Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hemocromatose

A hemocromatose é uma doença que provoca o excesso de ferro no organismo, no entanto, o excesso de ferro no sangue nem sempre significa hemocromatose.

Quando a hemocromatose é provocada por distúrbios genéticos é chamada de hemocromatose hereditária, ou primária, mas quando é causada por doenças, como cirrose hepática ou dieta rica em ferro, é chamada de hemocromatose secundária.

A hemocromatose não tem cura, mas pode ser controlada através da alimentação, evitando problemas como diabetes, artrite, problemas cardíacos e até mesmo câncer no fígado.

Dieta para hemocromatose

A dieta para hemocromatose consiste em diminuir o consumo de alimentos ricos em ferro. Algumas dicas de dieta são:

  • Evitar comer carne em grande quantidade, dando preferência à carne branca;
  • Comer peixe pelo menos 2 vezes por semana;
  • Evitar comer vegetais ricos em ferro, como espinafre, beterraba ou feijão verde, mais que uma vez por semana;
  • Comer pão integral em vez de pão branco ou enriquecido com ferro;
  • Comer queijo, leite ou iogurte diariamente porque o cálcio diminui a absorção do ferro;
  • Evitar comer frutos secos, como uva passa, em grande quantidade porque ela é rica em ferro.

Além disso, o paciente deve evitar bebidas alcoólicas e suplementos vitamínicos com ferro e vitamina C, a fim de evitar lesões no fígado ou aumentar da absorção de ferro.

Tratamento para hemocromatose

O tratamento para hemocromatose é baseado na retirada do excesso de ferro do organismo e tratamento dos órgãos afetados.

Geralmente, é recomendada uma dieta adaptada, podendo também ser necessário fazer uma doação de sangue para retirar cerca de 500 ml de sangue, 1 ou 2 vezes por semana, até um prazo de 2 anos, dependendo da gravidade da doença.

Sintomas de hemocromatose

Os principais sintomas de hemocromatose são:

  • Cansaço;
  • Desconforto abdominal;
  • Fraqueza muscular;
  • Perda de peso;
  • Dor articular;
  • Queda de cabelo e pelos;
  • Ausência de menstruação.

Além destes sintomas, os casos mais graves podem também apresentar escurecimento da pele e batimentos cardíacos irregulares.

Diagnóstico da hemocromatose

O diagnóstico da hemocromatose pode ser feito através do exame de sangue, que deve ser feito 2 vezes por ano em indivíduos com familiares com hemocromatose ou 1 vez por ano pelo resto da população.

Outras formas de diagnóstico da hemocromatose são a ressonância magnética do fígado ou a biópsia hepática.

Quando a hemocromatose é diagnosticada, é importante avaliar os outros membros da família, uma vez que a hemocromatose pode ser hereditária e o tratamento precoce ajuda a prevenir complicações graves.

Links úteis

Mais sobre este assunto:
Carregando
...