O que você precisa saber?

Terçol é contagioso?

O terçol é uma infecção da pálpebra que é contagiosa, uma vez que a bactéria responsável pelo problema pode ser transmitida de um olho para o outro e, até, para outra pessoa.

Assim, é muito importante manter uma higiene adequada do olho afetado e das mãos, para evitar a transmissão do terçol, que pode acontecer pelo contato direto com lágrima e outras secreções do olho afetado.

Na maior parte dos casos, a transmissão ocorre para o outro olho da mesma pessoa, devido à ação de coçar o olho afetado e depois, esquecer de lavar as mãos, e tocar com a mesma mão no outro olho. Já a transmissão para outras pessoas, embora seja possível, é mais rara.

Terçol é contagioso?

Como evitar o contágio

Para evitar transmitir o terçol para o outro olho ou para outra pessoa é importante ter alguns cuidados como:

  • Evitar coçar o olho afetado;
  • Lavar aos mãos depois de tocar no olho afetado;
  • Manter o olho afetado limpo e sem secreções;
  • Não compartilhar objetos que estiveram em contato com o olho afetado, como óculos ou lenços.

Além disso, é importante evitar o uso de maquiagem, não só porque dificulta a cura do terçol, mas porque também pode acumular bactérias que podem afetar o olho saudável ou voltar a provocar uma infecção quando o terçol curar.

Porque acontece o terçol

O terçol é causado pela infecção de uma glândula sebácea da pálpebra, geralmente pela bactéria Staphylococcus aureus, que está naturalmente presentena pele, mas que quando se desenvolve em excesso pode causar problemas, como o terçol.

Este tipo de problema é mais comum em crianças, pois colocam facilmente as mãos sujas nos olhos, facilitando o desenvolvimento de bactérias. No entanto, também pode acontecer em adultos que não fazem uma higiene adequada dos olhos ou utilizam maquiagem por muito tempo, por exemplo.

Se está com terçol, veja o que pode fazer para diminuir o incômodo.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...