Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como deve ser feito o tratamento para o HIV

O tratamento para a infecção pelo vírus HIV é feito por meio de medicamentos antirretrovirais que impedem a multiplicação do vírus no organismo, ajudando a combater a doença e a fortalecer o sistema imunológico, apesar de não serem capazes de eliminar o vírus do organismo. Esses medicamentos são fornecidos gratuitamente pelo SUS independente da carga viral que a pessoa possui, só sendo necessário apenas que a recolha do medicamento seja feita com a prescrição médica.

Já existem muitos estudos com o objetivo de descobrir a cura da infecção pelo HIV, no entanto ainda não existem resultados conclusivos. No entanto, é importante seguir o tratamento indicado para que seja possível diminuir a carga viral e aumentar a qualidade de vida da pessoa, além de também diminuir o risco do desenvolvimento de doenças que muitas vezes estão relacionadas com a AIDS, com tuberculose, pneumonia e criptosporidiose, por exemplo.

Como deve ser feito o tratamento para o HIV

Quando começar o tratamento do HIV/AIDS

O tratamento da infecção pelo HIV deve ser iniciado assim que for estabelecido o diagnóstico, que é feito por meio de exames que devem ser recomendados pelo clínico geral, infectologista, urologista, no caso dos homens ou ginecologista, no caso das mulheres. Esses exames podem ser solicitados juntamente com outros exames de rotina ou como forma de verificar a infecção pelo vírus após comportamento de risco, que é a relação sexual sem preservativo. Veja como é feito o diagnóstico da infecção pelo HIV.

O tratamento para o HIV deve ser iniciado imediatamente nas grávidas ou quando a pessoa apresenta no exame de sangue carga viral superior a 100.000/ ml ou taxa de linfócito T CD4 menor que 500/ mm³ de sangue. Assim, é possível controlar a taxa de replicação viral e diminuir os sintomas e complicações da doença.

Se o tratamento antirretroviral for iniciado quando o paciente encontra-se numa fase mais avançada da doença é possível que haja uma inflamação chamada Síndrome Inflamatória de Reconstituição Imune (SIR), no entanto, mesmo nessas situações, a terapia deve ser mantida e o médico poderá avaliar o uso da Prednisona por uma ou duas semanas para ajudar a controlar a inflamação.

Como é feito o tratamento

O tratamento da AIDS é feito com o uso de medicamentos antirretrovirais oferecidos pelo SUS que são capazes de impedir a multiplicação do vírus HIV e, assim, evitar o enfraquecimento do corpo humano. Além disso, quando o tratamento é feito da forma correta, há melhora da qualidade de vida do paciente e diminuição da chance de desenvolver algumas doenças que podem ser relacionadas à AIDS, como tuberculose, criptosporidiose, aspergilose, doenças de pele e problemas no coração, por exemplo. Conheça as principais doenças relacionadas com a AIDS.

O SUS também disponibiliza o teste de HIV gratuitamente para que a carga viral seja monitorada periodicamente e, assim possa ser verificado seo pacientes está respondendo bem ao tratamento. É recomendado que os testes de HIV sejam realizados pelo menos 3 vezes ao ano, pois assim é possível ajustar o tratamento, caso haja necessidade, evitando possíveis complicações.

Os medicamentos utilizados no tratamento da AIDS podem atuar impedindo a reprodução do vírus, a entrada no vírus na célula humana, a integração do material genético do vírus e da pessoa e a produção de novas cópias do vírus. Normalmente o médico indica uma combinação de medicamentos que podem variar de acordo com a carga viral, estado geral de saúde da pessoa e atividade profissional, devido aos efeitos colaterais. Os antirretrovirais geralmente indicados são:

  • Lamivudina;
  • Tenofovir;
  • Efavirenz;
  • Ritonavir;
  • Nevirapina;
  • Enfuvirtida;
  • Zidovudina;
  • Darunavir;
  • Raltegravir.

Os medicamentos Estavudina e Indinavir costumavam ser indicados para tratar a AIDS, no entanto a sua comercialização foi suspensa devido a grande quantidade de efeitos adversos e tóxicos ao organismo. Na maioria das vezes o tratamento é realizado com no mínimo três medicamentos, mas pode variar de acordo com o estado geral de saúde do paciente e carga viral. Além disso, o tratamento durante a gravidez pode variar, pois alguns medicamentos podem causar malformação no bebê. Entenda como é feito o tratamento para AIDS na gravidez.

Principais efeitos colaterais

Devido a grande quantidade de medicamentos, o tratamento para a AIDS pode resultar em alguns efeitos colaterais, como enjôo, vômito, mal-estar, perda do apetite, dor de cabeça, alterações na pele e perda de gordura em todo o corpo, por exemplo.

Estes sintomas são mais comuns no início do tratamento e tendem a desaparecer com o passar do tempo. Mas, sempre que surgirem, deve-se comunicar ao médico, pois é possível diminuir a sua intensidade trocando o medicamento por outro ou ajustando a sua dose. 

O coquetel deve ser tomado sempre na dose certa e na hora certa todos os dias para evitar que o vírus fique ainda mais forte, facilitando o surgimento de outras doenças. A alimentação também é muito importante no tratamento da AIDS porque previne doenças crônicas, fortalece o sistema imune e ainda ajuda a combater os efeitos colaterais da terapia antirretroviral. Veja o que comer para ajudar no tratamento da AIDS.

Quando voltar no médico

Após a primeira semana de tratamento o paciente deve voltar ao médico para verificar as reações aos medicamentos, e após esta visita, ele deverá voltar ao médico 1 vez por mês. Quando a doença se estabilizar, o paciente deverá voltar ao médico de 6 em 6 meses, realizando exames semestralmente ou de ano em ano, dependendo do seu estado de saúde.

Saiba mais sobre a AIDS no vídeo a seguir:

O que é HIV e AIDS, sintomas, teste, tratamento e cura

487 mil visualizações
 

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Tratamento para o HIV. Disponível em: <http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/o-que-e-hiv/tratamento-para-o-hiv>. Acesso em 06 Jan 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Aids / HIV: o que é, causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/aids-hiv#tratamento>. Acesso em 06 Jan 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem