Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Traqueíte: o que é, sintomas e tratamento

A traqueíte corresponde à inflamação da traqueia, que é um órgão do sistema respiratório responsável por conduzir o ar até os brônquios. A traqueíte é rara, mas pode acontecer principalmente em crianças e normalmente é devido à infecção por vírus ou bactérias, principalmente as pertencentes ao gênero Staphylococcus e Streptococcus.

O principal sinal de traqueíte é o som emitido pela criança ao inspirar, sendo importante ir ao pediatra assim que esse sintoma for percebido para que seja iniciado o tratamento e sejam evitadas complicações. O tratamento normalmente é feito com antibióticos de acordo com o microrganismo identificado.

Traqueíte: o que é, sintomas e tratamento

Sintomas de Traqueíte

Inicialmente, os sinais e sintomas de traqueíte são semelhantes a qualquer outra infecção respiratória que evoluem ao longo do tempo, sendo os principais:

  • Som ao inspirar, como um estridor;
  • Dificuldade para respirar;
  • Cansaço;
  • Mal estar;
  • Febre alta;
  • Tosse seca e frequente.

É importante que a traqueíte seja identificada e tratada rapidamente, pois há risco de queda brusca da pressão arterial, insuficiência respiratória, problemas cardíacos e sepse, que acontece quando a bactéria chega a corrente sanguínea, representando risco de vida para a pessoa.

O diagnóstico da traqueíte deve ser feito pelo pediatra ou clínico geral a partir da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa. Além disso, pode ser solicitada realização de outros exames como laringoscopia, análise microbiológica de secreção traqueal e radiografia do pescoço para que se possa concluir o diagnóstico e, assim, iniciar o tratamento. A radiografia do pescoço é solicitada principalmente para diferenciar a traqueíte do crupe, que também é uma infecção respiratória, no entanto é causada por vírus. Conheça mais sobre o crupe.

Como é o tratamento

O tratamento para a traqueíte é normalmente feito com medidas de suporte ao desconforto respiratório, como nebulizações, cateter nasal com oxigênio e até intubação orotraqueal nos casos mais graves, fisioterapia respiratória e com o uso de antibióticos, sendo principalmente recomendado pelo médico o uso de Cefuroxima ou Ceftriaxona ou Vancomicina, dependendo do microrganismo encontrado e seu perfil de sensibilidade, por cerca de 10 a 14 dias ou de acordo com a orientação médica.

Bibliografia >

  • VIEIRA, Francisco M.; BRAGA, Gustavo L. Traqueíte: visitando alergologistas travestida de “tosse alérgica”. Revista Brasileira de Alergologia e Imunopatologia. Vol 34. 1 ed; 26-27, 2011
  • MANUAL MSD. Traqueíte bacteriana. Disponível em: <https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/pediatria/dist%C3%BArbios-respirat%C3%B3rios-em-crian%C3%A7as-pequenas/traque%C3%ADte-bacteriana>. Acesso em 23 Ago 2019
  • LESPERANCE, Marci M.; FLINT, Paul W. Cummings Otorrinolaringologia Pediátrica. 1 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017. p. 227.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem