Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para anorexia pode incluir medicamentos e terapia

O tratamento para anorexia nervosa inclui, principalmente, terapias de grupo, familiar e comportamental, assim como dieta personalizada e a toma de suplementos alimentares, para combater as carências nutricionais provocadas pela doença que impede o paciente de se alimentar corretamente.

Além disso, pode ser necessário tomar remédios antidepressivos, e nos casos mais graves, pode ser necessário o internamento hospitalar para colocação de uma sonda nasogástrica para garantir a alimentação correta.

Tratamento para anorexia pode incluir medicamentos e terapia

Alimentação para anorexia

O tratamento nutricional para anorexia nervosa tem como objetivo ajudar o paciente a fazer uma alimentação adequada para manter o organismo saudável e evitar doenças.

Durante o tratamento, é realizado um plano alimentar adequado aos gostos e estilo de vida do paciente, podendo ser necessário a ingestão de suplementos que não fazem engordar, mas que dão ao corpo todas as vitaminas e minerais necessários para estar saudável.

O tratamento nutricional ajuda assim a combater os sintomas da anorexia nervosa que são consequências da falta de alimentos, como cabelos finos, perda de cabelo, unhas fracas, prisão de ventre ou pele seca, por exemplo. Veja como se alimentar no vídeo a seguir:

Suplementos para anorexia 

Os suplementos que o médico ou nutricionista podem indicar são os multivitamínicos, como Centrum, que ajudam a repor as vitaminas e os minerais. Este tipo de medicamento pode ser tomado durante cerca de 3 meses, devendo ser reavaliada a necessidade da sua toma após esse período.

Os suplementos não tem calorias e por isso não engordam, mas não devem ser tomados como substitutos de uma alimentação saudável e com a quantidade de calorias necessárias para recuperar a saúde. 

Antidepressivos para anorexia 

O médico pode recomendar a toma de remédios contra ansiedade e depressão, que aumentam o bem-estar por um determinado período. Estes ajudam a estabilizar o humor, evitando as recaídas que podem levar à paranoias relacionadas à imagem corporal, que podem comprometer o sucesso do tratamento. Confira os nomes de alguns remédios antidepressivos

Tratamento para anorexia pode incluir medicamentos e terapia

Terapia para anorexia 

Ser acompanhado por um psicólogo também é parte importante do tratamento para vencer a anorexia porque este profissional pode usar estratégias para conscientização da imagem corporal correta, e ajudar a pessoa a encontrar a raiz de seus problemas e as possíveis soluções que poderá adotar. 

As consultas devem ser realizadas, pelo menos, 1 vez por semana, por tempo indeterminado, até que a pessoa chegue ao peso ideal e consiga se manter estável e socialmente preparado para a vida. 

Quanto tempo demora o tratamento 

O tempo de tratamento contra anorexia é muito individual, porque depende de muitos fatores, como estago geral de saúde da pessoa, saúde mental e compromisso em seguir as orientações do nutricionista, além de tomar os remédios adequadamente e de participar ativamente das sessões de psicoterapia.

É normal haver algumas recaídas, e a pessoa pensar em abandonar o tratamento porque acha que está engordando demais, e que não será aceite socialmente, por isso toda família e amigos precisam de paciência. 

Riscos da anorexia

Os riscos da anorexia são principalmente o desenvolvimento de doenças devido a falta de nutrientes, como anemia, osteoporose, desnutrição ou escorbuto, por exemplo. Quando o paciente tem uma desnutrição severa o risco de doenças mais graves é maior, podendo ocorrer infarto ou paragem cardiorrespiratória, que podem ser fatais. 

Sinais de melhora e piora

Alguns sinais de melhora na anorexia são: não passar mais de 3 horas e meia sem comer, os cabelos e unhas ficarem mais forte, pele mais hidratada e bonita, fazer as refeições em família e recuperação de um peso saudável.

Já os sinais de piora na anorexia são continuar fazendo períodos prolongados sem comer, não fazer as refeições em família, faltar à terapia, continuar a perder peso ou até ter falta de energia para as atividades diárias como tomar banho.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...