Como aliviar a tosse no bebê

Revisão médica: Dr.ª Sani Santos Ribeiro
Pediatra e Pneumologista infantil
julho 2022

Uma das formas para aliviar a tosse do bebê é deixar ele de pé no colo ou sentado, para que fique com a cabeça mais elevada, pois esta posição ajuda o bebê a respirar melhor. Outra forma de diminuir a tosse é oferecer pequenas quantidades de água, para diminuir a irritação na garganta.

No entanto, caso o bebê tenha febre, dificuldades para respirar ou tenha tosses acompanhadas de vômitos, é importante levar o bebê ao pediatra, que fará uma avaliação completa e poderá recomendar o uso de alguns medicamentos, como antibióticos e antialérgicos.

A tosse é um sintoma muito comum em bebês e acontece como um mecanismo de defesa do organismo para tentar expulsar algum alimento ou secreção. Além disso, a tosse no bebê pode acontecer em casos de resfriado, bronquite, asma ou rinite, por exemplo.

Medidas caseiras para tosse do bebê

Algumas medidas caseiras que podem ajudar a aliviar a tosse do bebê são:

  • Oferecer pequenas quantidades de água ao longo do dia, se o bebê tiver mais de 6 meses, amamentar em livre demanda ou dar fórmula para o bebê em temperatura ambiente, para diminuir a irritação na garganta. Os líquidos só devem ser oferecidos quando a tosse estiver controlada, para evitar engasgos;
  • Lavar o nariz do bebê com soro fisiológico, quando o nariz estiver entupido também, pois isso ajuda a limpar o nariz, aliviando as tosse. Veja como fazer a lavagem nasal;
  • Fazer nebulização com soro fisiológico, com um nebulizador, para limpar e hidratar as vias aéreas, diminuindo a irritação e evitando a tosse.
  • Dar um banho morno no bebê com a porta do banheiro fechada, para produzir vapor no ambiente, ajudando na hidratação das vias aéreas;
  • Usar um umidificador, no caso de sentir que o ar da casa está mais seco;
  • Colocar um travesseiro ou toalhas dobradas por baixo do colchão para elevar um pouco a cabeceira do berço porque assim as vias aéreas ficam livres e o refluxo diminui, diminuindo a tosse do bebê.

No caso do bebê com mais de 1 ano, é possível dar 1 colher de chá, ou 2,5 mL de mel, antes de dormir, pois o mel ajuda a hidratar a garganta e aliviar a tosse, além de possuir propriedades antimicrobianas, antivirais e anti-inflamatórias.

Remédios de farmácia

O uso de remédios é indicado pelo pediatra quando a tosse é causada por situações mais complicadas, como rinite, pneumonia ou asma. Assim, o pediatra pode prescrever alguns remédios de farmácia, como antialérgicos, antibióticos, descongestionantes ou expectorantes, onde o tempo de uso e a dosagem do medicamento varia de acordo com a idade, o estado geral de saúde do bebê e a causa da tosse.

Quando levar o bebê ao pediatra

É indicado levar o bebê ao pediatra principalmente se ele tem menos de 6 meses, se possui alguma doença cardíaca ou pulmonar e/ou apresenta alguns dos seguintes sintomas:

  • Tosse por mais de 5 dias;
  • Se a tosse for seca e principalmente durante a noite;
  • Febre de 38ºC ou mais;
  • Respiração do bebê mais rápida que o normal;
  • Dificuldade em respirar, podendo ser observado pele e lábios azulados;
  • Barulho ou chiado ao respirar;
  • Muito catarro ou catarro com sangue;
  • Tosses com vômitos.

É importante que, na consulta com o pediatra, os pais ou responsáveis informem todos os sintomas, quando eles começaram e tudo o que foi feito para tentar aliviar a tosse do bebê.

Principais causas de tosse no bebê

A tosse no bebê geralmente é normalmente um mecanismo de defesa do organismo para eliminar secreções em casos de problemas respiratórios simples, como gripe ou resfriado, que são caracterizados pela presença de muco transparente ou catarro, nariz entupido e dificuldades em respirar.

Além disso, a tosse no bebê pode ser causada por cheiros fortes, como fumaça de cigarro, tinta fresca ou inseticida, asma, refluxo, ou por infecções, como laringite, rinite, bronquiolite, pneumonia ou coqueluche. Além das infecções, outra causa de tosse em bebês é o engasgo que pode ser causado pela presença de um objeto ou alimento na garganta da criança. 

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Dr.ª Sani Santos Ribeiro - Pediatra e Pneumologista infantil, em julho de 2022.

Bibliografia

  • GOLDMAN Ran. Honey for treatment of cough in children. Canadian Family Physician. 60. 1107-1110, 2014
  • QASIM Mohamed. The therapeutic role of honey for treating acute cough in the pediatric population. A systematic review. Journal of Pediatric and Neonatal Individualized Medicine. 2. 8; 1-6, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • SHIELDS, D, Michael; DOHERTY, M, Gary. Chronic cough in children. Paediatric Respiratory Reviews . Vol.14. 2.ed; 100-105, 2013
  • YANG, Michele; SO, Tsz-Yin. Revisiting the Safety of Over-the-Counter Cough and Cold Medications in the Pediatric Population. Clinical Pediatrics. Vol.53. 4.ed; 326-330, 2014
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Tosse. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/cuidados-com-a-saude/tosse/#:~:text=A%20tosse%20protege%20as%20vias,sintoma%20presente%20em%20v%C3%A1rias%20patologias>. Acesso em 25 out 2021
  • MARTINS, Susana et al. Tosse em pediatria. Revista Portuguesa de Pneumologia. Vol.14. 4.ed; 517-526, 2008
  • SOCIEDADE PORTUGUESA DE PEDIATRIA. Doenças comuns e outros problemas: tosse. Disponível em: <http://criancaefamilia.spp.pt/doencas-comuns-e-outros-problemas/tosse.aspx>. Acesso em 25 out 2021
Revisão médica:
Dr.ª Sani Santos Ribeiro
Pediatra e Pneumologista infantil
Médica formada pela Universidade Federal do Rio Grande com CRM nº 28364 e especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria.