Suplemento de ferro: quando é indicado e como tomar

setembro 2022

O suplemento de ferro pode ser indicado para prevenir a anemia ferropriva em pessoas com altas necessidades de ferro, como é o caso de bebês, crianças, mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Além disso, o suplemento de ferro também é recomendado para prevenir ou tratar a anemia em pessoas com dificuldades na absorção de ferro ou com altas necessidades desse mineral, como nos casos de doença renal crônica, queimaduras, alguns tipos de câncer e menstruação excessiva, por exemplo.

A suplementação de ferro pode ser feita com o uso de comprimidos, solução, cápsulas orais ou injeções, e as dosagens e o tempo de tratamento variam de acordo com a fase da vida, a idade de cada pessoa e as causas da anemia, devendo ser feita somente sob a orientação de um médico.

Tipos de suplemento de ferro

O ferro elementar é instável e oxida facilmente e por isso geralmente é encontrado na forma de complexos, como sulfato ferroso ou gluconato ferroso, por exemplo, que tornam o ferro mais estável. Além disso, o suplemento de ferro também pode ser encontrado em associação com vitaminas como ácido fólico e vitamina B12.

Os suplementos de ferro mais usados para prevenir e combater a anemia incluem:

Já o sacarato de hidróxido férrico é o suplemento de ferro que é administrado na forma de injeções, sendo indicado principalmente para pessoas com intolerâncias aos suplementos orais de ferro, em casos de anemias graves e em tratamento de hemodiálise ou quimioterapia, por exemplo.

Quando é indicado

O suplemento de ferro pode ser indicado para prevenir a deficiência de ferro em pessoas que possuem alto risco de anemia ferropriva, como no caso de bebês, crianças, gestantes e mulheres que estejam amamentando.

O suplemento de ferro também pode ser recomendado para prevenir ou tratar a anemia em pessoas que mantêm uma dieta pobre em ferro, com dificuldades na absorção de ferro, ou com altas necessidades desse mineral, como pode acontecer nas seguintes situações:

  • Doença renal crônica;
  • Alguns tipos de câncer;
  • Sangramento excessivo durante a menstruação ou após o parto;
  • Queimaduras;
  • Verminoses;
  • Hemorragias;
  • Cirurgias bariátricas.

A suplementação de ferro varia de acordo com a fase da vida, a idade de cada pessoa, as possíveis causas e a gravidade da anemia e, por isso, deve ser feita somente sob a recomendação de um médico.

Como tomar

O uso do suplemento de ferro varia de acordo com a idade da pessoa, a fase da vida, as causas e a gravidade da anemia. No entanto, a dosagem de suplemento de ferro para o tratamento da anemia ferropriva geralmente inclui:

  • Crianças: de 3 a 6 mg/ kg de peso corporal por dia;
  • Gestantes: de 60 a 120 mg de ferro associado a 400 mg de ácido fólico por dia;
  • Adultos: 120 mg por dia;
  • Idosos: 15 mg de ferro por dia.

O uso de suplemento oral de ferro para o tratamento da anemia dura em torno de 6 meses, após a correção dos valores de hemoglobina no sangue. Já o tratamento da anemia com injeções, é feito de 1 a 3 vezes por semana.

Os suplementos de ferro devem ser ingeridos de preferência 1 hora antes ou 2 horas após as refeições, porque os fosfatos, fitatos e taninos presentes em alguns alimentos atrapalham a absorção do ferro. Assim como esse suplemento não deve ser ingerido junto com remédios antibióticos, antiácidos, leite e derivados e bebidas com cafeína, como café, chá preto ou chá mate, por exemplo.

Como os alimentos ácidos melhoram a absorção de ferro, pode-se tomar esse suplemento com 1/2 copo de suco de laranja, limão, maracujá, acerola ou caju, por exemplo.

Veja algumas dicas para aumentar a absorção de ferro e tratar a anemia assistindo ao vídeo a seguir:

Possíveis efeitos colaterais

O uso de suplementos de ferro pode causar alguns sintomas como gosto metálico na boca, azia, náuseas, perda de apetite, vômitos, diarreia ou prisão de ventre.

As náuseas e o desconforto gástrico podem aumentar de acordo com a dose do medicamento, e costumam ocorrer entre 30 a 60 minutos após a ingestão do suplemento, mas podem desaparecer após os 3 primeiros dias de tratamento.

Para diminuir a prisão de ventre causada pelo suplemento de ferro, é aconselhado aumentar o consumo de fibras, que estão presentes em boas quantidades em frutas, hortaliças, cereais integrais e leguminosas. Além disso, aumentar a ingestão diária de água também ajuda a evitar a prisão de ventre.

Contraindicações

O suplemento de ferro não é indicado em situações que impedem a absorção ou aumentam o acúmulo de ferro no organismo, como talassemia, anemia falciforme, anemia hemolítica ou hemocromatose, uma condição que aumenta os níveis de ferro no organismo. Entenda melhor o que é a hemocromatose.

Além disso, esse suplemento também não é indicado para pessoas com úlcera gástrica, diarreia crônica e colite ulcerativa.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em setembro de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE - ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO NORTE. Comisssão de farmácia e terapêutica. 2018. Disponível em: <https://www.arsnorte.min-saude.pt/wp-content/uploads/sites/3/2018/04/Newsletter_CFT_Anemia_Ferropenica.pdf>. Acesso em 21 set 2022
  • CLEVELAND CLINIC. Iron Supplement (Ferrous Sulfate). Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/drugs/14568-iron-oral-supplements-for-anemia>. Acesso em 21 set 2022
Mostrar bibliografia completa
  • BOLETIM DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Suplementação de nutrientes . 2019. Disponível em: <https://www.spsp.org.br/site/asp/boletins/AtualizeA4N5.pdf>. Acesso em 21 set 2022
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE . Protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas - Volume 3. 2014. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolos_clinicos_diretrizes_terapeuticas_v3.pdf>. Acesso em 21 set 2022
  • MEDLINE PLUS. Iron Supplements. Disponível em: <https://medlineplus.gov/druginfo/meds/a682778.html#side-effects>. Acesso em 21 set 2022
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • 3 dicas simples para curar a ANEMIA rápido

    05:57 | 503667 visualizações
  • Tratamento para Anemia

    03:04 | 1312922 visualizações