Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como se pega terçol e como evitar

O terçol é na maioria das vezes causada por uma bactéria que está naturalmente presente no organismo e que devido a alguma alteração no sistema imune, fica em excesso, causando inflamação em uma glândula presente na pálpebra e levando ao aparecimento do terçol. Dessa forma, o terçol não é contagioso, estando relacionado com o próprio sistema imune da pessoa.

O terçol é normalmente bastante desconfortável, já que pode causar dor, principalmente ao piscar os olhos, e coceira, no entanto na maioria das vezes não necessita de tratamento, desaparecendo após cerca de 5 dias, sendo apenas necessário fazer compressas mornas para aliviar os sintomas. Veja como identificar o terçol.

Como se pega terçol e como evitar

Por que acontece o terçol

O aparecimento do terçol está normalmente relacionado com o acúmulo de secreções ao redor das glândulas da pálpebra, o que favorece a proliferação de bactérias e inflamação da glândula. Algumas pessoas podem ter maior chance de terem terçol com mais frequência, como:

  • Adolescentes, devido a alterações hormonais comuns da idade;
  • Gestantes, pela alteração hormonal deste período;
  • Crianças, por coçar os olhos com as mãos sujas;
  • Pessoas que usam maquiagem diariamente, já que isso facilita o acúmulo de secreção.

Além disso, pessoas que não fazem uma higiene adequada dos olhos também têm maior chance de desenvolver um terçol.

O terçol é contagioso?

Apesar de ser causada por bactérias que podem ser facilmente transmitidas entre pessoas, o terçol não é contagioso. Isso porque as bactérias que podem estar relacionadas com o terçol são encontradas naturalmente na pele e estão em equilíbrio com outros microrganismos. Por isso, caso uma pessoa entre em contato com o terçol de outra, é provável que o seu sistema imune atue contra essa possível infecção de forma mais fácil.

No entanto, mesmo não sendo contagioso, é importante que existam hábitos de higiene, como lavar sempre as mãos com água e sabão para evitar que o terçol fique ainda mais inflamado.

Como evitar o terçol

Algumas recomendações que podem ser seguidas para evitar desenvolver um terçol incluem:

  • Manter os olhos sempre limpos e livres de secreções ou remela;
  • Lavar o rosto diariamente, para eliminar secreções do olho e equilibrar a oleosidade da pele;
  • Evitar compartilhar objetos que possam entrar em contato com os olhos, como maquiagem, fronhas ou toalhas;
  • Evitar coçar ou levar as mãos aos olhos com frequência;
  • Sempre lavar as mãos antes de mexer no olho;

Além disso, também se deve evitar estourar o terçol, já que o pus liberado pode acabar infectando o olho e até se espalhar para outros locais do rosto. Pessoas que usam lentes de contato deve, idealmente, parar o seu uso durante a presença do terçol, já que podem acabar contaminando a lente.

Veja mais sobre o que fazer para tratar o terçol.

Bibliografia >

  • ALL ABOUT VISION. Eye styes: Causes, symptoms, treatments. Disponível em: <https://www.allaboutvision.com/conditions/styes.htm>. Acesso em 22 Jul 2019
  • AMERICAN ACADEMY OF OPHTALMOLOGY. Are styes contagious? And what can I do about them?. Disponível em: <https://www.aao.org/eye-health/ask-ophthalmologist-q/are-styes-contagious-what-can-i-do-about-them-vide>. Acesso em 03 Abr 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem