Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Transpulmin supositório, xarope e pomada

O Transpulmin é um remédio que está disponível em supositório e xarope para adultos e infantil, indicados para a tosse com catarro, e em bálsamo, que está indicado para tratar a congestão nasal e a tosse.

Todas as formas farmacêuticas de Transpulmin estão disponíveis em farmácias por um preço de cerca de 16 a 22 reais.

Transpulmin supositório, xarope e pomada

Para que serve

O Transpulmin bálsamo é uma pomada destinada ao alívio temporário da congestão nasal e da tosse, associados a gripe e resfriado

Já o supositório e o xarope têm ação expetorante e mucolítica, sendo por isso destinados ao tratamento sintomático da tosse produtiva em gripes e resfriados.

Como usar

A posologia de Transpulmin depende da forma farmacêutica:

1. Xarope

A dose recomendada do Xarope Adultos, para pessoas maiores de 12 anos é de 15 mL, a cada 4 horas. Para crianças dos 6 aos 12 anos, a dose recomendada é de 7,5 mL, a cada 4 horas, e para crianças de 2 a 6 anos, a dose recomendada é de 5 mL, a cada 4 horas. A dose máxima diária recomendada para maiores 12 anos é de 2400 mg/dia, para crianças de 6 a 12 anos é de 1200 mg/dia e para crianças de 2 a 6 anos é de 600 mg/dia. 

A dose recomendada do Xarope infantil para crianças de 6 a 12 anos é de 15 mL, a cada 4 horas e para crianças dos 2 aos 6 anos, a dose recomendada é de 7,5 mL, a cada 4 horas. A dose máxima diária recomendada para crianças de 6 a 12 anos é de 1200 mg/dia e para crianças de 2 a 6 anos é de 600 mg/dia.

2. Bálsamo

O bálsamo deve ser aplicado, cerca de 4 cm, sobre o peito e o dorso, friccionando-o de seguida e deve-se repetir 3 a 4 vezes ao dia ou segundo a orientação do médico. Não devem ser excedidas as 4 aplicações por dia e o bálsamo não deve ser aplicado diretamente nas narinas ou no rosto.

3. Supositório

Antes de se utilizar o supositório, deve-se colocar a cartela na geladeira, por cerca de 5 minutos. De seguida, deve-se introduzir o supositório via retal. A dose recomendada é de 1 a 2 supositórios por dia. A dose máxima é de 2 supositórios por dia e não deve ser excedida.

Quem não deve usar

O Transpulmin não deve ser usado por pessoas que tenham hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula e crianças com menos de 2 anos de idade. Além disso, só pode ser usado por grávidas se recomendado pelo médico. Veja receitas de xaropes caseiros para tratar a tosse.

No caso do xarope, que tem guaifenesina na sua composição, não deve ser usado por pessoas com porfiria. Além disso, deve ser usado com cautela por diabéticos, porque contém açúcar na sua composição.  

O supositório não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula, pessoas com inflamações gastrintestinais e dos ductos biliares e pedra na vesícula e em pessoas com doença de fígado.

Se após 7 dias de tratamento, a tosse ainda persistir ou vier acompanhada de febre, erupções cutâneas, dor de cabeça contínua ou dor de garganta, deve-se ir ao médico. 

Possíveis efeitos colaterais

Geralmente, o xarope é bem tolerado, no entanto, embora seja raro, podem ocorrer efeitos colaterais como náuseas, vômitos, diarreia, dor de estômago, cálculos nas vias urinárias, erupções cutâneas, urticária, dor de cabeça, sonolência e vertigem.

O bálsamo pode causar ardor no local de aplicação devido a irritação na pele, coceira, erupção cutânea, inchaço ou irritação na pele.

Quanto aos supositórios, embora seja raro, podem ocorrer diarreia, vômitos, desconforto intestinal e sonolência.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar