, pelo menos 6 meses, podendo demorar de 1 a 5 anos o tempo de acompanhamento da pessoa, dependendo da adesão ao plano de tratamento individual.

Nos primeiros 6 meses a equipe de tratamento tenta deixar a pessoa completamente livre das drogas, sempre trabalhando diversos aspectos para evitar uma recaída, e para que a pessoa possa reconstruir sua vida. Nos meses seguintes, o acompanhamento visa fortalecer novas atitudes e empoderamento.

Depois desse período a pessoa pode ter alguma recaída, mas o importante é perseverar e seguir em frente com o tratamento. Por vezes, a pessoa precisará ainda de um acompanhamento, tendo 2 ou 3 consultas por ano, durante um longo período.

Bibliografia >

  • BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE. Como abordar pacientes usuários de drogas no contexto da atenção primária à saúde?. Disponível em: <https://aps.bvs.br/aps/como-abordar-pacientes-usuarios-de-drogas-no-contexto-da-atencao-primaria-a-saude/>. Acesso em 16 Abr 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia Estratégico para o Cuidado de Pessoas com Necessidades Relacionadas ao Consumo de Álcool e Outras Drogas: Guia AD. 2015. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2015/dezembro/15/Guia-Estrat--gico-para-o-Cuidado-de-Pessoas-com-Necessidades-Relacionadas-ao-Consumo-de---lcool-e-Outras-Drogas--Guia-AD-.pdf>. Acesso em 16 Abr 2020
  • GOVERNO DE SÃO PAULO. Entenda o que é a internação compulsória para dependentes químicos. Disponível em: <https://www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/entenda-o-que-e-a-internacao-compulsoria-para-dependentes-quimicos/>. Acesso em 16 Abr 2020
  • Glória Maria de Sousa Rocha. Estratégias do Ministério da Saúde para o enfrentamento do uso de drogas ilícitas. Dissertação à obtenção do título de Mestre Modalidade Profissional em Saúde Pública, 2015. FIOCRUZ, ENSP / Brasília.
  • MEDICINANET. Tratamento farmacológico da síndrome da dependência de cocaína - crack. 2015. Disponível em: <http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/6097/tratamento_farmacologico_da_sindrome_da_dependencia_de_cocaina__crack.htm>. Acesso em 04 Mai 2020
  • CLINICA JORGE JABER - ALESSANDRO ALVES. Tratamentos Farmacológicos para Dependência Química. Disponível em: <http://www.clinicajorgejaber.com.br/curso/2014/set_1.pdf>. Acesso em 04 Mai 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL. Saúde mental: o que é, doenças, tratamentos e direitos. Disponível em: <https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/saude-mental>. Acesso em 04 Mai 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem