Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar os principais sintomas do climatério

Os sintomas do climatério podem começar a surgir entre 40 e 45 anos de idade e podem durar até 3 anos, sendo os mais comuns as ondas de calor, ciclo menstrual irregular, diminuição do desejo sexual, desconforto durante as relações sexuais, dor nas articulações, aumento de peso, perda da elasticidade da pele, alterações bruscas do humor e dor de cabeça.

O climatério corresponde ao período de transição entre a fase reprodutiva e não reprodutiva da mulher, sendo marcada pela diminuição progressiva dos níveis hormonais, razão pela qual começam a surgir os sintomas, que podem ser mais ou menos intensos, de acordo com a quantidade de hormônios produzidos.

Como identificar os principais sintomas do climatério

Principais sintomas do climatério

Os primeiros sinais e sintomas do climatério que podem começar a surgir até os 45 anos de idade, são:

  • Ondas de calor;
  • Diminuição do apetite sexual; 
  • Ciclos menstruais irregulares;
  • Tonturas e palpitações;
  • Insônia, má qualidade de sono e suores noturnos;
  • Coceira e secura vaginal;
  • Desconforto durante as relações sexuais;
  • Osteoporose;
  • Perda de elasticidade da pele;
  • Diminuição do tamanho das mamas;
  • Depressão e irritabilidade;
  • Aumento de peso;
  • Dor de cabeça e falta de concentração;
  • Infecção urinária;
  • Incontinência urinária ao esforço;
  • Dor nas articulações;
  • Perda dentária;
  • Doenças cardiovasculares.

No climatério podem ser observados ciclos menstruais irregulares, o que muitas vezes pode ser confundido com a menopausa. No entanto, só pode ser considerado menopausa quando a mulher não menstrua por pelo menos 12 meses, sendo indicativo de que atingiu a fase não-reprodutiva. Saiba mais sobre o climatério e como distinguir da menopausa.

Como é feito o tratamento

O tratamento no climatério tem como objetivo aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida da mulher. Por isso, o ginecologista pode recomendar a realização de terapia de reposição hormonal e mudança na alimentação, que deve ser orientada por um nutricionista, para que a mulher se sinta mais disposta e os sintomas atenuem.

Além disso, o apoio psicológico também pode ser útil nesta fase, assim como a prática regular de exercício físico.

Bibliografia >

  • ASSOCIAÇÃO DE OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Climatério ou Menopausa. Disponível em: <https://www.sogesp.com.br/canal-saude-mulher/blog-da-mulher/climaterio-ou-menopausa/>. Acesso em 07 Nov 2019
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Climatério. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/1090-climaterio>. Acesso em 07 Nov 2019
  • FEBRASGO. Manual de Orientação Climatério. 2010. Disponível em: <https://www.febrasgo.org.br/images/arquivos/manuais/Manuais_Novos/Manual_Climaterio.pdf>. Acesso em 01 Jun 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem