Transtorno de personalidade dependente: o que é, sintomas e tratamento

Agosto 2021

O transtorno de personalidade dependente caracteriza-se por uma necessidade excessiva de ser cuidado por outras pessoas, o que leva a que a pessoa tenha um comportamento submisso e apresente um intenso medo da separação.

Além disso, estas pessoas também têm muita dificuldade em tomar decisões, precisando constantemente da decisão ou aprovação de outras pessoas.

Este transtorno surge mais frequentemente no início da idade adulta e pode dar origem a ansiedade ou depressão. Seu tratamento consiste na realização de sessões de psicoterapia e, em alguns casos, administração de medicamentos, que devem ser prescritos por um psiquiatra.

Transtorno de personalidade dependente: o que é, sintomas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas que se manifestam em pessoas com transtorno de personalidade dependente são principalmente:

  • Dificuldade para tomar decisões simples;
  • Ter necessidade constante de pedir conselhos a outras pessoas;
  • Precisar que outras pessoas assumam responsabilidade pelas várias áreas da sua vida;
  • Dificuldade para discordar dos outros;
  • Dificuldade para iniciar novos projetos a solo.

Além disso, estas pessoas sentem-se carentes e vão a extremos, como fazer coisas desagradáveis, para receber carinho e apoio, sentindo-se desconfortáveis e desamparadas quando estão sós. Por sentirem que são incapazes de cuidar de si próprias, têm por norma uma preocupação excessiva de serem abandonadas.

Possíveis causas

Não se sabe ao certo o que está na origem do transtorno de personalidade dependente, mas pensa-se que este distúrbio pode estar relacionado com fatores biológicos e o meio em que a pessoa está inserida, já que a infância e a relação com os pais nessa fase, como serem extremamente protetores ou muito autoritários, pode ter uma grande influência no desenvolvimento do indivíduo.

Conheça outros transtornos de personalidade que podem ser influenciados pela infância.

Como é feito o tratamento

Geralmente, o tratamento é realizado quando este transtorno começa a ter impacto na vida da pessoa, podendo prejudicar as relações com outras pessoas e causar ansiedade e depressão.

A psicoterapia é o tratamento de primeira linha para o transtorno de personalidade dependente e, durante o tratamento, a pessoa deve ter um papel ativo e ser acompanhado por um psicólogo ou um psiquiatra, o que vai ajudar a pessoa a se tornar mais ativa e independente e a tirar mais proveito das relações amorosas

Em alguns casos, pode ser necessário recorrer a tratamento farmacológico. Nestes casos, o diagnóstico do transtorno deve ser realizado por um psiquiatra, que será o profissional responsável por prescrever os medicamentos necessários para o tratamento.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • Angela K. Mazer1, Brisa Burgos D. Macedo2, Mário Francisco Juruena3*. Transtornos da personalidade. Medicina (Ribeirão Preto, Online.); 85-97, 2017
Mais sobre este assunto: