Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sinais que podem indicar o uso de Drogas

Alguns sintomas como olhos vermelhos, perda de peso, mudanças repentinas de humor e, até, perda de interesse em atividades diárias, podem ajudar a identificar se alguém está usando drogas. No entanto, de acordo com a droga que está sendo consumida, esses sintomas podem variar.

Assim, enquanto algumas drogas, como a cocaína, causam maioritariamente alterações no comportamento, outras como a maconha ou o LSD, provocam alterações psicológicas. E quase todas as drogas provocam sintomas físicos, como olhos vermelhos, perda de peso ou tremores, por exemplo.

Saiba mais sobre os diferentes tipos de drogas e seus efeitos no corpo.

1. Sinais físicos

Sinais que podem indicar o uso de Drogas
  1. Todas as drogas se manifestam de forma diferente no corpo, no entanto, estes são os sinais e sintomas físicos mais comuns:
  2. Olhos vermelhos e com excesso de lágrimas;
  3. Pupilas maiores ou menores que o normal;
  4. Alterações rápidas de peso;
  5. Tremores frequentes nas mãos;
  6. Dificuldade para coordenar os movimentos;
  7. Fala lentificada ou alterada.

Além disso, pessoas que fazem uso regular drogas também têm tendência para deixar de se preocupar com sua imagem, passando a vestir constantemente a mesma roupa ou não se arranjando antes de sair de casa, por exemplo.

2. Sinais comportamentais

Sinais que podem indicar o uso de Drogas
  1. As drogas possuem um forte efeito sobre o correto funcionamento do cérebro, fazendo com que o seu utilizador tenha alterações na forma como se comporta e, até, nas emoções que expressa. Algumas das alterações mais comuns são:
  2. Diminuição na produtividade no trabalho ou em atividades diárias;
  3. Faltas frequentes no trabalho ou em outros compromissos;
  4. Iniciar facilmente brigas em casa ou no trabalho;
  5. Fazer atividades perigosas, como dirigir após beber;
  6. Ter necessidade frequente de pedir dinheiro emprestado;
  7. Perder o interesse nos amigos e na família.

Outro sinal muito comum é a vontade de querer estar sempre sozinho, evitando atividades como sair de casa ou estar com os amigo. Normalmente, é durante esses momentos que a pessoa sente a privacidade necessária para voltar a usar a droga, sem que ninguém saiba.

3. Sinais psicológicos

Sinais que podem indicar o uso de Drogas

Este tipo de sinais pode ser mais evidente em alguns tipos de drogas, como a maconha, o LSD ou o ecstasy, pois são capazes de provocar fortes alucinações, que alteram a percepção do que está em redor. Nestes sinais estão incluídos:

  1. Estar constantemente com medo ou ansioso sem razão aparente;
  2. Ter mudanças bruscas na personalidade;
  3. Estar mais agitado e hiperativo durante alguns períodos do dia;
  4. Ter momentos repentinos de raiva ou irritabilidade fácil;
  5. Apresentar menos vontade de fazer as atividades diárias.

Estas alterações também podem ser sintomas de alguma doença psiquiátrica, como depressão, transtorno bipolar ou esquizofrenia, por exemplo. Dessa forma, pode ser necessário consultar um médico que conheça a pessoa ou, então, levar a pessoa a um psicólogo, de forma a entender a verdadeira causa das alterações.

Quem tem maior risco de usar drogas

Pessoas de todas as idades, sexo ou estatuo econômico podem ser tentadas a experimentar uma droga e, até, ficar viciadas. Porém, existem alguns fatores que estão relacionados a um maior risco de iniciar o uso de drogas.

Alguns desses fatores incluem ter histórico de uso de drogas na família, possuir algum transtorno psiquiátrico, como depressão ou déficit de atenção, ter um grupo de amigos em que algumas pessoas utilizam algum tipo de droga ou sentir não se tem apoio da família.

Além disso, as drogas também são mais utilizadas por quem necessita escapar da realidade, como em quem sofre com estresse pós-traumático ou tem crises de ansiedade ou pânico, por exemplo.

O que fazer em caso de suspeita

Quando se suspeita de que alguém possa estar utilizando drogas o mais importante é conversar com essa pessoa para tentar entender se realmente está usando alguma droga. Independentemente da resposta, é importante mostrar para essa pessoa que se está disponível para ajudar no que precisar e até procurar ajuda especializada, se necessário.

Em casos em que a pessoa já está viciada na droga, é muito comum que tente mentir, no entanto, mostrar-se disponível para ajudar é a melhor forma de tentar chegar na verdade. Nestes casos, a única forma de tratamento é procurando uma clínica de reabilitação ou um centro de acolhimento, como o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do SUS.

Na maioria dos casos será necessário bastante tempo, paciência e compaixão para ajudar um amigo ou familiar a deixar o vício pelas drogas.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...